Imagem de fundo do header
BlackBerry mostra, mas ainda não lança, BlackBerry Z10 no Brasil
Home  >  Review
REVIEW

BlackBerry mostra, mas ainda não lança, BlackBerry Z10 no Brasil

Aparelho deve chegar ao país “ainda no primeiro semestre” e não tem preço definido, mas ele será compatível com o de outros aparelhos “top”.

Rafael Rigues

Foto:

A BlackBerry mostrou à imprensa brasileira na manhã desta quinta-feira seu mais novo smartphone, o BlackBerry Z10, primeiro modelo baseado no novo sistema operacional BlackBerry 10.

Mas quem esperava um anúncio oficial de lançamento ficou desapontado: executivos da empresa se limitaram a demonstrar recursos e dizer que o aparelho chega às lojas “ainda no primeiro semestre”, com um preço não informado mas “compatível com o de outros smartphones top”. Normalmente, estes aparelhos (como o Nokia Lumia 920 ou o Samsung Galaxy S III) chegam às lojas custando R$ 1.999, sem subsídios de operadora.

O BlackBerry 10 foi anunciado nos EUA em 30 de Janeiro e já está disponível no Reino Unido e Canadá. É um aparelho “full touch”, ou seja, sem teclado físico, com uma tela de 4.2”, processador dual-core de 1.5 GHz, 2 GB de RAM e 32 GB de memória interna, além de uma câmera traseira de 8 MP. 

blackberryz10_mao-360px.jpg
BlackBerry Z10

O modelo nacional será compatível com as frequências de 4G usadas no país e não haverá exclusividade de operadora: ele estará disponível em todas elas, e também em versão desbloqueada no varejo. Para os usuários há uma novidade interessante: será possível usar um plano de dados comum da operadora para acesso à internet, sem a necessidade de um plano especial para os BlackBerry via BlackBerry Internet Service (BIS), tracionalmente mais caro.

O sistema operacional BlackBerry 10 tem vários recursos interessantes, como uma central de mensagens (e-mail, mensagens instantâneas, notificações de redes sociais) integrada, uma câmera que captura várias fotos de uma só vez e permite corrigir piscadas e movimentos súbitos e um editor de vídeo integrado.

Mas talvez o mais interessante, para o mercado corporativo, seja a capacidade de  definir áreas distintas, uma “Pessoal” e uma de “Trabalho”, no sistema. A área de Trabalho pode ser completamente gerenciada pela empresa, que pode controlar que aplicativos serão instalados e usados, quais contas de e-mail podem ser acessadas, políticas de segurança e até o papel de parede usado. A área Pessoal fica sob total controle do usuário.

Por segurança não é possível transferir informações de uma área para outra, evitando o vazamento de informações. Para alternar entre os perfis, basta um gesto rápido sobre a tela, sem a necessidade de reiniciar o aparelho. Saiba mais sobre o sistema BlackBerry 10, e o smartphone BlackBerry Z10, em nosso review da versão norte-americana do aparelho.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site