Imagem de fundo do header
BitDefender Internet Security 2009 tem boa proteção por um bom preço
Home  >  Review
REVIEW

BitDefender Internet Security 2009 tem boa proteção por um bom preço

Pacote de segurança tem equilíbrio razoável entre desempenho e preço. Mas usuário deve levar em conta sua interface problemática.

Erik Larkin, da PC World / EUA

Foto:

O BitDefender Internet Security 2009 ganhou um respeitável segundo lugar no concurso de melhores pacotes pagos de proteção feito pela PC World (EUA). Seu preço relativamente baixo contou muito a favor – R$ 134,00 (3 licenças) – assim como seu desempenho nos rígidos testes de proteção heurística, que simulam a capacidade de detectar malwares novos e desconhecidos.

Mas, apesar de o BitDefender ter melhorado com relação a alguns problemas que afetavam as versões anteriores do pacote, a edição 2009 ainda tem arestas a aparar.

No que diz respeito à detecção de malware, a suíte se saiu razoavelmente bem, pegando 97,3% dos cavalos de troia, bots e outras ameaças da amostra da AV-Test.org., o que o deixou em quarto lugar.

bitdefender_350

Mas o pacote se saiu melhor do que todos os seus rivais nos testes pró-ativos com arquivos de assinaturas desatualizadas em duas semanas: ele localizou 55% dos malwares, superado somente pela suíte da Avira.

Esta pechincha de pacote deu apenas um alerta falso-positivo, e acabou com os rootkits – um tipo de software clandestino usado para esconder outros malwares. O BitDefender detectou e eliminou todas as amostras ativas e inativas de programas clandestinos da AV-Test.org.

Leia também: 
> Novato, Webroot Essentials tem falhas e fraca detecção de malwares
> Norton 2009 é a melhor suíte integrada, apesar das falhas
> Panda 2009 tem bons extras, mas peca na detecção de malwares
> McAfee Internet Security 2009 peca ao lidar com malwares
> Desempenho do Kaspersky 2009 não justifica preço tão elevado
> Suíte 2009 da Trend Micro falha no básico: detecção de malwares
> Com boas ferramentas, F-Secure 2009 apresenta detecção menos potente
> Avira é técnico demais, mas tem a melhor taxa de detecção de malwares

O software também foi bem ao limpar infecções já existentes de malwares, eliminando com sucesso todos os arquivos para cada infecção, com exceção de uma.

A nova versão do BitDefender trouxe alguns recursos bons e úteis. Por exemplo, logo após a instalação, ele avisou que nosso laptop de testes estava utilizando uma rede sem fio não-criptografada. O pacote também consegue reconhecer quando você espeta algum dispositivo de armazenamento removível – como um pen drive – perguntando se você quer escaneá-lo.

Caso a mensagem em pop-up irrite, é só marcar a opção de impedir que o BitDefender a mostre novamente – mas nós gostamos de ter sempre essa opção.

Mas, em compensação, há também alguns problemas. Apesar de o firewall do BitDefender se abster de ficar perguntando toda hora sobre permissão de acesso à Internet para aplicativos conhecidos, nós recebemos um alerta sobre um programa menos famoso, o software de FTP FileZilla.

Além disso, encontramos algo que pareceu ser um bug: o Centro de Segurança do Windows acusava o pacote de estar desatualizado, apesar de um update ter sido realizado 40 minutos antes; uma reinicialização resolveu o alarme falso.

O BitDefender vem também com um detector de vulnerabilidade muito útil, que consegue identificar patches ainda não baixados para Windows e aplicativos em geral. No entanto, a empresa parece não atualizar a lista de versões dos softwares com a precisão que deveria ter.

bitdefender_350b

A ferramenta apontou corretamente para a versão 3.0.4 do Firefox instalada, mas afirmou que a mais recente disponível era a edição 3.0.1. Ou seja, provavelmente nós não teríamos sido avisados se nosso navegador estivesse desatualizado.

Um extenso recurso de controle dos pais oferece opções para restringir acesso a websites e programas instalados, além de ficar de olho em determinadas palavras-chave em páginas web e mensagens de e-mail – ou ainda negar conversa por mensagens instantâneas com certos contatos.

Em nossos testes, tentamos baixar o Zando adware, e o controle dos pais impediu que o navegador fizesse o download, mas não nos avisou que estava fazendo esse bloqueio.

Esse tipo de deslize podia ter causado confusão. Quando desligamos esse recurso de controle, a proteção normal do pacote não permitiu que o arquivo fosse salvo no HD – mostrando a pop-up esperada.

Se o que você quer é uma boa proteção, mas que não machuque seu bolso (e está disposto a passar por cima de alguns pequenos problemas) o BitDefender pode ser adequado para você.

Mas se você está disposto a gastar mais, o Norton Internet Security 2009, da Symantec – nosso pacote de segurança número 1 – provavelmente será uma melhor escolha.

Caso esteja em dúvida, a fabricante oferece uma versão de testes para download.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site