Imagem de fundo do header
Com boas ferramentas, F-Secure 2009 apresenta detecção menos potente
Home  >  Review
REVIEW

Com boas ferramentas, F-Secure 2009 apresenta detecção menos potente

Suite de segurança faz um trabalho decente na proteção, mas outros pacotes integrados oferecem uma proteção mais forte

Erik Larkin, da PC World / EUA

f_secure_150.jpg
Foto:

f_secure_150.jpgO F-Secure Internet Security 2009 (99 reais, 3 licenças) ficou em um inexpressivo sétimo lugar nos nossos testes com nove suítes integradas de segurança pagas, como Norton, Kaspersky, BitDefender, Avira e McAfee.

Começou com uma fraca detecção de malware, e então decaiu ainda mais devido ao seu lento scan e a falta de ferramentas extras, como backup e antiphishing.

A interface razoavelmente intuitiva e fácil de usar, assim como seu menu de inicialização, não foram suficientes para superar as falhas. Ao contrário da maioria das suítes, a F-Secure emprega múltiplas ferramentas de scan: uma própria e duas outras licenciadas pela Kaspersky e Norman.

Além disso, é uma das poucas suítes que introduziu uma varredyra baseada na internet: a ferramenta The DeepGuard 2.0 envia a assinatura de um arquivo suspeito de malware para os servidores da F-Secure, onde ele é verificado com o grande e atualizado banco de dados que contém informações sobre arquivos maliciosos.

Leia também: 
> Novato, Webroot Essentials tem falhas e fraca detecção de malwares
> Norton 2009 é a melhor suíte integrada, apesar das falhas
> Panda 2009 tem bons extras, mas peca na detecção de malwares
> McAfee Internet Security 2009 peca ao lidar com malwares
> Desempenho do Kaspersky 2009 não justifica preço tão elevado
> Suíte 2009 da Trend Micro falha no básico: detecção de malwares
> BitDefender 2009 oferece boa proteção por um bom preço
> Avira é técnico demais, mas tem a melhor taxa de detecção de malwares

Mas as múltiplas ferramentas e o scan online extra, infelizmente não são traduzidos com uma boa taxa de detecção de malware. A suíte identificou com sucesso 96,6% das 654.914 amostras de worms plantadas pela AV-Test.org, um resultado que deixou o pacote em quinto lugar nesta categoria (detecção de malwares).

Mas a solução foi bem com os adwares, identificando 99,5% desses arquivos e ficando em segundo lugar nesta categoria. No entanto, o aplicativo produziu resultados variados, nos testes proativos que medem como uma suíte responde a ameaças desconhecidas.

Em testes heurísticos, que usam arquivos com assinaturas de duas semanas, a taxa da F-Secure foi 54,1%, a terceira melhor atuação entre os pacotes avaliados.

F-Secure_1

Mas em outro teste, que mede como o software identifica um malware baseando-se somente em seu comportamento, o pacote da F-Secure caiu para a penúltima posição, conseguindo captar somente 30% dos aspectos do comportamento do malware.

Com suas múltiplas ferramentas, a solução da F-Secure ficou em último lugar no ranking sobre velocidade de scan de acesso, que mede o tempo necessário para abrir ou acessar um arquivo. Os resultados foram um pouco melhores na marcação da velocidade de scan sob demanda, que acontece quando uma varredura é manualmente inicializada ou programada.

A F-Secure foi igualmente fraca na descoberta de invasores em quarentena. A empresa diz que a suíte leva algum tempo para finalizar a tarefa, durante a qual o programa checa por qualquer arquivo adicional ou relacionado.

Um pop-up, que aparece antes do programa iniciar a ação em quarentena, é claro e informativo. O pop-up que vimos depois de tentar baixar um adware do Zango, rotulou o arquivo como ‘Adware:W32/ZangoSearch.A' e recomendou colocar o arquivo em quarentena.

Na análise geral, a interface foi bem programada e é muito fácil de usar também. O controle de pais do software funciona um pouco diferente daqueles incluídos na maioria das suítes. Em vez de ligar um perfil específico para determinada conta de usuário do Windows, você cria uma senha para cada perfil, para que você possa usar qualquer perfil de qualquer conta de usuário do Windows.

F-Secure_2

Quando alguém abrir um navegador – independentemente de qual conta de usuário do Windows está sendo usada – por padrão será utilizado o perfil “criança pequena”, que bloqueia todas as páginas que não estejam permitidas. Se clicar no link da página bloqueada e digitar a senha para os perfis “jovem” ou “adulto” o perfil será modificado.

A ferramenta antispam do aplicativo adiciona um botão no Outlook Express, Outlook e Windows Mail, que permite autorizar ou filtrar determinados remetentes, mas não tem a opção de rotular uma mensagem específica como spam.

Também ficou faltando uma função de backup integrada e a habilidade de bloquear páginas de phishing enquanto se navega. Embora atualmente os browsers já tenham suas ferramentas antiphishing embutidas, muitas suítes ainda incluem uma camada extra de proteção.

O pacote F-Secure Internet Security 2009 teve um desempenho regular ao detectar malwares e no geral é uma aplicação fácil de usar. Mas quando o assunto é a segurança do seu computador, você não vai querer apenas um programa regular, ainda mais quando se tem de pagar por ele.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site