Imagem de fundo do header
Com preço acessível, Kodak Zx1 é compacta e filma em alta-definição
Home  >  Review
REVIEW

Com preço acessível, Kodak Zx1 é compacta e filma em alta-definição

Câmera tem memória expansível com cartões SD e pode ser ligada diretamente a TVs com cabo HDMI incluso

Tim Moynihan

Foto:

A Kodak ZX1 é uma dentre os muitos modelos de filmadoras “de bolso” disponíveis no mercado nacional, mas tem algumas características que a destacam entre a concorrência. Em primeiro lugar o preço, de R$ 500 em média. Além disso ela é capaz de filmar em alta definição (720p) a 30 ou 60 quadros por segundo e tira fotos com resolução de 3 Megapixels (melhores que as de um celular, mas não muito). Os vídeos são armazenados em cartões SDHC, ao contrário da memória interna fixa de algumas concorrentes, o que dá mais flexibilidade ao usuário.

A Zx1 é bonitona e cabe muito bem na mão, e lembra um celular Nokia vitaminado. Tem frente em plástico e traseira em metal escovado e está disponível em várias cores, entre elas preta, rosa e vermelha. A tela LCD de 2 polegadas se saiu bem em todas as condições de luz que testamos, e os controles ficam logo abaixo dela: um botão central para gravar, um direcional com quatro posições ao redor para controle do zoom e taxa de quadros durante a gravação e quatro botões dedicados para apagar clipes, iniciar e parar a reprodução de clipes gravados e voltar ao modo de gravação. 

kodak_zx1-360px.jpg

Kodak Zx1: vídeos em alta definição a preço acessível

Na caixa estão inclusos a câmera, um cabo HDMI, um cabo USB para conexão ao computador, um carregador de bateria (com duas pilhas AA Ni-MH recarregáveis), uma alça para prender a câmera ao pulso e uma bolsinha. As pilhas são um ponto interessante: numa emergência, se elas acabarem durante a gravação, é muito mais fácil achar substitutas ou mesmo improvisar com alcalinas comuns até voltar para casa.

Em relação à sua antecessora, a Zi6, a Kodak ZX1 tem várias mudanças: não há mais um conector USB retrátil, e a ligação ao PC agora é feita com um cabo USB convencional, incluso com o aparelho. Há uma saída HDMI e o cabo correspondente, para ligação da câmera a TVs de alta definição. 

Também não há mais um controle de foco (paisagem/macro), e como resultado a Zx1 não se sai tão bem em closes extremos quanto sua irmã mais velha. Em compensação a qualidade de imagem melhorou: o balanço de branco é mais preciso, e não há problemas com saturação excessiva das cores. No geral a qualidade de imagem é satisfatória, mas não tão boa quanto a de nossa atual favorita, a Creative Vado HD.

A imagem parece um pouco mais escura que a da maioria das outras filmadoras HD de bolso, mesmo em ambientes internos muito bem iluminados. Ainda assim, ela se saiu bem em cenas com pouca luz, embora a imagem resultante não seja tão “suave” quanto a melhor câmera nesta categoria, a Flip MinoHD da Pure Digital. O zoom digital de 2x é similar ao de outras filmadoras.

Mas a principal diferença entre a Zx1 e outras câmeras é o microfone fraco, um dos piores que testamos. Ele teve problemas ao captar sons mais sutis em nossos testes padronizados de áudio, talvez por que ele esteja no topo da câmera, em vez de ficar em frente, perto da lente.

Por R$ 500 em média, a Zx1 é uma boa opção para o chefe de família, videologger ou esportista radical que quer gravar os melhores momentos para a posteridade. Não é a melhor câmera portátil que já vimos, mas muitas vezes é o equilíbrio entre csuto e benefício que conta.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site