Imagem de fundo do header
Conheça o Nexus One e entenda por que o Google resolveu lançá-lo
Home  >  Review
REVIEW

Conheça o Nexus One e entenda por que o Google resolveu lançá-lo

Smartphone tem o processador mais rápido do mercado e vem com o Android 2.1 (Eclair) e um bom conjunto de recursos bacanas.

Nando Rodrigues, da PC World

Foto:

nexus-one-150.jpgO lançamento oficial do Nexus One nesta terça-feira (5/1) confirmou em partes uma série de boatos que circularam na web nas últimas duas semanas. O smartphone, considerado pelo Google como o “melhor” smartphone com Android existente no mercado já traz a versão 2.1 do sistema operacional, também lançada hoje, e será vendido com exclusividade em um market place na web específico do Android, no qual as operadoras interessadas poderão oferecer seus planos de serviço para o aparelho.

Desbloqueado, o Nexus One custa 529 dólares, preço que cai para 179 dólares caso o usuário queira assinar plano de serviço com a T-Mobile. Segundo o Google, a Verizon (EUA) e a Vodafone (Europa) também terão planos de serviço para o smartphone – comercialização não começou ainda por falta de integração entre as áreas de TI das empresas envolvidas.

Classificado pelo próprio Google com um “superfone”, o Nexus One – desenvolvido pela HTC com orientação dos engenheiros do Google - já vem com o Android 2.1, nova versão do sistema operacional para sistemas móveis do buscador.

O Nexus One mede 11,9 centímetros de altura por 5,98 cm de largura e apenas 1,15 cm de espessura, o que o coloca com um dos smartphones mais finos do mercado.

O equipamento tem tela touch com tecnologia OLED de 3,7 polegadas e resolução de 480 por 800 pixels que durante a demonstração exibiu ótimo desempenho, processador Snapdragon (Qualcomm) de 1 GHz – o mais rápido a equipar um smartphone, câmera digital de 5MP com flash LED, autofoco (de 6cm ao infinito), zoom digital 2X e capaz de fazer filmes (720 x 480 a 20 quadros por segundo no formato MPEG-4) e cancelamento ativo de ruídos que utiliza dois microfones simultaneamente.

nexus_one_400.jpg

O Nexus One conta ainda com trackball para movimentação do cursor, dispositivo de notificação que utiliza LEDs multicoloridos, além de sensores de proximidade e de luz. Ele vem com cartão microSD de 4 GB, expansível até 32 GB. Não há teclado físico

O smartphone do Google é compatível com redes UMTS Band 1/4/8 (2100/AWS/900); HSDPA 7.2Mbps; HSUPA 2Mbps; GSM/EDGE (850, 900, 1800, 1900 MHz) e oferece conexão por Wi-Fi (802.11b/g/n) e Bluetooth 2.1.

Funcionalidades
O Android 2.1 introduz um série de melhoria na interface do smartphone. A tela touch, pelo menos na demonstração realizada, apresenta tempo de resposta e sensibilidade bem melhores do que vimos nos celulares com Android à venda atualmente.

A navegação na galeria de imagens está mais suave e o acelerômetro oferece um recurso adicional que deixa as imagens “niveladas” para compensar o movimento do equipamento.

O Live Action Wallpaper permite que o usuário defina papeis de parede com movimento (como uma folha boiando em um lago) que interagem ao toque na tela.

O sistema de reconhecimento de voz também está aprimorado e integrado a outros funções no smartphone. Na demonstração, foi solicitado indicações de direções para uma determinada localidade. O Nexus One captou a ordem, processou, abriu o navegador para fazer a busca e combinando recursos de GPS assistido para identificar a localização atual e o Google Maps, forneceu as orientações para o destino desejado. Tudo isso de forma muito rápida.

O reconhecimento de foz também pode ser usado para ditar conteúdo de e-mails e mensagens de texto – o software capta a voz e faz a conversão automaticamente.

O Nexus One também traz uma versão adaptada do Google Earth que oferece recursos semelhantes aos que se obtém na versão para desktop do serviço e que combinada com recursos de câmera e localização assistida oferecem uma experiência maior para o usuário.

Disponível em inglês, ainda não se sabe se e quando o smartphone e o Android 2.1 estarão disponíveis para o Brasil.

nexus-one_detalhes

Como comprar
O Nexus One só pode ser adquirido no market place lançado pelo Google, e que também será o ponto de convergência futura para outros dispositivos Android de outros fabricantes.

Interessados em comprar o equipamento – hoje a venda está restrita aos Estados Unidos, Reino Unido, Cingapura e Hong Kong – deve possuir uma conta no Google, fornecer o nome de identificação que virá gravado no dispositivo (como acontece com iPods comprados na App Store) e informações de entrega e pagamento. Segundo o Google, no caso de equipamentos atrelados a planos de serviços (voz e dados), cada operadora irá solicitar dados adicionais pertinentes à sua operação.

Por que vender diretamente um smartphone em vez de comercializá-lo por intermédio das operadoras ou lojas convencionais? “Como tudo que fazemos, queríamos um processo mais simples e rápido de entregar aos usuários os serviços do Google”, disse o vice-presidente de produtos de gerenciamento do Google, Mario Queiroz em coletiva de imprensa transmitida pela web na tarde desta terça-feira.

Questionado sobre o tempo que o Google levará para lançar um novo dispositivo, Queiroz se recusou a dar informações futuras. “Vamos continuar a dar um passo de cada vez. Primeiro foi o G1, depois o myTouch e o Droid. Agora é a vez do Nexus One”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site