Home > Notícias

Reino Unido pode colocar redes sociais na grade de escolas primárias

Proposta de reforma curricular sugere que crianças tenham conhecimentos de mídia social, podcasts e digitação.

Redação do IDG Now!

25/03/2009 às 17h12

Foto:

Conhecimentos de Twitter e Wikipedia podem começar a fazer parte do currículo em escolas primárias no Reino Unido, revela uma nova proposta de reforma curricular à qual o jornal britânico The Guardian teve acesso.

Além dos conhecimentos sobre o microblog e a enciclopédia aberta online, a proposta deve dar mais liberdade para que os educadores decidam em quais assuntos os jovens alunos devem se concentrar durante as aulas.

O projeto foi elaborado por Sir Jim Rose, ex-diretor da Ofsted, entidade que inspeciona a qualidade do ensino em creches e escolas primárias no Reino Unido. Rose foi indicado por ministros britânicos para fazer uma revisão geral no currículo do ensino primário e a proposta deve ser publicada em abril.

De acordo com o rascunho do projeto, seis áreas de aprendizado são sugeridas para substituir as 13 atuais. A proposta indica, por exemplo, que "as crianças devem deixar o ensino primário familiarizadas com blogs, podcasts, a Wikipedia e o Twitter como fontes de informação e meios de comunicação. Elas devem ganhar 'fluência' em escrita manual e digitação, aprender a usar um corretor ortográfico e a soletrar palavras.”

O vazamento do rascunho do projeto gerou represálias por parte de sindicatos de professores, que alegam não terem sido consultados para a elaboração da proposta, bem como de especialistas que tiveram um prazo de três dias para apresentarem um parecer sobre o projeto.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail