Imagem de fundo do header
Fãs do sistema operacional Palm OS devem gostar do Centro
Home  >  Review
REVIEW

Fãs do sistema operacional Palm OS devem gostar do Centro

Ele pesa menos de 120g, não chega a ser bonito, mas vem com um bom conjunto de aplicativos instalados

Por Yardena Arar, editora da PC World/EUA

palm_centro_150.jpg
Foto:

Quem ainda usa o ‘antigo’ e não tão bonito Palm Treo e gosta da plataforma operacional da Palm vai achar o Centro interessante. Este novo PDA da fabricante carece de algumas features que são comumente encontradas em telefones móveis do que rodam o Windows Mobile ou os BlackBerries da RIM, tal como acesso à redes Wi-FI e suporte a GPS. 

Em contrapartida, o dispositivo funciona em redes de terceira geração (3G), com sistema EvDO (que no Brasil é oferecido pela Vivo), vem com a versão mais atualizada do Palm OS e um pacote de aplicativos atraente.

O Centro mede 10,7 centímetros de altura por 5,3 cm de largura por 1,8 cm de espessura e pesa quase 120 gramas (mais leve do que qualquer dos Treo) e sua cobertura plástica em duas cores e com cantos arredondados oferece uma superfície agradável ao toque.

palm_centro_350
Palm Centro: pequeno no tamanho e com bom conjunto de aplicativos

Por conta de suas dimensões, o teclado QWERTY também teve de encolher, mas as teclas possuem um revestimento especial que impede os dedos de escorregar, o que poderia acionar um botão errado. Mesmo o pequeno display colorido de 2,4 polegadas (resolução de 320 por 320), apesar do tamanho, não decepciona. E ainda oferece recursos de touch screen.

Nos testes realizados por PC World, a qualidade do serviço de voz (na rede da norte-americana Sprint) foi excelente em ambas as direções. Entretanto, a durabilidade da bateria deixou a desejar: o Centro sobreviveu por meras 4 horas e 19 minutos.

Surfar na web usando uma rede EvDO com o browser Blazer é um prazer. As páginas são carregadas rapidamente na pequena tela, principalmente de sites que já estão customizados para dispositivos móveis. E mesmo os sites tradicionais também são mostrados sem delay.

A configuração do e-mail é fácil, mas para usar o Centro com um PC rodando o Vista é necessário instalar a nova versão do Palm Desktop, a qual não suporta sincronismo de correio eletrônico via USB.

O novo PDA da Palm vem com a versão Deluxe do tocador PTunes e a reprodução de áudios – mesmo utilizando o alto-falantes embutido (na parte de trás do dispositivo) – é robusta e chega a surpreender. Também está presente um software de gerenciamento de músicas.

Com apenas 65 MB de memória interna, você terá de adquirir um cartão de memória caso queira guardar uma grande quantidade de músicas e fotos – sem esquecer que a memória disponível é a mesma que o usuário dispõe para armazenar suas aplicações.

Por falar em fotos, o Centro possui uma câmera de 1,3 MP com zoom digital (2X) e que tem a capacidade de gravar pequenos vídeos. Não espere uma qualidade excepcional dessa facilidade. A Palm também não oferece ferramentas de manipulação de imagens (mesmo que simples) como o que se vê em alguns modelos de telefones com câmeras digital integradas.

Ainda no campo das aplicações, o Centro traz um bom cliente para o Google Maps e o Documents to Go que possibilita funcionalidades básicas de edição em documentos criados pela suíte Office, da Microsoft.

O Centro não é o exemplo de PDA mais bem acabado no mercado, ainda que seu design seja interessante. Mas seu preço, por um contrato de dois anos com a Sprint (nos Estados Unidos) é de apenas 100 dólares. Ainda não há previsão de comercialização do dispositivo no Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site