Imagem de fundo do header
Conheça quatro navegadores para celulares e smartphones
Home  >  Review
REVIEW

Conheça quatro navegadores para celulares e smartphones

Qual o melhor browser móvel? Demos uma olhada no Safari, Internet Explorer, Nokia Browser e Opera Mobile. Saiba o que descobrimos.

Henrique Martin, editor-assistente da Macworld Brasil

browser_celular_150.jpg
Foto:

browser_celular_150.jpgCom o advento dos smartphones, o browser dos celulares precisa ser capaz de mostrar minimamente a informação das páginas web e muitos já conseguem fazer isso muito bem, embora nem todos estejam disponíveis para qualquer usuários.

O software que vem instalado em celulares da Nokia e da Apple, por exemplo, não pode ser baixado de nenhum lugar e só está acessível ao usuário do aparelho. No mundo Windows Mobile, o Internet Explorer é uma versão desatualizada que mal mostra páginas com alguma lógica na tela do telefone. Uma alternativa, quando possível, é instalar o Opera Mini ou o Opera Mobile no celular.

Para que se possa entender como estes aplicativos se comportam, realizamos um teste rápido com os browsers Safari no iPod touch, Nokia Browser em um telefone Nokia E71 e Internet Explorer e Opera Mobile em um Samsung Omnia,  todos conectads a uma rede Wi-Fi. Nesta análise, não levamos em conta a velocidade de download, mas  a capacidade dos navegadores mostrarem as páginas e quais são seus principais recursos.

Nokia Browser
O navegador que vem nos aparelhos que usam o sistema operacional Symbian S60, como o N95 e o E71, não pode ser baixado individualmente. Ele é desenvolvido pela própria Nokia e usa como base o engine do WebKit – o mesmo do Safari, da Apple.  A renderização de páginas é veloz, mas não tão rápida quanto a do Safari Mobile.

Em aparelhos como o N95, você pode alternar a visualização de página em retrato ou paisagem. No E71, por conta da sua tela mais larga, isso não ocorre. Mas funciona, pelo menos.

nokia-interna-browser-2

Nokia Browser: Mostra tela completa, sem quebrar colunas.
O mini-mapa aparece no canto da tela.

O navegador pode ser configurado para abrir sempre na mesma página ou em uma central de favoritos, chamada Marcadores. O Nokia Browser grava os endereços visitados recentemente em uma pasta Marcadores Automáticos, e também permite a leitura de itens RSS no navegador, mas não mostra o feed completo na maioria das vezes. As demais opções de navegação ou de zoom são controladas pelo menu do browser.

Você pode ainda bloquear pop-ups e apagar dados de privacidade de navegação (histórico, cookies, cache e dados de formulários e senhas). O menu principal ainda traz atalhos para diversos downloads para o aparelho (jogos, tons, temas etc).

nokia-interna-browser

Como o navegador pemitir trabalhar com múltiplas janelas abertas, você deve usar os controles do menu para alternar entre elas.

O zoom, como já foi dito, é controlado pelo menu – um atalho no E71 (tecla 8) aproxima e afasta a página. Entretanto, o Nokia Browser traz um recurso interessante, inexistente nos concorrentes: um mapa em miniatura da página visitada. Conforme você navega pelo site, surge um retângulo vermelho com a página reduzida, mostrando em qual posição se está. Não muda muita coisa, mas ajuda a se encontrar caso a página seja muito longa.

Prós: renderiza páginas completas; permite zoom com certa facilidade; roda vídeos do YouTube.
Contras: não tem suporte nativo a Flash; poderia ter mais atalhos para navegação; não usa abas para controlar as páginas abertas.

++++

Safari
Pela união do hardware do iPhone ou iPod touch ao Safari (também baseado no WebKit), você tem uma experiência real de internet móvel. O browser não distorce páginas (pode, no máximo, quebrar alguns elementos de CSS na tela) e as mostra quase igual a um navegador de desktop, mas o grande diferencial é como você interage com o programa.

Graças à tela multitoque do iPhone/iPod touch, é possível arrastar a página o quanto quiser. Muitos sites têm criado versões mobile para iPhone com uma tela reduzida, mas isso não faz muita diferença para o Safari.

Com os dois dedos e o movimento de “pinçar” a tela, você vai e vem pelo conteúdo. Dois toques rápidos retornam a tela cheia. E arrastar o dedo para cima e para baixo faz a rolagem de página. Outro ponto positivo é o fato de poder marcar favoritos e salvá-los como ícones na tela principal do dispositivo.

O programa abre cada site em janelas individuais. Um botão na parte inferior do navegador indica quantas estão abertas e dá acesso rápido a elas. O Safari tem um bom gerenciamento de histórico e de favoritos, mas não lê RSS, como sua versão desktop.

Como o Nokia Browser, o Safari não é compatível com Flash, barrando a navegação em inúmeros sites (menos o YouTube, que tem um aplicativo específico que roda vídeos do site em separado).

Uma atualização feita no software do iPhone para a versão 2.2 trouxe algumas mudanças ao Safari. Agora, o navegador unificou a barra de buscas com a barra de endereços em uma única linha e não mostra mais o "http://" na barra de URL.

safari-01

Safari: navegação fácil e zoom com os dedos na tela

Prós:  renderiza páginas completas; uso do zoom e a navegação são facílimos pela página.
Contra: falta suporte à tecnologia Adobe Flash; não tem leitor de RSS

++++

Internet Explorer para Windows Mobile
Agradeça aos céus porque existem outros navegadores compatíveis com a plataforma Windows Mobile. O IE para celulares é ruim, fraco e desatualizado com qualquer padrão mais moderno da web.

O brower quebra a formatação das páginas, transformando cada coluna em uma fileira enorme para rolagem. Não roda Flash, não funciona com o YouTube, não tem leitor de RSS. Com tantos “contras”, é melhor fugir dele.

A Microsoft promete para breve uma versão atualizada do IE para Windows Mobile, mas o novo navegador vai precisar de hardware com processamento de ao menos 500 MHz para rodar, ficando restrito a aparelhos mais novos, e isso deve fazer o browser perder espaço para navegadores como o Opera Mini.

ie-vertical-interna

Internet Explorer: quebra as colunas do site e dificulta a navegação

Opera Mobile 9.5
O Opera Mobile, no Windows Mobile, é melhor que o Internet Explorer, sem dúvida. Não tem a mesma definição de páginas como o Nokia ou o Safari. Mas, pelo menos no Samsung Omnia (onde é o browser padrão), o usuário precisa de treinamento para se acostumar com alguns truques para usar o programa.

O primeiro exemplo – e principal problema: não tem atalho para o zoom na tela (nem pense em usar os dedos como no iPhone). É preciso entrar no menu principal (representado pelo ícone de uma seta para cima), ir ao item Configurações, Exibir  e escolher entre tela inteira automática, quebrar texto para largura da tela e tamanho mínimo da fonte.

Um botão Visualização para celular ajuda bastante. Mas é muito trabalho para conseguir um simples zoom e deixar a página legível – só que isso quebra a formatação do site. (um minimapa reduzido, no mesmo modo do Nokia Browser, aparece à esquerda da tela).

opera_mobile_350.jpg

Opera Mobile: tela completa, navegação e zoom confusos. Mas é melhor que o IE.

Outro problema: o Opera Mobile não abre links – ao menos no Omnia – com um toque apenas. Usei a caneta (o dedo é muito grande para isso) e pressionei o link por alguns segundos, para então aparecer um menu contextual e conseguir abrir em uma nova aba. Um botão na base da janela mostra o número de abas abertas e dá acesso rápido para alternar entre elas. Como os demais navegadores, não consegui navegar por páginas com conteúdo em Flash.

A boa notícia é que o Opera Mobile pode ser baixado  para qualquer celular ou handheld com Windows Mobile, diferente dos demais navegadores. Ele tem uma versão para Symbian UIQ (usado em alguns modelos da Sony Ericsson). A versão 9.5 ainda é beta.

Uma alternativa interessante para donos de qualquer celular compatível com Java é o Opera Mini, que tem download gratuito.

opera_mini_350.jpg

Para dar zoom, é preciso acessar as configurações do programa.

Prós: é alternativa razoável ao Internet Explorer no Windows Mobile; renderiza páginas melhor que o IE.
Contras: navegação confusa; modo de visualização em celular quebra as páginas.

Recomendação de uso
Se você precisa de navegação completa na web, o Safari para iPhone e iPod touch é a melhor opção hoje, mesmo com a falta de suporte a Flash no aparelho. O Nokia Browser cumpre bem sua função, basta se acostumar com os menus e (poucos) atalhos e ele mostra bem as páginas. O Opera Mobile também faz isso, mas - ao menos no aparelho da Samsung - não existem atalhos para zoom e navegação, o que atrapalha um pouco. E, como já foi dito antes, fuja do Internet Explorer - ao menos na versão atual.

Mas leve em conta que alguns destes navagadores estão restritos a plataformas específicas, o que limita o poder de escolha do usuário.

O que vem por aí
Existem outros navegadores móveis em desenvolvimento. O Firefox Mobile deve ganhar uma versão beta em 2009, e sua versão alpha, codinome Fennec, roda apenas em tablets da Nokia, como o N810, baseado em Linux. E o Skyfire promete ser a grande revolução em browsers para a plataforma Windows Mobile. Ainda em versão beta e com downloads restritos aos Estados Unidos, o Skyfire promete navegação similar a um PC no celular.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site