Imagem de fundo do header
Fujifilm FinePix F550 EXR: uma megazoom de bolso cheia de truques
Home  >  Review
REVIEW

Fujifilm FinePix F550 EXR: uma megazoom de bolso cheia de truques

Com zoom óptico de 15x, câmera filma em FullHD, tem GPS integrado e vários recursos para deixar suas fotos melhores

Theano Nikitas, PCWorld EUA

Foto:

Equipada com um sensor de 16 Megapixel e uma lente com zoom óptico de 15x, a FinePix F550 EXR (R$ 1.699) é o mais novo produto na linha F de câmeras da Fujifilm, que inclui modelos sofisticados, e vem recheada de recursos. Capaz de fotografar em modo manual, semimanual e automático e equipada com GPS integrado, ela se encaixa na categoria de câmeras “megazoom” e traz recursos que vão agradar a todos, de turistas a entusiastas da fotografia.

O arsenal da F550 inclui gravação de vídeo em FullHD com som estéreo e foco automático, vídeo em câmera lenta, simulação de filme e faixa dinâmica selecionável pelo usuário, entre outras funções bastante atraentes. Três modos “EXR” prometem melhorar a qualidade das imagens sob diferentes condições, e a câmera também é capaz de capturar panoramas de 360 graus de uma vez só.

finepix_f550_frente-360px.jpg

Fujifilm FinePix F550

Embora ela tenha recursos suficientes para competir em pé de igualdade com a maioria das câmeras de bolso com zoom de longo alcance, a qualidade de imagem pode não estar à altura das concorrentes. Entretanto, para grande parte dos usuários, seus pontos positivos são mais do que suficientes para compensar suas deficiências nas fotos e vídeos.

Leia também
» Entenda a linguagem da fotografia
» Como escolher uma câmera digital
» Como cuidar de sua câmera digital

Hardware e Design

A FinePix F550 EXR (ou F550, pra encurtar) é construída com base em um novo sensor CMOS com iluminação traseira (backside illuminated sensor) batizado de EXR. Assim como em outras câmeras EXR da Fujifilm, um menu permite selecionar entre três modos especiais de fotografia (modos EXR) que reconfiguram o sensor para melhorar a resolução da imagem, seu desempenho sob pouca luz ou sua faixa dinâmica.

A lente estabilizada dá à F550 uma gama focal que vai dos 24mm aos 360mm. Com essa versatilidade ela é capaz de lidar com quase tudo, de amplas paisagens a closes em objetos distantes. O sistema de estabilização de imagem é uma combinação de estabilização mecânica (movendo o sensor), ISO elevado e um sistema “Advanced Anti-Blur” que tira quatro fotos em rápida sequência e as combina em uma só, o que ajuda a eliminar borrões e ruído na imagem. Como praticamente toda megazoom que já estamos, a lente não é particularmente rápida: a abertura máxima vai de F3.5 em grande-angular até F5.3 em telephoto.

Disponível no Brasil apenas na cor preta (a vermelha, nas fotos, só está à venda nos EUA), a F550 tem um visual elegante e construção sólida. O corpo mede 10,4 x 6,3 x 3,3 cm e o peso é de aproximadamente 215 gramas. Uma pequena área emborrachada na empunhadura torna confortável segurá-la, ao menos para a maioria das pessoas, mas se você tem mãos grandes é melhor experimentar antes de comprar. Os controles e botões são relativamente pequenos, mas no geral são bem-posicionados para acesso fácil.

No topo da câmera fica uma combinação de controle de zoom com botão do obturador, junto com um pequeno botão liga-desliga. A antena do GPS está bem integrada ao design e à sua direita fica o flash, que “salta” automaticamente quando a câmera é ligada e pode ser facilmente fechado quando não for necessário.

finepix_f550_tras-360px.jpg
Visão traseira da F550. Note o seletor de modo "inclinado" entre o topo e o painel traseiro

Um pequeno seletor de modo de disparo fica entre o topo e o painel traseiro, em uma posição perfeita para operar com o dedão. Infelizmente, na unidade que testamos este seletor era extremamente duro, e foi necessário mais esforço que o habitual para mudar de um modo para o outro. Outros controles incluem um botão dedicado para gravação de vídeos, outro para reprodução de fotos e um botão de função (“F”), que abre um menu rápido para mudar ajustes comuns como ISO e tamanho da imagem. Um direcional oferece acesso rápido ao modo macro e ajustes como compensação de exposição, flash e temporizador. Um botão central no direcional abre um menu principal para acesso ao restante das funções da câmera.

A tela LCD de 3 polegadas funciona bem sob a maioria das condições, e é brilhante o suficiente para ler menus ou rever as imagens capturadas com facilidade. Há um slot para cartões nos formatos SD, SDHC ou SDXC, além de 39 MB de memória interna, suficiente para armazenar no máximo umas 5 fotos em resolução máxima. Uma porta mini-HDMI numa das laterais da câmera permite ligá-la a uma TV de alta-definição, para que você possa mostrar suas fotos e vídeos para toda a família.

Modos de fotografia e recursos

Os modos básicos de fotografia na F550 incluem Auto, Programa, Prioridade de Obturador, Prioridade de Abertura e completamente manual. Há um bom número de modos de cena, incluindo os tradicionais retrato, paisagem, esportes, noite, pôr-do-sol e praia, entre outros. Há um modo “subaquático” especial para fotografia debaixo d’água com uma caixa estanque, vendida separadamente. O modo “Pets” é único, e bate a foto automaticamente assim que a câmera detecta um animal de estimação na cena. Mas assim como na maioria dos modos de detecção de face, é necessário que seu bichinho olhe diretamente para a lente, o que é mais fácil falar do que fazer.

As duas últimas opções no seletor de modo são o Advanced Mode e EXR. No primeiro há três opções: Motion Panorama 360, Pro Focus e Pro Low Light. Fazer fotos no modo Motion Panorama 360 é fácil depois que você aprende como mover a câmera pela cena, e ele funciona bem.

Outro recurso útil é o modo Pro Focus, que combina múltiplas imagems e produz um fundo “borrado” enquanto mantém o primeiro plano em foco. A quantidade de foco é ajustável, e os resultados são melhores em retratos e fotos em macro. No modo Pro Low Light a câmera captura quatro fotos em múltiplas exposições e as combina em uma só imagem para reduzir ruído e o risco de borrões. Este é o mais fraco dos três modos avançados, já que os resultados dependem muito das condições da cena no momento da foto.

O primeiro dos modos EXR é o Auto EXR, onde a câmera analisa a cena e seleciona automaticamente o modo mais apropriado. Outras escolhas incluem Prioridade de Resolução (para imagens mais nítidas), High ISO/Low Noise (alta sensibilidade à luz e baixo ruído) e Dynamic Range (ampla faixa dinâmica), e todos podem ser ajustados. Os dois últimos reduzem a resolução da imagem para 8 megapixels, mas valem a pena porque funcionam muito bem.

O modo de fotografia contínua é ágil: 8 quadros por segundo (FPS) em resolução máxima, com um máximo de 8 fotos. É possível conseguir 11 quadros por segundo com um máximo de 16 fotos em 8 megapixels, e até 32 fotos (ainda a 11 FPS) na resolução de 4 megapixel. O intervalo entre fotos é rápido para imagens em JPEG, mas é necessário esperar entre 4 e 5 segundos se você estiver fotografando em RAW.

As opções de vídeo vão do FullHD (1920 x 180 pixels, 30 quadros por segundo) a filmes sem som a 320 quadros por segundo (câmera lenta) e resolução de 320 x 112 pixels, com várias opções entre estes extremos. Em muitas delas a câmera grava com som estéreo. Os modos de câmera lenta são divertidos, mas como em outras câmeras tem imagem pequena e são melhor vistos na tela do computador. É possível usar o foco automático durante a gravação, com medição contínua ou no centro da imagem, e também o zoom, embora a lente se mova mais lentamente para reduzir o ruído.

No geral a F550 é uma câmera bastante fácil de operar. Entretanto, é mais fácil entender algumas de suas opções após ler o manual.

GPS: mais do que apenas coordenadas

A F550 se destaca pelo uso do GPS, que vai além de simplesmente marcar o local onde as imagens foram feitas. Recomendamos a leitura do manual, pois há muitas opções relacionadas. Entre elas a câmera pode indicar a que distância você está do local onde as imagens foram feitas, e o software MyFinePix Studio no PC pode ser usado em conjunto com o Google Maps para mostrar a rota que você fez em sua viagem.

Mas se você deixar o GPS ativo o tempo todo, mesmo quando a câmera estiver desligada, a bateria irá se esgotar rapidamente. A melhor opção é configurar a câmera para buscar por um sinal de satélite apenas no momento em que é ligada. Esse processo pode demorar um minuto ou dois, mas a bateria irá durar mais.

Qualidade de imagem e vídeo

Nos testes subjetivos de qualidade de imagem em nosso laboratório a FinePix F550 se saiu bem, mas ainda ficou atrás de concorrentes como a Nikon Coolpix S9100 e a Canon PowerShot SX230 HS. A falta de distorção na imagem foi um dos pontos fortes, ainda mais dada a lente com zoom de 15x, e a F550 foi classificada como “Muito Boa” neste quesito, a melhor em sua categoria. A nitidez da imagem também foi classificada como “Boa”, superando a Coolpix S9100 em nossos testes. Entretanto, ela ficou um pouco atrás das concorrentes na precisão de cor e qualidade de exposição, embora ainda assim tenha sido classificada como Boa em ambos os quesitos.

finepix_f550_cenateste-360px.jpg

Foto de teste feita com a FinePix F550. Clique para ampliar

Em meus testes no dia-a-dia, notei que a qualidade de imagem variou bastante. Imagens em JPEG me pareceram um pouco “suaves” demais (poderiam ser mais nítidas) e havia ruído visível nas áreas mais escuras mesmo com ISO baixo. Por outro lado, algumas fotos noturnas com ISO alto ficaram surpreendentemente boas. No geral as cores são naturais, e a exposição tende a ser precisa. Em tamanhos razoáveis (20 x 25 cm ou menos) as fotos impressas ficam muito boas.

A câmera também é bastante ágil. Dada luz e contraste suficiente, o foco automático é rápido e preciso. O zoom também é suave em toda a faixa, e a estabilização de imagem funciona bem. Entretanto, em situações de pouca luz é melhor usar um tripé se quiser fotografar no zoom máximo.

Já no quesito vídeo a F550 não é tão competitiva. No geral a qualidade de imagem foi classificada com Boa, mas os resultados foram piores que os das câmeras da Nikon e Canon que mencionamos anteriormente. A qualidade de imagem é notavelmente inferior em situações de pouca luz, com um tom azulado e pouco contraste. A qualidade do áudio capturado com os microfones estéreo foi classificada como Boa.

A autonomia de bateria está na média, com cerca de 300 fotos por carga da bateria de Íons de Lítio. Mas isso com o GPS desligado.

Veredito

A FinePix F550 da FujiFilm tem mais recursos que a média das câmeras megazoom, e não é necessário entender como alguns deles, como os modos EXR, funcionam. Basta saber como e quando usá-los. Você terá de sacrificar um pouco da qualidade de imagem e vídeo quando comparada a concorrentes como a Nikon Coolpix S9100, a Canon PowerShot SX230 e a Sony Cyber-Shot DSC-HX9V, mas ainda assim o pacote geral a torna uma boa compra.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site