Imagem de fundo do header
DoubleTwist para Android promete, mas não consegue, substituir o iTunes
Home  >  Review
REVIEW

DoubleTwist para Android promete, mas não consegue, substituir o iTunes

Aplicativo gerencia suas músicas e vídeos no PC e as sincroniza com o smartphone, mas ainda tem arestas demais a serem aparadas.

Brent W. Hopkins, PC World

Foto:

O DoubleTwist Player para Android é um reprodutor de músicas e vídeos para smartphones, que também pode ser usado com o aplicativo DoubleTwist Desktop (para Windows ou Mac) para facilitar a sincronia e gerenciamento de seus arquivos multimídia. Feito para ser uma alternativa mais amigável e flexível ao iTunes, o DoubleTwist fracassa de forma retumbante, tanto em recursos quanto em desempenho.

Para aproveitar o DoubleTwist for Android ao máximo é necessário instalar o DoubleTwist Desktop em seu PC ou Mac (se você usa Linux, pode desistir da idéia. Não há uma versão para este sistema, e sem o cliente desktop o aplicativo Android não vale a pena). Instalei o DoubleTwist Desktop em um PC com o Windows Vista, e o aplicativo Android em um Motorola Droid X.

DoubleTwist for Android - 360px

DoubleTwist Player for Android

Neste review, usei um pendrive contendo um álbum com músicas no formato MP3 e outro no formato do iTunes (M4A). Ambos os álbuns continham informações de artista, álbum e gênero (chamadas de metadados) armazenados em cada faixa. Eu queria criar playlists de ambos os álbuns e sincronizá-las entre o pendrive e o Droid X. 

Criar playlists é uma tarefa inconsistente e frustrante. O software não fornece qualquer tipo de dica ou guia, então tudo o que resta é a tentativa e erro. Inicialmente o DoubleTwist Desktop simplesmente despeja toda as músicas de seu aparelho ou drive externo em uma única lista - não dá para ver apenas um álbum ou pasta até importá-la para sua biblioteca.

É possível criar playlists arrastando e soltando músicas. Mas o DoubleTwist Desktop engasgou quando eu selecionei mais de quatro músicas de uma vez, e tive de fechá-lo com o gerenciador de tarefas do Windows. Depois o programa converteu todos os meus arquivos no formato M4A para MP3 e os copiou de volta para o pendrive sem perguntar antes. E, para piorar, as músicas convertidas não mantiveram as informações de artista, álbum ou gênero. Chega.

Pluguei o Droid X em uma porta USB do PC, arrastei as playlists e as soltei sobre o ícone do telefone. Ejetei o Droid X, despluguei-o do computador e abri o DoubleTwist no celular. Tudo foi transferido corretamente, exceto pelos metadados perdidos durante a conversão de M4A para MP3. O programa mostrou as capas dos álbuns nas músicas que estavam originalmente no formato MP3, mas não foi capaz de identificar as capas das músicas convertidas.

O DoubleTwist Desktop tem uma conexão com a loja Amazon MP3, o que é legal mas não é o suficiente para compensar todas as suas outras falhas. O programa também pode procurar e assinar podcasts, mas não na versão móvel. É necessário usar a versão desktop para baixar novos episódios e transferí-los para o celular.

No momento (versão 1.0.2 para Android, 2.7.0.3867 para o Desktop), não podemos recomendar o uso do DoubleTwist porque ele simplesmente tem arestas demais a serem aparadas. O Windows Media Player e o iTunes são aplicativos melhores para sincronia de arquivos, e se você quiser ouvir podcasts há aplicativos Android como o Listen, da própria Google, e o Stitcher Podcast Radio que fazem o trabalho sem precisarem estar plugados a um desktop.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site