Imagem de fundo do header
Desempenho do Windows 7 supera o do Vista, mas nem tanto assim
Home  >  Review
REVIEW

Desempenho do Windows 7 supera o do Vista, mas nem tanto assim

O novo sistema operacional da Microsoft é leve o suficiente para rodar até em netbooks. Mas não é exemplo de velocidade.

Nick Mediati, PC World/EUA

windows_7_150.jpg
Foto:

windows_7_150.jpgO Windows Vista nunca foi particularmente veloz, fato que se descobriu muito cedo. Além disso, para muitos usuários, ele vem repleto de recursos desnecessários. Por isso, ninguém se surpreendeu ao ver a Microsoft trabalhar duro para fazer do quesito performance um dos pontos-chave do Windows 7, que chega ao varejo no próximo dia 22/10.

Muitas avaliações já mostraram que o novo sistema operacional é mais rápido que o Vista. Durante os testes da PC World (EUA) comparando os dois sistemas, descobrimos que há de fato uma melhora na velocidade, mas no geral essa diferença não é tão marcante.

Leia também:
> Galeria: Snow Leopard vs Windows 7
> Windows 7: review completo
> Windows 7: dez coisas que a Microsoft precisa consertar nele
> Como migrar para o Windows 7
> Quem ainda utiliza o XP deve migrar para o novo Windows 7?
> 18 recursos que o Windows deveria ter, mas não tem

O que fizemos
Para avaliar o desempenho, instalamos o Windows 7 em cinco máquinas (dois desktops, dois notebooks e um netbook), e passamos os sistemas pela avaliação da suíte benchmark WorldBench 6, que consiste em uma série de testes que analisam o desempenho de uma máquina utilizando aplicações comuns.

Também medimos a velocidade que os sistemas levam, para inicializar e desligar, o consumo de bateria do notebook e o tempo de inicialização de diversos aplicativos.

O veredicto? O Windows 7 tem melhor desempenho que o Vista, embora em alguns casos não tenha havido vencedor e em um o Windows 7 ficou consideravelmente para trás de seu antecessor.

Resultados com o WorldBench 6
De forma geral, as melhorias no desempenho do Windows 7 sobre o Windows Vista são singelas. Mas o importante é que há uma melhora.

Em um desktop E&C Black Mamba (com processador Intel Core i7 2,66 GHz, com overclock em 3,8 GHz), o Windows 7 Ultimate 64-bit obteve uma pontuação de 144 no WorldBench 6, contra 139 do Windows Vista Ultimate 64-bit. Uma diferença apenas 3,6% mais veloz.

Comparamos as duas versões do Windows no desktop HP Pavilion a6710t (com CPU Pentium Dual Core E5300 2,6 GHz) - tanto as edições 32-bit e 64-bit do Windows Vista Ultimate como o Windows 7 Ultimate.

Rodando as versões 32-bit do Vista e Windows 7, o a6710t viu sua pontuação no WorldBench 6 crescer um pouco, de 104 (Vista) para 106 (Windows 7). Já nas versões 64-bit, a diferença foi um pouco maior: o Windows 7 teve uma pontuação de 103 contra 96 do Vista.

Essa pequena diferença também foi notada durante os testes com as máquinas portáteis. Com as versões 32-bit do Vista Home Premium e Windows 7 Home Premium, o notebook Gateway T-6815 teve uma pontuação no WorldBench 6 de 58 com o Vista e 64 com o Windows 7.

Já com um notebook Lenovo IdeaPad Y530 a melhora foi de apenas um ponto em favor do Windows 7, comparando as versões 32-bit das edições Ultimate dos sistemas (de 83 para 84 pontos); quando testamos as edições 64-bit, a melhora também foi singela: de 79 para 83 pontos.

Mas o Windows 7 obteve boas notas no desempenho do disco. Por exemplo, em nosso teste com o Nero – criamos uma série de imagens de um disco óptico e então o salvamos – todos os PCs que testamos tiveram uma leve melhora. Nas comparações entre as versões 32-bit do Vista e Windows 7, o IdeaPad Y530 executou o teste duas vezes mais rapidamente com o novo sistema.

Enquanto isso, nosso Gateway T-6815 foi pouco mais de duas vezes mais rápido, com um resultado de 1648 segundos para completar o teste no Windows Vista, para 667 segundos no Windows 7.

Mas um resultado chamou nossa atenção: nos testes, a versão 64-bit do Vista teve um fraco desempenho de disco, se comparado com a versão 32-bit do mesmo sistema. Em compensação, com o Windows 7, a versão 64-bit mostrou muito mais poder de fogo que a versão 32-bit. Isto explica o porquê da vantagem de pontuação de uma versão para a outra.

Tempos para inicializar e desligar
A Microsoft diz que o modo como o sistema operacional lida com os processos de inicialização foi mudado no Windows 7. Para alguns processos e serviços, a empresa emprega um esquema chamado trigger-start services. Estes são serviços do sistema que sob o Vista deveriam iniciar quando você ligasse seu PC, mas agora só iniciam quando necessário.

Uma aplicação prática disso, por exemplo, é como o Windows 7 lida com o Bluetooth: em vez de iniciar a função durante a inicialização, agora a ferramenta só funciona quando você utilizar um dispositivo Bluetooth com o seu PC. Diminuir a quantidade de serviços chamados durante a inicialização reduz consideravelmente o tempo do boot.

Em nossos testes de boot usando um desktop e um notebook, observamos os mais variados resultados. No notebook Gateway T-6815, o Windows Vista Home Premium (32-bit) teve uma ligeira vantagem sobre o Windows 7 Home Premium (32-bit), atingindo uma média de 39,6 segundos, contra 43,6 s do novo sistema.

Já o desktop HP Pavilion a6710t, o resultado foi o inverso. A versão 64-bit do Windows Vista Ultimate Edition iniciou em 55,2 segundos, enquanto o Windows 7 Ultimate Edition (64-bit) atingiu 48,3 s.

Porém, nos testes seguintes, percebemos que a versão 32-bit do Windows 7 teve um desempenho similar em nosso desktop HP, atingindo 54,5 segundos com o Vista 32-bit, e 47,7 s com o Windows 7. Conclusão: para o Windows 7 iniciar mais rapidamente que o Vista vai depender da configuração de cada computador. Já a variação do tempo necessário para desligar a máquina foi irrisória em qualquer dos sistemas.

Portáteis
Outro aspecto importante no desempenho do Windows 7 é sua eficiência energética. Com o novo sistema operacional, a Microsoft tenta introduzir uma tecnologia que reduz o consumo de energia e melhora a vida útil da bateria do notebook.

Nos testes, o notebook Gateway T-6815 ganhou 15 minutos adicionais na vida útil da bateria com o Windows 7. Rodando o Vista, a bateria durou 2 horas e 58 minutos; com o Windows 7 durou 3 horas e 12 minutos. Em contrapartida, o notebook Lenovo Y530 teve uma melhora insignificante, com uma diferença de apenas um minuto, usando o Windows 7.

E claro, o ganho de desempenho do seu sistema vai depender da sua configuração, mas nossos resultados são animadores. Ao menos seu notebook irá ganhar alguns minutos extras; e na pior das hipóteses, a bateria terá a mesma duração de antes, quando utilizava o Windows Vista.

Arranque de aplicativos
Nossos testes demonstraram até agora que o Windows 7 melhora consideravelmente o desempenho em relação ao seu antecessor. Mas as avaliações também trouxeram um resultado notável: o Windows 7 é consideravelmente mais lento que o Vista para iniciar aplicativos.

Em todos os testes com aplicativos, o Windows 7 de 0,7 segundo a 7 s a mais que o Vista para abrir um programa. A maior diferença foi sentida ao abrir o Adobe Photoshop CS4, em um HP Pavilion a6710t, rodando as versões Ultimate 64-bit do Vista e Windows 7. Com o Vista o programa levou 2,7 segundos para abrir, já com o novo sistema esse tempo foi de 9,6 s.

Com outros aplicativos a diferença não foi maior que 3,7 segundos na média – e todos sempre a favor do Vista. Mas lembre-se de que mesmo que a porcentagem seja considerável, a diferença real é de apenas alguns segundos.

Sistema mais rápido
Embora as melhorias no desempenho do Windows 7 não sejam espetaculares, o novo sistema mostrou-se mais rápido em todos os computadores que testamos. Claro que nosso teste se limitou a cinco máquinas, portanto seu uso diário pode variar.

Mesmo assim, a parte mais importante de nossa conclusão se manteve: o Windows 7 é mais rápido que o Windows Vista. Em um mundo onde upgrades se mostram geralmente como inibidores de desempenho, este talvez seja o maior destaque do Windows 7.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site