Home > Notícias

Review: Coraline para Wii

Visual e áudio excelentes não conseguem salvar a obra de Neil Gaiman do gameplay enfadonho.

Redação da GamePro / EUA

10/02/2009 às 18h28

Caroline_370.jpg
Foto:

coraline_2

Coraline, animação dirigida por Henry Selick (de O Estranho Mundo de Jack) e adaptada da obra de Neil Gaiman, chega ao Wii com sonorização e visual impecáveis, mas com jogabilidade ruim.

Os pontos fortes do game, imagem e áudio, vão confortar a maioria dos fãs, já que Coraline está muito semelhante à sua versão das telonas. Os ambientes também foram bem representados, invocando as localidades do filme.

coraline_1

O mundo real de Coraline é escuro e triste, contrastando com o vibrante e bizarro mundo alternativo. As atuações de voz e apresentações são muito fiéis ao filme, costurando a história entre um nível e outro.

Mas um outro aspecto do game, a jogabilidade, não acompanhou a grandeza do visual. Não que tenha se tornado ruim ou um problema, mas é simples e não apresenta nada de novo.

Mesmo com a decepção no gameplay, ainda agravada pelas inúmeras possibilidades que o controle do Wii oferece, o jogo possui um bom número de missões pequenas e quests.

coraline_3

Os fãs ficarão contentes em controlar a pequena heroína no game, mas logo se lembrarão que o filme e o livro de Gaiman são infinitamente mais prazerosos.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail