Home > Notícias

Raiva de Jobs contra Android era “encenação”, diz CEO da Google

Em entrevista, Larry Page também disse que prefere "olhar mais alto" e "não fica pensando em concorrentes"; empresas travam batalha judicial em vários países

IDG News Service / EUA

05/04/2012 às 12h31

Foto:

A raiva de Steve Jobs contra o sistema móvel Android, da Google, eram apenas “diferenças” criadas “para exibir”, afirmou o CEO da gigante de buscas, Larry Page, durante entrevista nesta semana.

“Penso que isso serviu aos interesses deles”, disse Page ao seu entrevistador da Bloomberg, Brad Stone. “Para muitas empresas, é útil sentir como se tivessem um rival óbvio e trabalhar em torno disso. Pessoalmente acredito é melhor mirar mais alto. Você não quer ficar olhando para seus concorrentes. Você quer olhar para o que é possível e como tornar o mundo melhor.”

Como esperado, os comentários do executivo já causaram controvérsia na web. “O CEO da Google, Larry Page, aparentemente está tentando reescrever a história”, criticou Brent Dirks, do site AppAdvice.com.

Uma das partes mais impressionantes da biografia autorizada de Steve Jobs, lançada no ano passado, foi o alcance e a profundidade de sua raiva pelo Android, e consequentemente pelo seu criador, a Google. “Vou usar até o meu último suspiro se precisar, e gastarei todos os centavos dos 40 bilhões de dólares que a Apple tem no banco, para arrumar esse erro”, disse Jobs, de acordo com o livro de Walter Isaacon. “Vou destruir o Android, porque ele é um produto roubado. Estou disposto a iniciar uma guerra por isso.”

Leia também:

- Biógrafo revela as lições de liderança de Steve Jobs

- Antes exclusivo para iPhone, Instagram ganha versão para Android

jobs390

Será? CEO da Google afirmou que ódio de Jobs (foto) pelo Android era "encenado"

A convicção de Jobs parece ser, e manter-se, como a força principal por trás da persistência da Apple em continuar nas longas e caras batalhas judiciais contra fabricantes de aparelhos Android no mundo todo.

Vale lembrar que nessa semana foi anunciado que o ator Ashton Kutcher, da série “Two and a Half Men”, interpretará Jobs em uma cinebiografia independente. Além disso, a Sony Pictures prepara um filme sobre o cofundador da Apple com base no livro de Isaacson.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail