Home > Notícias

Red Hat se torna a 1ª empresa de Open Source com receita de US$ 1 bilhão

O lucro líquido foi de 146,6 milhões dólares, acima dos 107,3 milhões dólares registrados no ano fiscal 2011.

Joab Jackson, do IDG News Service

28/03/2012 às 19h33

Foto:

A Red Hat é a primeira fornecedora de software open source a obter receita de 1 bilhão de dólares. Os resultados financeiros da empresa, anunciados ontem (28/3), mostram que a companhia encerrou o ano fiscal [que acabou em 29 de fevereiro] com receita de 1,13 bilhão de dólares, aumento de 25% em comparação com o ano anterior. O lucro líquido foi de 146,6 milhões dólares, acima dos 107,3 milhões dólares registrados no ano fiscal 2011.

“Poucas empresas têm sido capazes de chegar a essa marca”, afirmou em entrevista o CEO da Red Hat, Jim Whitehurst. Com essa receita, a Red Hat entra para o time de empresas de médio porte no setor de software ao lado da OpenText, que obteve receita de 1 bilhão em 2011, e a Nuance Communications, com 1,3 bilhão de dólares.

De acordo com analistas do setor, o sucesso da Red Hat valida a ideia de que software de código aberto pode formar a base de um modelo viável de negócios.

Quando a Red Hat realizou seu IPO (oferta pública inicial), em 1999, a estratégia de ganhar dinheiro com software open source não era comprovada. Apesar de o software open source ser amplamente utilizado por acadêmicos e pessoas com perfil técnico, as corporações ainda mostravam cautela sobre o uso do modelo, citando temores de segurança e suporte. E os investidores se questionavam como uma empresa poderia ganhar dinheiro liberando o código-fonte de seu software sem nenhum custo.

Então, a companhia adotou a estratégia de liberar o código-fonte e cobrar taxas para suporte. Hoje, esse modelo é copiado – embora em menor escala – por uma gama de empresas de software de código aberto, como Eucalyptus (focada em cloud computing), Alfresco (de gerenciamento de conteúdo) e JasperSoft (Business Intelligence).

"A Red Hat é uma empresa bem gerida, e o desenvolvimento colaborativo está valendo a pena para todos no ecossistema", avalia Jim Zemlin, diretor-executivo da Linux Foundation. A empresa é uma das maiores contribuintes para o código-fonte Linux kernel, observa. "Esse compromisso com o desenvolvimento colaborativo é um dos ingredientes fundamentais para seu sucesso”, finaliza.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail