Imagem de fundo do header
GTX 280: melhor desempenho dentre as placas já testadas por PC WORLD
Home  >  Review
REVIEW

GTX 280: melhor desempenho dentre as placas já testadas por PC WORLD

Com 240 núcleos e 1 GB de memória DDR-3 a 1,1 GHz, placa gráfica da Point of View é ótima para viciados em jogos.

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

gtx_280_150.jpg
Foto:

Aficionados por games vão gostar do desempenho da GTX 280 mas devem preparar o bolso

A holandesa Point of View continua enviando suas placas para o Brasil. Recebemos e testamos o modelo GTX 280 (1.500 reais), equipada a GPU GT200, da NVidia. A placa tem clock de 602 MHz e 1 GB de memória padrão DDR3 de 1,1 GHz. Os 240 núcleos da GPU e a memória, que tem barramento de 512 bits, permitem transferir dados a 141 gigabytes por segundo (GB/s).

Comparado ao processador do PC, o número de núcleos pode até espantar, mas é preciso explicar que os 240 núcleos da placa de vídeo trabalham de forma diferente dos núcleos de uma CPU. A GPU faz o trabalho pesado de desenhar, preencher, dar forma a imagem e efeitos de luz, sombra e fumaça.

Se essas tarefas ficassem a cargo do processador do PC, além dos cálculos de física que existem em um jogo, ele ficaria sobrecarregado. Com uma placa de vídeo, a tarefa de “desenhar” fica fácil, pois o trabalho é dividido em 240 partes (no caso da GTX 280) e entregue de uma só vez pelos 240 pequenos processadores formando a imagem ou animação com uma velocidade muito maior. Esse é o motivo de um PC que não tem uma boa placa de vídeo não rodar de modo satisfatório o último jogo do momento.

Desempenho
Para verificar o potencial da GTX 280, submetemos a placa ao 3DMark Vantage. Para nossa surpresa, ela obteve 12.422 pontos, a pontuação mais elevada de todas as placas testadas até agora na redação. Na avaliação com o 3Dmark06, a marca foi de 11.230.

Os testes foram realizado com resolução em 1650 por 1050 pontos, a resolução nativa de nosso monitor de testes. O sistema não utiliza nada de última geração, mas é balanceado de forma a executar adequadamente os testes com uma placa de alto desempenho.

Ele conta com processador AMD Phenom 8750 de três núcleos, a 2,4 GHz, 2 GB de memória OCZ trabalhando a 800 MHz, e o disco rígido é de 160 GB, SATA II, de 7200 rpm, tudo reunido em uma motherboard ECS (A780GM-A).

gtx_280_350.jpg
GTX 280: 240 núcleos e 1GB de memória DD3 asseguram
o melhor desempenho da categoria

Tal configuração resultou em 28 quadros por segundo (fps) no jogo Crysis, da Eletronic Arts, com a configuração em very high. Apesar de o ideal de jogabilidade ser 30 fps, o resultado permite jogar com conforto.

Mas, ressalte-se, o Crysis ainda é um desafio mesmo para o hardware mais parrudo que existe. Sua antecessora, a GTX 260 atingiu 25 fps. Já no jogo World in Conflict, essa taxa chegou a 32 fps com configuração gráfica máxima. Em Call of Duty 5, esse índice foi para 48 fps.

A placa da Point of View obteve um índice esperado de uma placa de alto desempenho. Os jogos rodaram sem as irritantes paradas nas imagens, principalmente em cenas de muita ação.

A GTX 280 tem dois conectores DVI e um S-video e acompanha adaptadores, inclusive HDMI – a placa suporta vídeos de alta definição, com 1080 linhas. Também está preparada para SLI, técnica usada para conectar duas placas de vídeo e assim aumentar o desempenho. Apenas é necessário tomar cuidado com a fonte de alimentação do PC.

Para fornecer tanto desempenho, a GTX 280 precisa de uma fonte de 550 watts com um cabo de seis pinos (6 volts) e um de oito pinos (12 volts). É bom lembrar que a placa-mãe necessita de um slot PCI-e x16 para instalar a placa.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site