Home > Notícias

Redes sociais: Apenas 27% dos usuários estão seguros, diz estudo

Pesquisa mostra que mais da metade dos usuários já foi alvo de golpes online e 47% já instalaram programas maliciosos nos PCs.

Carrie-Ann Skinner, da PC Advisor

27/08/2009 às 13h14

Foto:

Apenas 27% dos usuários de redes sociais, como o Facebook e o Twitter, estão protegidos contra ameaças online, disse a AVG, empresa que desenvolve antivírus e soluções de segurança para o mundo digital.

De acordo com o estudo “Bringing Social Security to the Online Community” (Trazendo Segurança Social à Comunidade Online, em tradução livre), conduzido em conjunto com a consultoria CMO Council, 64% dos usuários de redes sociais admitiram que dificilmente trocam suas senhas, enquanto apenas 43% mudam as configurações de segurança.

“À medida que as redes sociais crescem globalmente, as ameaças e vulnerabilidades começam a crescer proporcionalmente", disse Donovan Neal-May, diretor executivo da CMO Council. De acordo com a AVG, 21% dos usuários de redes sociais aceitam adicionar contatos de pessoas que eles não reconhecem, enquanto 26% trocam arquivos dentro das redes. Outros 64% afirmaram que clicam em links enviados por outros integrantes de redes sociais.

Como resultado dessas práticas, 20% dos usuários de redes sociais foram vítimas de roubo de identidade, enquanto 55% foram alvos de golpes online e 47% foram enganados e instalaram programas maliciosos em seus computadores.

“Mesmo sabendo dos riscos, os usuários continuam falhando ao tomar cuidados básicos para se protegerem. Isso representa um desafio interessante paras empresas de segurança que estão trabalhando para criar um comunidade virtual segura”, disse Siobhan MacDermott, diretor de políticas públicas, comunicação e relações com investidores da AVG Technologies.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail