Home > Notícias

Restrições à virtualização do Vista são retiradas pela MS

Medida permite que versões Home Basic e Home Premium rodem em equipamentos virtuais para evitar novas ações antitruste.

Por Computerworld/EUA

11/03/2008 às 12h14

Foto:

A Microsoft anunciou na segunda-feira (10/03) que retirou a proibição de que versões populares do Vista rodem em equipamentos virtuais. De acordo com um documento emitido por uma corte norte-americana, a proibição foi suspensa em razão de denúncias feitas por órgãos reguladores.

Um documento divulgado pela juíza distrital Colleen Kollar-Kotelly afirma que a Microsoft mudou seus contratos de licença para usuários finais (do inglês EULA - End-User Licensing Agreements) do Vista Home Basic e do Vista Home Premium por pressão da Phoenix Technologies.

Mais sobre Windows:
>Especial: tudo sobre o Windows Vista
>Saiba quais são os recursos do Vista
>Conheça a história do Windows
>Vista versus XP: compare
> Semelhanças do Vista e do Mac OS

A desenvolvedora do firmware (BIOS) vendido a grandes fabricantes de PCs fez uma solicitação, em novembro de 2007, argumentando que a Microsoft deveria abrir as versões mais enxutas do Vista à virtualização.

O relatório da juíza aponta que a “Phoenix, que recentemente anunciou uma solução de virtualização, acusou as restrições impostas pelo contrato de licença da Microsoft de impedir a inclusão dos softwares em novos PCs e não permitir que os usuários utilizassem as soluções de virtualização fornecidas por ela e por outras companhias”.

O relatório não citou a solução desenvolvida pela Phoenix, mas se referiu ao HyperSpace, tecnologia desenvolvida pela Milpitas e lançada em novembro do ano passado. O HyperSpace embute um hipervisor baseado em Linux na BIOS dos computadores, permitindo que um software aberto rode sem necessidade de boot no Windows.
++++
Um pouco mais de dois meses depois de a Phoenix registrar sua reclamação, a Microsoft fez a mudança. Diz o relatório que “ depois de algumas discussões internas, a Microsoft concordou em remover as restrições de sua licença”.

De fato, a Microsoft fez as mudanças no dia 22 de janeiro, algumas semanas antes da divulgação do relatório. Na ocasião, não havia porta-vozes disponíveis para explicar porque a companhia havia decidido fazer as mudanças.

Em um post colocado no blog da equipe do Vista, naquele dia, Shanen Boettcher, gerente geral de produtos de gerenciamento Windows, mencionou as novas regras, dizendo que “ao modificar a licença de virtualização no Vista Home Basic, estendemos os direitos de virtualização a todas as versões do Windows”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail