Imagem de fundo do header
Acer Aspire S3-951: um Ultrabook com pouco fôlego
Home  >  Review
REVIEW

Acer Aspire S3-951: um Ultrabook com pouco fôlego

Portátil é fino e leve, mas baixa autonomia de bateria e problemas no design irão incomodar os usuários.

Rafael Rigues, PC World Brasil

Foto:

O Acer Aspire S3 é um dos primeiros “Ultrabooks” - definidos pela Intel como portáteis finos e leves, com o desempenho de um notebook tradicional e longa autonomia de bateria - a chegar ao mercado nacional, junto com modelos da ASUS (a linha Zenbook) e HP. Já publicamos um review de uma versão do Aspire S3 vendida nos EUA, com processador Intel Core i5. Mas temos à venda no Brasil um modelo “de entrada” (S3-951-6610) com processador Core i3 e preço mais acessível (cerca de R$ 2.799), então resolvemos trazê-lo para nossa bancada.

aspires3_geral-360px.jpg
Acer Aspire S3-951: 1,4 Kg e apenas 18mm de espessura

Vamos logo ao que mais interessa, a autonomia de bateria: em nosso teste prático não consegui passar das 3 horas e meia, tanto no perfil Equilibrado (brilho da tela a 50%) quando no perfil Economia de Energia (brilho a 30%). Em ambos os casos passei o tempo conectado à internet via Wi-Fi, navegando na web com uma dúzia de abas no Chrome e ouvindo música via streaming com o VLC.

Esperava mais de um Ultrabook, especialmente em comparação ao MacBook Air, que os inspirou: um Air com tela de 13” e processador dual-core Core i5 a 1.6 GHz passa das 5 horas de uso real. O Aspire S3 tem tela de 13” mas processador dual-core Core i3 a 1.4 Ghz (com 4 GB de RAM), de desempenho inferior. Talvez o vilão seja o disco: o Air usa um SSD de 128 ou 256 GB, enquanto o S3 usa um HD convencional de 320 GB. Os SSDs são mais rápidos e consomem menos energia, mas durante os testes não executei nenhuma tarefa que pudesse exigir demais do disco e afetar os resultados.

O design, cinza e em forma de cunha, lembra o MacBook Air. O exterior é metálico, mas o interior (moldura da tela e apoio de pulso) é feito em plástico. O S3 é fino e leve, com 18 mm de espessura na parte mais grossa e peso de 1,4 Kg. Por causa disso não há espaço para um drive óptico, como na maioria dos Ultrabooks, nem porta Ethernet para conexão a redes cabeadas.

aspires3_portas-360px.jpg

Portas USB, HDMI e conector de força estão mal-posicionadas

Com exceção do conector de fone de ouvido e leitor de cartões SD (nas laterais) todas as portas (HDMI, 2 portas USB, conector de força) ficam atrás da tela, o que é horrível. Para fazer algo simples como plugar um pendrive é necessário interromper o trabalho, baixar a tampa e se curvar para enxergar a porta. Imperdoável.

É necesssário um tempo para se acostumar ao teclado: não só o layout é incomum, com algumas teclas literalmente “coladas” às outras, como o teclado é “raso”: as teclas se movem pouco quando pressionadas, o que ocasiona mais erros de digitação que o normal.

Uma das características dos Ultrabooks é o boot rápido: o Aspire S3 levou 55 segundos para um boot “frio” até o desktop completo, mas apenas 1 segundo para “acordar” do modo de suspensão (no qual pode ficar dias, consumindo muito pouco de bateria), o que é muito bom. O processador Core i3 tem poder de sobra para todas as tarefas do dia-a-dia, embora você não vá usá-lo para editar imagens ou vídeo profissionalmente.

aspires3_teclado-360px.jpg
Teclado é raso e tem teclas em posição incomum ou pequenas demais (em vermelho). Clique para ampliar

Infelizmente o chipset Intel HD Graphics 3000 não dá conta de jogos: consegui 20 quadros por segundo (FPS) em média no jogo DiRT 2, na resolução de 1280 x 720 pixels (HD), perfil gráfico em Ultra Low e Anti-Aliasing desabilitado. Abaixo dos 30 FPS mínimos para que seja “jogável”. Neste teste descobri que o Aspire S3 esquenta demais: a borda esquerda do teclado, próximo à tecla Tab, chegou a 43.3 graus, o que é desconfortável.

A Intel tem grandes expectativas para os Ultrabooks, mas o Aspire S3-951 desaponta. A bateria fraca, erros de design e alto preço com certeza irão incomodar os usuários, que podem não entender onde está o “Ultra” do nome. Se você procura um portátil fino e leve, recomendo esperar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site