Imagem de fundo do header
E63 é opção mais barata que seu irmão mais velho, o Nokia E71
Home  >  Review
REVIEW

E63 é opção mais barata que seu irmão mais velho, o Nokia E71

Teclado QWERTY, acesso Wi-Fi, recursos multimídia e bom conjunto de aplicativos fazem dele uma alternativa interessante.

René Ribeiro, da PC World

Nokia E63_ilustra_150.jpg
Foto:

O Nokia E63 é um smartphone 3G com teclado full QWERTY, tem tela de 2,4 polegadas (com cobertura em plástico resistente) e aceita cartões de memória micro SD de até 8 gigabytes (GB). O aparelho tem muitas semelhanças com seu irmão mais velho, o E71, mas chega com preço mais acessível (999 reais, desbloqueado - o E71 custa 1.499 reais) e design diferenciado, emborrachado, para atrair um público mais jovem.

A câmera digital do E63 tem apenas 2 megapixels (MP) - são 3,2 MP no E71, que traz ainda GPS embarcado, enquanto o modelo nova da Nokia vem com software para GPS que só funciona mediante uso de um acessório, o LD-3D, que não acompanha o smartphone.

Por conta do teclado, o equipamento não é discreto; ainda assim, seu tamanho e peso são confortáveis para o transporte diário: 11,3 centímetros de altura por 5,8 cm de largura e 1,3 cm de espessura, com 120 gramas de peso.

As teclas abaloadas do E63 minimizam o erro na hora de digitar, queixa comum em dispositivos com este tipo de teclado. Os sinais de acentuação estão bem posicionados e a curva de aprendizado é pequena; em pouco tempo o usuário adquire confiança e destreza no uso do teclado.

Na lateral esquerda do E63 estão localizadas a interface mini-USB e a entrada para cartão de memória, ambas protegidas por tampas.

nokia-e63_350.jpg

Nokia E63: Smartphone com boa relação entre custo e benefícios

Características técnicas
Além das redes 3G e EDGE, o E63 possui Wi-Fi e Bluetooth. O equipamento foi testado na rede da Claro para navegar na internet e os resultados foram muito bons.

O menu é fácil de operar, com funções bem claras de configuração de tela, zoom para melhor visualização e marcadores. As imagens e textos carregados não se deformam quando rolamos a tela, o que mostrou bom desempenho do processador (ARM de 369 MHz) em conjunto com o sistema operacional (Symbiam 9.2).

Aplicativos com o MSN puderam ser baixados sem problema, mas vídeos do YouTube não funcionaram, pois ele utiliza o Real Player para reprodução. Aliás, vídeo não é um ponto forte neste smartphone. Ele suporta os formatos MP4 e Flash Lite 3, com resolução de 320 por 240 pontos, a metade da VGA,

No quesito áudio, além de receptor FM, o E63 pode reproduzir faixas em MP3, WMA, aac, aac+ e eaac+. Apesar de vir acompanhado por um fone de ouvido, pode-se ouvir arquivos de áudio som pelo alto-falante localizado na parte superior do aparelho.

Destaque para a tela do E63 que mesmo em ambientes muito claros, como ao ar livre, a nitidez é excelente, mesmo com o brilho no mínimo.

A câmera de 2MP (resolução de 1600 por 1200) traz flash - satisfatório para ambientes pouco iluminados, e qualidade das fotos é boa e seu processamento rápido, o que possibilita agilidade para captar várias fotos sem perder o momento. Pode-se ainda fazer vídeos (320 por 240 pontos de resolução máxima) a 15 frames por segundo.

Aplicativos
O smartphone da Nokia vem com QuickOffice, para abrir e editar planilhas, textos e apresentações no formato do Microsoft Office, e com o Adobe Reader para ler documentos em PDF.

O e-mail é fácil de configurar; basta fornecer o nome do usuário e senha que o programa assistente busca o servidor automaticamente. Caso não encontre, o usuário poderá fazer a configuração manualmente. Anexos recebidos pelo correio eletrônico são facilmente manipulados pelos aplicativos instalados no smartphone. 

Na simulação de um uso corriqueiro do E63 - navegação pela internet, carga de aplicações e alterações de configuração e execução de aplicativos diversos, além do registro de 30 fotos e reprodução de 15 minutos de vídeo, além de receber e fazer de oito chamadas, recepção e envio de e-mails por duas horas e uso esporádico da câmera para gravar vídeos, a bateria sobreviveu por quatro dias (o equipamento era mantido ligado durante a noite, em stand by).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site