Home > Notícias

Região de conflito entre Índia e China tem mapas diferentes no Google

Empresa utiliza as marcações definidas por cada país nas respectivas regiões.

IDG News Service

23/10/2009 às 9h18

Foto:

O gigante da internet Google encontrou um meio de resolver a confusão em relação ao modo como os mapas da China e Índia mostram o Arunachal Pradesh, região disputada por ambos os países. A solução foi criar versões diferentes dos mapas, cada uma seguindo a denominação dada pelo governo de cada país.

A versão Chinesa do Google Maps mostra partes do Arunachal Pradesh como parte do território chinês. Já a versão indiana marca a região como território da Índia. Ambas os modelos diferem da versão global do software, que mostra o local como território disputado, com linhas quebradas no mapa.

Em agosto deste ano, o Google Earth foi fortemente criticado pela Índia, que o  descreveu como “uso equivocado de marcações chinesas em Arunachal Pradesh, estado oriental administrado pela Índia”.

Os produtos do Google que representam o local utilizam a posição oficial do país na área, afirmou uma assessora da empresa em uma declaração via e-mail. A versão indiana do Google Maps representa a posição oficial dada pelo governo da Índia, completou ela.

Quanto à versão global do site principal do Google Maps, a assessora afirmou que é um procedimento padrão da empresa mostrar todas as regiões disputadas do mundo com uma visão geral. Isso não afirma que o local é de domínio de um dos lados, mas apenas fornece informação completa sobre a situação geopolítica para os usuários.

O serviço de mapas aplica a mesma polícia para a questão de Jammu e Kashmir, um território disputado pela Índia e o Paquistão. A versão global do Google Maps mostra a região como território disputado, enquanto a versão indiana a mostra como parte da Índia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail