Home > Notícias

Rejeição de aplicativos gera boicote contra o iPhone

Política de restrição na App Store, que visa os interesses da Apple (como no caso do Gloogle Voice), pode afastar desenvolvedores e consumidores

Dan Moren, da Macworld/EUA

03/08/2009 às 13h18

Foto:

Talvez a Apple, AT&T e até mesmo o Google não esperassem tanta repercussão sobre a rejeição do aplicativo Google Voice pela App Store, a loja online de programas da Apple. Steve Frank, co-fundador da respeitada desenvolvedora de programas Mac Panic Software, escreveu em seu blog que pensa em trocar o iPhone pelo Palm Pre para uso pessoal.

O renomado jornalista Michael Arrington, fundador do Tech Crunch - importante blog americano de tecnologia – também decidiu largar o iPhone por causa da questão do Google Voice.

Mas não são todos que estão tomando essa decisão, digamos, radical. Os analistas de tecnologia Michael Gartenberg e Ross Rubin acham que isso será discutido apenas entre figurões da área de tecnologia e não vai afetar em nada a venda do iPhone para o usuário comum (especialmente para aqueles que nunca ouviram falar do Google Voice), pelo menos por enquanto.

O efeito dessa proibição poderá chegar a longo prazo, já que usuários mais avançados (e engajados) podem escolher outro smartphone na hora de trocar de aparelho, além de influenciar na compra dos celulares de amigos e familiares, aumentando a fatia das pessoas que não usariam mais o iPhone.

O foco da Apple em querer transformar a App Store em uma máquina de fazer dinheiro está impedindo alguns bons desenvolvedores de criar aplicativos revolucionários. A estratégia da Apple está apenas em mostrar para seus clientes a quantidade de aplicativos disponíveis e quantos foram vendidos. A empresa está se preocupando mais em quantidade do que com qualidade. Para tempos de crise como o que estamos vivendo hoje, a Apple precisa pensar mais em como agradar seus clientes e não apenas em como fazer dinheiro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail