Imagem de fundo do header
Conheça um tablet com o Windows 8
Home  >  Review
REVIEW

Conheça um tablet com o Windows 8

Colocamos as mãos na primeira máquina feita sob medida para o novo sistema da Microsoft. Veja quais foram nossas primeiras impressões!

Melissa J. Perenson, PCWorld EUA

Foto:

A Samsung gosta de colocar seus produtos nas mãos dos desenvolvedores: durante a edição deste ano do Google I/O, por exemplo, todos os participantes levaram para casa um tablet Galaxy Tab 10.1 e um Chromebook Samsung Series 5.

E durante a BUILD 2011, conferência para desenvolvedores da Microsoft, não foi diferente: foram distribuídas 5 mil unidades do “Developer Preview PC” (também conhecido como Samsung 700T), um “tablet” que é a primeira máquina feita especialmente para o Windows 8. 

Mas ao contrário do Galaxy Tab e do Chromebook, este tablet é um protótipo, uma variante dos tablets Series 7 que chegarão ao mercado neste ano ainda rodando o Windows 7. E o Windows 8 também ainda é imaturo demais para ser colocado nas mãos dos consumidores.

samsung_700t-360px.jpg
Samsung 700T em sua "dock", com o teclado Bluetooth opcional

Então, em vez de um review tradicional eu irei identificar cinco coisas de que gostei, e cinco que não gostei, nesta máquina. O resumo geral é que, com a nova versão, o futuro do Windows nos tablets parece promissor. Mas a Microsoft e os fabricantes de hardware terão de dar duro para tornar o sistema atraente perante os olhos de consumidores prontos para abrir as carteiras em troca de um iPad.

Leia também
» Primeiras impressões: Windows 8 Developer Preview

O que gostei

Interoperabilidade: o que eu gosto na idéia de um tablet com Windows é a possibilidade de plugar um HD ou pendrive diretamente a uma porta USB, e acessar os dados como se você estivesse em seu PC. Sim, alguns tablets Android tem este recurso (com o ASUS EeePad Transformer, se você comprar a dock com teclado), mas depois de uma experiência ruim com um cartão SD corrompido em um Dell Streak 7, eu fico com um pé atrás. O conceito de sistema de arquivos no Android é um tanto diferente, mas o Windows é... Windows.

Infelizmente, a experiência de “plugar e usar” na versão atual do Windows 8 no 700T é um tanto inacabada. Depois de plugar o pendrive é necessário voltar à interface antiga para fazer qualquer coisa com ele. Estou ansiosa para ver como o gerenciamento e cópia de arquivos serão feitos na nova interface Metro. 

Exibição de imagens e texto: depois de ver as mesmas imagens, páginas web e texto no 700T com Windows 8 e de compará-lo com um iPad 2 e um Galaxy Tab 10.1, tenho que dizer que gostei mais dos resultados, especialmente do texto, no 700T. As imagens ficaram ótimas - nítidas e com bom equilíbrio de cor. As fotos no Galaxy Tab me pareceram um pouco mais nítidas, mas eram saturadas demais. 

As coisas mudaram quando eu mudei para o navegador. As páginas da busca do Google e do Google News tinham aparência surpreendentemente diferente entre os tablets. Embora as páginas mostradas no Windows 8 estivessem mais próximas do que eu estou acostumado a ver no PC, o navegador do Android 3.1 também fez um bom trabalho ao apresentá-las.

Tamanho: o 700T é o primeiro tablet que vejo com uma tela de 11.6 polegadas, e ele certamente pareceu “espaçoso” e atraente para leitura e visualização de conteúdo. Mas há um contraponto a essa vantagem...

Interface: ponto para o Windows 8. A modernizada interface “Metro” presente no Developer Preview me pareceu bem projetada e intuitiva. Até mesmo o reconhecimento de escrita, que foi um pouco mais difícil de encontrar do que eu gostaria, funcionou bem com meus garranchos.

win8_start-360px.jpg

A tela inicial "Start" no Windows 8, com suas "Live Tiles"

Gostei do design da tela inicial, com “tiles” que abrigam conteúdo atualizado constantemente, da multitarefa com janelas que deslizam lado a lado, do teclado virtual (com teclado numérico!) e da versão redesenhada do Internet Explorer 10 (com a barra de URL no rodapé da tela, mais eficiente do que no topo).

Mas esta implementação me pareceu incompleta, com vários becos sem saída. Havia vários recursos inacabados ou ausentes, como um gerenciador de arquivos no estilo Metro, uma galeria de imagens, programa de e-mail, contatos e calendário e um Media Player, e recursos básicos como copiar e colar ainda não estavam completamente implementados. Ainda assim, tudo aponta para o futuro, e gostei do que vi.

Desempenho: a Microsoft está alardeando o rápido tempo de boot do Windows 8, e embora o 700T não fosse tão rápido quanto nas demonstrações no palco (8 segundos!) ele com certeza foi rápido. Mas fiquei mais impressionado com a agilidade da resposta de todo o resto.

O teclado virtual reagiu bem ao meu estilo rápido de digitação, a troca entre aplicativos abertos foi instantânea, e quando busquei por algumas imagens que copiei para o tablet, os resultados surgiram mais rápido do que eu poderia acompanhar.

O Developer Preview PC veio equipado com um processador Core i5 de segunda geração, 4 GB de memória e um SSD de 64 GB. É certamente mais poderoso que o tablet Honeycomb típico, que tem um processador dual-core Nvidia Tegra 2 de 1 GHz, 1 GB de memória e entre 8 e 32 GB de memória flash. 

Os contras

Design e interface: estou surpresa com a desatenção aqui. A Samsung costuma acertar todos os detalhes do design, mas alguns dos elementos do hardware do 700T ainda estão inacabados. Há uma tampa de porta USB que é inútil, botões que são difíceis de pressionar e um slot para cartões microSD desprotegido. E há muito o que fazer no próprio Windows 8: a Microsoft tem que tornar a transição entre a moderna interface Metro e o desktop tradicional mais suave. Como está eles são dois mundos separados, simplesmente “amarrados” juntos sem coesão.

Tamanho e peso: pesando 900 gramas, este é um dos tablets mais pesados que  já vimos, embora tenha construção sólida. A tela de 11.6 polegadas é parcialmente responsável pelo tamanho, e pela sensação de que ele é pesado demais para segurar em uma só mão por um longo período de tempo. Mas ele é tão bonito... 

samsung_700t_lado-360px.jpg

Portas e botões em uma das laterais do Samsung 700T

Ruído: sabe quando a ventoinha do seu laptop liga e fica girando e girando? Sim, foi isso que o 700T com Windows 8 fez. Vamos dar um desconto já que nem o hardware nem o software estão finalizados, mas a pergunta é válida: quem quer um tablet que faz tanto barulho? A ventoinha raramente foi desligada enquanto eu usava o aparelho, e o ruído constante é uma distração indesejada comparada ao “silêncio de ouro” do iPad 2 e Galaxy Tab 10.1. É o preço a pagar por componentes mais poderosos que precisam ser resfriados. E falando em resfriar...

Calor: mesmo com a ventoinha ligada o tempo todo o 700T ficou muito quente. E o calor, combinado ao ruído e ao próximo item, a baixa autonomia de bateria, são itens que os consumidores não querem em seus tablets. Até a tela emitia calor, e a tampa traseira ficou notavelmente quente, apesar das generosas entradas de ar. Não era quente o suficiente para “fritar um ovo”, mas com certeza era quente demais.

Autonomia de bateria: em nosso aparelho, ela foi horrível. A estimativa do sistema era de duas horas e meia a três horas de uso, e a carga era drenada rapidamente. E embora o Windows 8 tenha muito trabalho pela frente na área de gerenciamento de energia, a Intel também tem. Felizmente iniciativas como a arquitetura “Haswell”, apresentada durante o Intel Developer Forum neste mês de Setembro e que promete consumo de energia até 20x menor que os chips atuais, apontam um futuro promissor.

Os três últimos pontos negativos podem ser resolvidos com o uso de processadores ARM (como o NVidia Kal-El, ainda em desenvolvimento) em tablets com o Windows 8, algo que está previsto. Mas no estado atual no Samsung 700T, um tablet com o Windows 8 é uma severa decepção comparada às cerca de 10 silenciosas horas de uso que você consegue com um Samsung Galaxy Tab 10.1 e o Apple iPad 2.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site