Home > Dicas

Resolva mais problemas do iPhone 3G

O que fazer quando tudo dá errado com o software 2.0 do iPhone (e do iPod touch também). Veja quatro dicas rápidas.

Rob Griffiths, Macworld/EUA

19/08/2008 às 18h09

Foto:

Do ponto de vista do usuário, o iPhone usa um ambiente muito fechado, diferente do Mac OS X. Tudo que você vê no telefone aparece quando você o liga, e não é possível interagir diretamente com o sistema de qualquer jeito, a não ser pelas telas de configuração do próprio iPhone. E quando você coloca o aparelho no dock para sincronizar dados, ele só pode ser acessado pelo iTunes (ou pelo iPhoto, para sincronia de fotos).

Quando tudo funciona - como ocorreu basicamente com todo mundo que teve a primeira geração do iPhone com o firmware em versão 1.x - isso é uma boa notícia. Como usuário, você não quer saber muitos detalhes se não surgem problemas. Conecte o iPhone, sincronize e pronto. Mas e quando tudo vai errado? Um bom exemplo: quando você usa o firmware 2.0 do iPhone. Já falamos anteriormente sobre os problemas de travamento do iPhone, e agora vamos um pouco além no tema.

>>>Leia também:
Resolva mais problemas do iPhone 3G
iMac 10 anos: o computador que mudou o mundo
10 questões sobre o iPhone no Brasil
TubeTV faz downloads do YouTube

A falha fatal
Muitos usuários já tiveram problemas desastrosos com a versão 2.x do software. No meu caso, meu telefone atingiu um estado que nem mostra mais o logotipo da Apple quando liga. Isso acontece tipicamente quando você atualiza um aplicativo - seja pelo iTunes ou pelo iPhone. Durante o processo, o iPhone irá reinicializar espontaneamente, e travar durante o processo, mostrando apenas o logotipo da Apple. Em um dos casos, minha tela ficou assim por quatro horas, só para verificar se era um problema mesmo - e era. E vários conhecidos tiveram o mesmo problema.
   
iphone-restore-internaInfelizmente, se esse problema atingir seu iPhone, não há muito o que fazer se você só vê o logotipo da Apple. A única solução é restaurar o iPhone por completo. Pressione o botão Home, conecte o cabo USB ao computador e você irá ver a tela especial mostrada ao lado - aí então você solta o botão Home.

O iTunes vai mostrar que encontrou um telefone em modo de recuperação, e aí dá para começar o longo processo de restauração. Primeiro, o iTunes irá reinstalar o sistema operacional mais atualizado, depois restaura os aplicativos (incluindo os dados que foram gerados neles) do último backup e, finalmente, sincronizar músicas, fotos, vídeos e outros dados de volta.

Um caso curioso: se acontecer de o iPhone travar mas você tem fotos que quer sincronizar com o iPhoto, o aparelho permite sincronizar as fotos, mesmo com o telefone travado no logo da Apple. Isso significa que o telefone funciona - até certo nível - mas com uma interface de usuário quase inútil.

Um iPhone travado na inicialização é, por enquanto, o bug mais chato do software 2.0. Até achei que o update para a versão 2.0.1 resolveria o problema, mas parece que não.

Resolvendo outros problemas
Existem outros pequenos problemas nos telefones que rodam o software 2.0.x do iPhone. Às vezes, os aplicativos abrem, depois fecham imediatamente. Ou nem abrem. Ou sua bateria vai embora mais rápido que você imaginava. Ou ainda podem acontecer problemas de lentidão no iPhone, com cada toque na tela levando um ou dois segundos para responder.

Então, o que fazer se esses problemas atingem seu iPhone (ou o iPod touch, afinal)? A resposta rápida é "não muita coisa". Como o sistema é fechado ao acesso do usuário final, a maioria dos métodos tradicionais de resolução de problemas não se aplica - não dá para mandar para a lixeira as configurações de preferências de um programa, por exemplo. Se um dos programas padrão do iPhone travar, não dá para reinstalar - já que a Apple não fornece instaladores para aplicativos como o Mobile Safari, por exemplo.

A boa notícia é a lista de coisas rápidas que você pode fazer para tentar resolver os problemas. Ela não é definitiva, mas mostra o básico a verificar quando o iPhone ou o iPod touch teimam em travar.

1) Reinicie o iPhone. Pressione e seguro botão de ligar até aparecer a tela "slide to power off", e desligue o aparelho. Aguarde um pouco e ligue de novo. Isso costuma resolver problemas de consumo excessivo de bateria e de lentidão no iPhone. Leva um minuto, no máximo, para reinicializar o iPhone, e é a coisa mais rápida para fazer.

2) Reinstale o aplicativo.
Se algum aplicativo estiver com problemas, tente reinstalar o programa. Primeiro, apague-o do iPhone ao tocar e segurar no ícone do software, e depois clicar no botão "x" para apagar. No iTunes, faça o download novamente do programa (se você pagou por ele, pode baixar novamente sem custos) e sincronize o telefone, instalando a nova cópia do aplicativo. Alerta: todos os dados que você salvou no programa - textos, níveis do game - serão perdidos.

3) Restaure o iPhone, incluindo o seu backup.
Infelizmente, essa solução dolorosa acaba sendo a técnica mais comum para resolver problemas. Se você tiver problemas com diversos aplicativos ou os programas da Apple, ou nenhum dos passos anteriores resolveu seu problema, uma restauração faz parte do seu futuro. Antes disso (como explicado acima), entretanto, sincronize o iPhone e rode um backup completo (assumindo que o iPhone está em estado ainda utilizável). Desse modo, pelo menos, você ainda consegue salvar seus dados armazenados nos programas. E depois de restaurar o software, o iTunes vai oferecer a opção de restaurar a partir do backup.

4) Restaure o iPhone a partir do zero.
Se você tentar o método acima e continuar com problemas, a solução é a mais dolorosa possível. Restaure o aparelho como descrito acima, mas não restaure o backup. Talvez um dos arquivos no backup esteja corrompido, e isso esteja causando os problemas. Em vez de restaurar o backup, diga para o iTunes tratar o iPhone como um novo aparelho. Dê um nome, reinstale os programas do zero e sincronize músicas, vídeos e outros conteúdos. Desse modo, o iPhone fica com as configurações de fábrica, e representa suas melhores chances de estabilidade - pelo menos por enquanto.

Essas são as soluções para os problemas atuais do iPhone. Assim que aprendermos mais sobre a plataforma 2.0 - e saírem novos updates - esperamos ampliar nossa capacidade de lidar com esses problemas.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail