Imagem de fundo do header
FIFA 11 repete desempenho dos consoles e “manda bem” no iPhone
Home  >  Review
REVIEW

FIFA 11 repete desempenho dos consoles e “manda bem” no iPhone

Já disponível por 5 dólares, game da EA capricha nos detalhes e consegue divertir mesmo sem todos os recursos disponíveis nas versões maiores

Macworld / EUA

fifa2011150.jpg
Foto:

Os jogos esportivos da Electronic Arts sempre tiveram cuidado com os detalhes, e no novo FIFA 11 para iPhone isso não é diferente. O game exige mais de 800 MB de espaço em seu aparelho, mas faz bom uso de todos esses dados: os gráficos, a jogabilidade, os comentários a cada jogada e o áudio das partidas funcionam muito bem, para criar um divertido e muito interessante simulador de futebol.

Como tem sido padrão nos jogos em telas touchscreen, FIFA 11 utiliza um controle d-pad virtual do lado esquerdo, com os botões de ação à direita (os canhotos podem inverter essa configuração). Para atacar, você tem os botões Pass (passe), Through (lançamento) e Shoot (chute), e na defesa, Switch (para mudar de jogador), Slide (carrinho) e Tackle (para roubar a bola). Esses são os chamados controles casuais. É possível mudar para o modo Avançado, que emprega os botões A, B, C para passar, chutar e movimentos “combo”. Mas preferimos a opção Casual.

No ataque, apertar e segurar um botão inicia um medidor de força; quanto mais tempo você segura, mais forte chutará. O controle de força é importante: apenas apertar cada passe e chute o mais forte possível não funcionará; em situações mais próximas é preciso um toque mais sutil.

Se os controles acabassem aqui, estaria tudo bem. Em vez disso, a EA espertamente adicionou muito mais controles diferentes ao jogo. Um toque duplo na tela realiza um movimento de habilidade, como uma manobra evasiva. Você pode tocar e arrastar outros jogadores do time para guiar suas corridas, sem perder controle do jogador que já está controlando. E você pode tocar diretamente no jogador para o qual quer tocar a bola.

 fifa11025.png

FIFA 11 não traz todos os times brasileiros licenciados

Já na defesa, FIFA 11 muda automaticamente o jogador defensivo que você está controlando na ocasião, em uma tentativa de te colocar mais perto da ação. Inicialmente o efeito dessa mecânica é um pouco desconcertante, mas logo depois o jogador se acostuma, e até passa a gostar dele. E é possível ajustar a sensibilidade do recurso de mudança automática de jogador..

No decorrer do jogo encontramos um bug infeliz, para o qual esperamos que a solução esteja a caminho. Ao recuperar rapidamente a bola logo após perder a posse, os botões de ação não reiniciavam de maneira correta para o modo ofensivo: o jogador tinha controle da bola, mas ficava preso com botões de defesa.

Você pode personalizar FIFA 11 da maneira que desejar. O jogo possui cinco níveis de dificuldade, do Beginner (Iniciante) até o All-Pro (Profissional).
A parte impressionante do game, que pode ser complicado até no modo mais fácil, dependendo do jogador, é que mesmo quando você está perdendo, é possível se divertir. Em “Madden” (jogo de futebol americano da EA), quando você está sendo dominado, parece que o “computador” consegue completar todos os passes ou bloquear seus jogadores a cada passada. Mas quando você está dominado no FIFA, costuma perder por apenas um ou dois gols.

Também é possível controlar a duração das partidas, habilitar ou não as faltas, controlar o áudio, os ângulos de câmera e nível de zoom. Mas se você selecionar muito zoom out – o que faz com que sejam incluídos mais jogadores na tela de uma vez – o jogo pode dar algumas travadas.

Além disso, o game inteligentemente coloca cut scenes com gráficos realmente impressionantes para o iphone. A ação nas partidas é clara, e FIFA 11 ainda te deixa escolher o tipo de bola para jogar, incluindo uma amarela brilhante, que é mais fácil de encontrar na pequena tela do iPhone ou iPod Touch. O trabalho de câmera no jogo também é bem feito.

fifa11030.png

No jogo é possível escolher até o tipo de bola para as partidas

Nem todos nós somos craques virtuais. E os jogadores mais amadores podem aproveitar um detalhado modo de treino do game, no qual é possível testar infinitamente várias e várias situações de jogo.

Os gamers de jogos esportivos de consoles sabem que a versões móveis de títulos como FIFA 11 são forçadas a tirar alguns recursos e controles mais detalhados. O que esse game para iPhone mantém, no entanto, é muito impressionante, e realmente se sai como um dos melhores títulos esportivos oferecidos para o smartphone da Apple.

O modo Multiplayer ainda não está disponível e deve chegar em breve, segundo a produtora EA. Já disponível por 5 dólares na App Store (na loja norte-americana), FIFA 11 é compatível com o iPhone 3GS e 4 , iPod 3G e 4G e iPad, exigindo sistema iOS 3 ou versão mais recente.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site