Imagem de fundo do header
Galaxy 5 tem Android 2.1 e bom desempenho com preço baixo
Home  >  Review
REVIEW

Galaxy 5 tem Android 2.1 e bom desempenho com preço baixo

Smartphone tem câmera de apenas 2 megapixels, mas possui um design confortável, é rápido e tem tela capacitiva de 2,8 polegadas.

William Marchiori, para a PC World

Foto:

O Samsung Galaxy 5 é um dos novos smartphones Android de baixo custo que estão chegando ao mercado nacional, com design estiloso (e bem parecido com o Corby), um hardware modesto e sistema operacional Android 2.1. 

O aparelho tem tela capacitiva sensível ao toque de 2,8 polegadas com resolução de 240x320 pixels, conexão a redes 3G e Wi-Fi, Bluetooth 2.1, GPS, acelerômetro e câmera que grava vídeos em baixa resolução (QVGA) e tira fotos de 2 megapixels.

Tudo isso baseado em um processador de 600Mhz e 128MBs de memória interna. Pode parecer pouco para a versão 2.1 do Android, mas o aparelho é bem rápido, especialmente quando se fala de animações da interface, e responde bem aos comandos.

galaxy5_3.jpg

 

O design curvado, típico da linha Galaxy, o deixa confortável para segurar na mão. Além dos botões de chamada e de um direcional, ele também tem as teclas Menu, Home, Voltar e Pesquisar. O único problema é que nenhuma dessas teclas possui iluminação de fundo. Na lateral, há apenas controles de volume e entrada para cartão MicroSD (até 16GB); um botão para tirar fotos também faz falta.

O Samsung Galaxy 5 também conta com a interface TouchWiz, similar à do Galaxy S mas graficamente mais modesta, que facilita e agiliza a navegação nos menus e oferece suporte a widgets na tela inicial e controles rápidos como botões para ligar ou desligar o Wi-Fi ou Bluetooth na própria barra de notificações.

É um celular agradável para navegar na web ou visualizar fotos; ele só não tem função multitoque com gestos populares como zoom com pinça. A bateria, quase como um padrão dos smartphones atuais, não aguenta
muito com uso de internet 3G. Ao final do dia, você terá que
recarrega-la novamente. Em modo de espera, sem conectividade 3G ou 2G, a
bateria dura entre três a quatro dias.

Desempenho e força gráfica
O que nos surpreendeu foi o desempenho gráfico do Galaxy 5. Ele não só é superior ao Galaxy 3 como consegue alcançar o nível de grandes smartphones como o Milestone 2 e Nexus One em determinados testes.

No benchmark Quadrant, que mede várias características do aparelho, o Galaxy 5 marcou 523 pontos, empatando com o Nexus One. Já no Nenamark 1, o Galaxy 5 registrou uma média de 37,4 quadros por segundo, enquanto o Milestone 2 ficou com apenas 20,5 quadros por segundo.

 

 

 

Em outras palavras, o Galaxy 5 tem uma GPU forte, algo que justifica o bom desempenho e suavidade na interface. Até mesmo recursos "pesados", como os papéis de parede animados, funcionam perfeitamente. Com isso ele se torna uma opção interessante para jogos. Embora a resolução da tela limite a compatibilidade com títulos como Asphalt 5, da Gameloft, jogos como Angry Birds ou Fruit Ninja funcionam tranquilamente.

Conclusão

O Galaxy 5 é uma ótima escolha para os novatos ou para quem procura um smartphone Android de baixo custo. Ele é melhor do que o LG Optimus por ter uma tela capacitiva e com brilho superior. Ainda assim, é básico, mas o sistema e a força gráfica oferecem uma ótima experiência que vai de navegação web à jogos em 3D.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site