Home > Notícias

Redes 3G e WiMax devem impulsionar avanço da banda larga na AL

Expectativa da Pyramid Research é que total de assinantes da região passe de 48 milhões de assinantes no ano passado para 426 milhões em 2014

Redação do COMPUTERWORLD

14/04/2009 às 18h22

Foto:

A realização de leilões de espectro de 3G e WiMax na América Latina devem impulsionar o crescimento do número de assinantes de banda larga na região.

A expectativa da consultoria Pyramid Research é que a taxa de crescimento do total de usuários de acessos rápidos à internet passe de 9% em 2008 para 70% em 2014, devido à expansão dessas tecnologias.

A taxa de penetração de banda larga fixa na AL encerrou 2008 na casa de 5% - abaixo dos 6,5% da média mundial. Já a taxa de penetração do 3G é de 3,4%, contra 7,8% da média global.

A Pyramid Research prevê uma expansão da banda larga da América Latina de 48 milhões de assinantes no ano passado para 426 milhões em 2014, uma taxa de crescimento anual composta de 44%. A maior parte dos novos assinantes (87%) virão de plataformas móveis, como 3G e WiMax.

A consultoria acredita que acelerar os processos licitatórios para permitir o uso do espectro por 3G e WiMax pode ser a opção para fechar o gap tecnológico da região e injetar competitividade no mercado latino-americano.

Isso deverá provocar redução de preços e aumento da cobertura para áreas sem serviço, além de tornar disponível maior capacidade de banda para permitir a introdução de aplicações de internet mais robustas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail