Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Imagem de fundo do header
A visão da Razer HyperSense para jogos de PC hápticos sacode o futuro
Home  >  Review
REVIEW

A visão da Razer HyperSense para jogos de PC hápticos sacode o futuro

Preview: A tecnologia de retorno tátil criada pela Razer funciona mesmo sem ajustes especiais no software, em músicas ou tiros, bombas e explosões

Hayden Dingman, PC World (EUA)

Foto: Razer/Divulgação

O retorno háptico (do inglês haptics, ou tátil) é o único recurso que sinto falta quando jogo no PC. Eu adoro um mouse e teclado, mas algumas vezes prefiro jogar com o controle do Xbox One, só para sentir os efeitos de tremor. Não é uma versão muito sofisticada do feedback tátil, mas, no entanto, agrega densidade ao barulho das armas, motores e o som das explosões - todos esses pequenos toques que você não percebe até eles ficam ausentes.

Ninguém conseguiu fazer haptics funcionar bem no PC. No entanto, a Razer adora um bom truque e, nesse espírito, decidiu ser a empresa que vai nos libertar desse mundo de games sem tremores e agitos táteis. Bom, a Razer e um grupo de parceiros, incluindo a Lofelt e Subpac.

No ano passado tivemos um vislumbre do futuro da Razer com o headset Nari Ultimate. Eu admito, eu achava que o Nari Ultimate fosse só um truque bobo. Mas ele é um fone de ouvido que literalmente vibra seu crânio junto com os efeitos de som de baixa frequência de músicas ou jogos. O que o faz funcionar melhor do que a concorrência? Precisão, principalmente. Projetados pela Lofelt, os efeitos hápticos do Nari Ultimate são sutis e suaves.

Nari Ultimate

 

Chamados de "HyperSense", os haptics operam em toda a gama de baixa frequência de 20Hz a 200Hz, e também processam sons em estéreo. Isso significa que você recebe camadas de retorno háptico. Na música você não sente apenas a bateria, o sintetizador ou o baixo isolados. Você sente todos os três ao mesmo tempo. Talvez o baixo do seu lado direito, o sintetizador da esquerda e a bateria em ambos os lados.

Jogando Battlefield, um tanque movendo-se da esquerda para a direita se move em sincronia com os haptics do Nari Ultimate, enquanto todas as explosões ou pancadas de bala perdidas são acompanhadas por uma batida mais curta.É uma das implementações hápticas mais avançadas e prontas para o consumidor com as quais já brinquei.

Na semana passada, na CES 2019 em Las Vegas, a Razer exibiu um conjunto completo de periféricos de PC habilitados para háptico com HyperSense. A configuração consistia no headset Razer Nari Ultimate, uma cadeira habilitada para háptico da Subpac, e um mouse e apoio de pulso hápticos, construído pela Lofelt.

O descanso de pulso vibra para sinalizar movimento da esquerda, enquanto o mouse vibra para simular o movimento da mão direita, além do retorno da arma tradicional. Em seguida, o subwoofer de cadeira lida com eventos que acontecem atrás nas cenas, além de quaisquer impactos de grande escala (ou seja, explosões). É assim que os hápticos no PC devem ser.

Esta não é a primeira vez que essas ideias foram exploradas. Subpac é um produto estabelecido, ainda que de nicho, e a SteelSeries fabrica alguns mouses com capacidade para tremores, o Rival 500 e o Rival 710. Mas a principal diferença? HyperSense, novamente.

Futuro Háptico

Quando analisei o Rival 500, minha principal reclamação era que suas capacidades hápticas dependiam da integração com o desenvolvedor - e, na época, essa lista de compatibilidade consistia em aproximadamente cinco jogos.

Já a HyperSense é plug-and-play. Ela simplesmente lê o range de baixa frequência e tenta emular o que "ouve". Nem sempre é 100% exata, mas a vantagem é que funciona com todos os jogos, todos os filmes, todas as músicas diretamente da caixa. Assim, cabe aos fabricantes de hardware simplesmente adicionar compatibilidade para o HyperSense, sem precisar faze-lo para todos os jogos e programas individuais.

Os protótipos de mouse e descanso de pulso da Lofelt são projetados para funcionar com o sistema, o Subpac funciona com o sistema e tenho certeza de que veremos mais parceiros no futuro.A Razer acrescenta que os desenvolvedores de jogos podem vincular o HyperSense em seus jogos de uma forma mais personalizada.

Diz o anúncio oficial da Razer que "o HyperSense é capaz de uma experiência imersiva mais distinta e poderosa através de integrações de desenvolvedores de jogos que conectam eventos de jogos específicos, filas de áudio e mecânicas de jogos a haptics de alta definição capazes de reproduzir uma variedade mais ampla de vibrações".

Na minha opinião, os desenvolvedores não precisam fazer isso para que, mesmo assim, seja possível sentir os efeitos hápticos se você tiver, em um futuro hipotético, um estrondoso headset Razer, um mouse Corsair bacana e apoio de pulso da Cooler Master, porque eles vão usar a lógica de responder às saídas de som de baixa frequência.

No momento, a Razer aparece muito à frente da concorrência nesse quesito. Como eu disse, eles adoram um bom truque na Razer, e o retorno tátil é tradicionalmente visto nessa categoria no PC. Mas truque ou não, o HyperSense merece uma avaliação honesta. O retorno háptico agrega muito à experiência de jogo quando feito da maneira correta. E se a Razer conseguir um ecossistema háptico abrangente eu vou ser o primeiro da fila, emocionado como se tivesse visto pela primeira vez uma foto em Polaroid.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site