Home > Notícias

Repórter da Reuters é agredido ao investigar “fábrica de iPhone 4G”

Unidade da Foxconn na China, que produz equipamentos para Apple, já teve o suicídio de um funcionário, que estaria envolvido no projeto

Redação da Macworld Brasil

19/02/2010 às 11h37

Foto:

As coisas não são fáceis na fábrica da Foxconn, empresa que fabrica produtos como iPod e iPhone para Apple, localizada na China. No ano passado, um funcionário da empresa morreu (teria cometido suicídio) depois que um suposto lote da nova versão do chamado iPhone 4G teve uma peça perdida (ou roubada).

Agora, um jornalista da Reuters foi agredido por guardas do lado de fora da fábrica da empresa. Segundo a agência de notícias, ele tinha recebido a informação sobre a produção de novos produtos para a Apple e foi investigar a fábrica, localizada em Guanlan.

Ao tentar tirar fotos do lado de fora da unidade, um segurança gritou com ele, que continuou tirando fotos, até ele entrar no táxi e tentar ir embora. O segurança bloqueou o veículo, sacou a arma e tentou levá-lo. Ele acabou sendo agredido com chutes e socos por pelo menos duas pessoas, até que a polícia foi chamada.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail