Imagem de fundo do header
AntiVirus 1.0 é opção gratuita para proteger o Mac
Home  >  Review
REVIEW

AntiVirus 1.0 é opção gratuita para proteger o Mac

Software combate pragas virtuais específicas para os computadores da Apple, consome poucos recursos e é rápido na verificação de ameaças

Scott McNulty, Macworld/EUA

ivirus-thumb.jpg
Foto:

Avaliar softwares de antivírus para o Mac pode ser uma tarefa tão ingrata quanto corrigir a ortografia de e-mails: ninguém quer saber dele, mas há um valor no exercício. Afinal, não houve grandes vírus ou surtos de malware para o Mac OS X desde que foi apresentado em março de 2001 (fato surpreendente, na verdade).

Esse tipo de dado leva muitos usuários de Mac a desprezarem os programas de proteção. A maioria dos fabricantes de softwares antivírus tenta contornar esse fato afirmando que seus produtos fazem mais do que simplesmente buscar uma ameaça específica para Mac. Eles também buscam vírus de Windows, impedindo que você passe para seus amigos que usam o sistema da Microsoft uma praga virtual que você nem sabe que tem. E alguns também protegem o internauta de sites de phishing.

>Acompanhe a Macworld Brasil no Twitter

Já o iAntiVirus 1.0, da PC Tools, tem uma abordagem diferente: seu banco de dados de ameaças contém apenas assinaturas de pragas conhecidas específicas de Mac, embora a ferramenta de varredura seja capaz de rastrear ameaças de PC muito bem. Essa escolha foi feita para que o software fosse leve. Com isso, seu banco de dados é pequeno, e ele rastreia muitos arquivos rapidamente. O iAntiVirus levou pouco mais de uma hora para varrer dois discos num Mac Pro, um total de 830 GB de dados.

ivirus300

iAntiVirus 1.0: ferramenta da PC Tools é gratuita para o uso doméstico

iAntiVirus oferece três modos de exame: Rápido, Normal e Personalizado. A varredura rápida rastreia apenas algumas áreas do HD de seu Mac (as que costumam ter vírus). O modo normal de varredura demora mais, mas é muito mais abrangente. Se você tem um determinado conjunto de pastas que  deseja examinar, então o modo Personalizado é o qual você deve escolher. Arquivos compactados (zip, por exemplo) podem ser checados também.

O usuário pode agendar o iAntiVirus para varrer seu Mac uma vez por semana, por dia ou nunca (a instalação de atualizações tanto para base de vacinas de  vírus quanto para o software podem ser programadas também, com as mesmas opções).

Para completar os três tipos de varreduras, há a  IntelliGuard Real-Time Protection, que roda em segundo plano, protegendo seu Mac de arquivos nocivos. Quando o IntelliGuard encontra um arquivo suspeito, uma janela de pop-up com alerta sonoro aparece no canto superior direito da tela do seu Mac, informando o que o iAntiVirus encontrou e quais as medidas foram tomadas.
 
Alguns programas antivírus tentam limpar arquivos infectados e deixá-los onde estão, mas o iAntiVirus coloca qualquer arquivo suspeito de ser malicioso em Quarentena. Nessa área você pode escolher entre apagar o arquivo do disco ou restaurá-lo, caso ache que ele foi marcado por engano. Quando um arquivo está em Quarentena, ele é incapaz de causar qualquer impacto negativo ao seu Mac, portanto, enquanto ele não é apagado permanentemente, é colocado em um lugar onde não pode causar problemas.
 
O iAntiVirus também mantém um registro das suas próprias atividades, indo do download das atualizações até os arquivos em quarentena. O usuário pode acessar esse relatório clicando na guia Histórico, nas preferências do iAntiVirus. É possível, também, classificar os registros por data ou por ordem alfabética, com descrição detalhada.
 
Um programa antivírus é tão bom quanto suas definições de identificação de ameaças. Se elas estão desatualizadas, então o programa antivírus não tem idéia de como identificar arquivos maliciosos. O iAntiVirus tem um recurso chamado Smart Update, que é utilizado para manter tanto a aplicação como as definições do banco de dados atualizadas. Dado que o iAntiVirus somente mantém registro de malwares específicos de Mac, a base é muito pequena, embora a empresa afirme que leva, no máximo, dois dias para obter uma nova vacina para ameaça. Neste momento, o banco tem 102 entradas, sendo que deste número alguns são vírus e muitos outros são amostras de conceito – vírus que as pessoas criaram apenas para mostrar que eles são possíveis –, pragas que não foram disseminadas em larga escala.

O aspecto mais atraente do iAntiVirus é o preço: ele é grátis para uso pessoal, apesar do uso comercial custar US$ 30 por licença, o que garante também suporte 24/7. A interface e a velocidade excedem a do programa ClamXav (tornando-o uma alternativa ao produto open source) – apesar de o  ClamXav proteger contra malwares de Mac e Windows).

O iAntiVirus 1.0 deixa claro que tem limitações. Se você está mais preocupado com as ameaças específicas para Mac pessoal do que com a chance de contaminar com vírus seus amigos usuários do Windows, vale a pena instalar o iAntiVirus. Ele é gratuito, varre muitos arquivos rapidamente e não consome muito recurso.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site