Imagem de fundo do header
GeForce GTX 670: preço menor e ótimo desempenho
Home  >  Review
REVIEW

GeForce GTX 670: preço menor e ótimo desempenho

Placa custa menos que a GTX 680, é mais compacta e tem desempenho similar a modelos topo de linha da AMD.

Lloyd Case, PCWorld EUA

Foto:

A Nvidia GeForce GTX 670 chega ao mercado oferecendo desempenho tão bom ou melhor que a top de linha GTX 580 do ano passado, mas consumindo muito menos energia e com um preço menor. Por US$ 399 (preço nos EUA, cerca de R$ 1.600 no Brasil) ela ainda não pode ser considerada uma placa de baixo custo, mas com certeza é mais acessível para quem procura uma experiência robusta com jogos no PC em telas de resolução HD, mas não quer gastar R$ 2.000 ou mais em sua “prima” top de linha, a GTX 680.

gtx670_geral-360px.jpg
Uma GeForce GTX 670 de referência, produzida pela Nvidia

O chip usado na GTX 670 é exatamente a mesma GPU GK104 que é usada na GTX 680, mas com um bloco funcional inteiro - que a Nvidia chama de SMX - desabilitado. O clock é um pouco menor na GPU propriamente dita (915 MHz contra 1006 MHz), e há menos núcleos gráficos (1344 contra 1536) e unidades de textura (112 contra 128), mas o clock da memória (1502 Mhz) e a quantidade (2 GB) são idênticos.

Performance

Testamos o desempenho da GTX 670 usando o 3DMark 2011 e cinco jogos DirectX 11: Crysis 2, Shogun 2: Total War, DiRT3, Metro 2033, e Batman: Arkham City. Também medimos o consumo de energia tanto com a máquina ociosa quanto sob carga máxima usando um medidor Watts Up Pro. A máquina usada no teste tem um processador Intel Core i7 3960X rodando a 3.3 GHz com 12 GB de ram DDR3 rodando a 1600 MHz. Fonte de alimentação, placa-mãe e outro hardware permaneceram os mesmos durante todo o teste, assim como o sistema operacional, o Windows 7 Ultimate x64.

No primeiro teste, o 3DMark 2011, a GTX 670 facilmente supera a topo de linha do ano passado, a GTX 580, bem como as atuais GPUs topo de linha da AMD, a Radeon HD 7950 e a Radeon HD 7970.

gtx670_3dmark-360px.jpg
Números em pontos. Quanto mais melhor

No teste de desempenho médio em jogos vale notar que a GTX 670 vence facilmente a GeForce do ano passado, bem como a Radeon HD 7950, que tem preço similar. E o resultado no geral é praticamente um empate com a Radeon HD 7970, que é mais cara.

gtx670_game-360px.jpg
Número em quadros por segundo (FPS). Quanto mais melhor

É impressionante ver como o consumo de energia com o sistema ocioso melhorou nas placas da geração atual. Mas também vale notar que a GTX 670 consumiu um pouquinho mais de energia que uma GTX 680 de referência. A diferença na prática foi de apenas alguns Watts, então provavelmente foi causada por variação no processo de produção.

gtx670_idle-360px.jpg

Números em Watts. Quanto menos melhor

Sob carga máxima, medida com o 3DMark 11 rodando em resolução muito alta e todos os recursos ativados, a GTX 670 mostra ser a placa mais eficiente, embora a Radeon HD 7950 esteja apenas um passo atrás.

gtx670_load-360px.jpg
Números em Watts. Quanto menos melhor

Disponibilidade

A GeForce GTX 670 já está nas lojas, produzida por fabricantes como a ASUS, eVGA, Gainward e outros. Embora o preço-alvo (em dólares, no exterior) seja de US$ 399, ele pode variar de acordo com o overclock de fábrica e outros recursos implementados pelos fabricantes. A placa da eVGA, por exemplo, tem clock base de 967 MHz, e leva a memória a impressionantes 1552 MHz. A maioria das empresas produzindo placas baseadas na GTX 670 deverá ofecere versões com overclock de fábrica, algumas delas ocupando mais de dois slots na placa-mãe.

gtx670_evga-360px.jpg
Uma GeForce GTX 670 produzida pela eVGA

Conclusão

A GTX 670 é voltada aos gamers que preferem jogar em uma única tela de alta-definição. Nessas condições, você consegue desempenho melhor que a GPU topo de linha da Nvidia no ano passado, pagando menos, e bem próximo do desempenho de placas baseadas na GPU AMD Radeon HD 7970.

A placa é surpreendentemente compacta, e deve caber na maioria dos gabinetes midtorre, mesmo aqueles incapazes de abrigar as placas topo de linha. Os requisitos quanto à fonte de alimentação devem ser modestos: uma boa fonte de 500W deve ser suficiente.

Se você é um gamer pensando em um upgrade e já tem uma GTX 580 ou similar, provavelmente não vale a pena mudar para uma GTX 670. Mas se tem uma GTX 200 ou 400, ela pode ser um bom investimento.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site