Imagem de fundo do header
A multifuncional ultralight
Home  >  Review
REVIEW

A multifuncional ultralight

A Lexmark X75 é simples e barata, mas depende do microcomputador para realizar algumas tarefas

Mário Nagano

Foto:

A multifuncional ultralight
 Mário Nagano
 20/05/2003 12:49

Características
Pró:

  • Simples e compacta, realiza todas as funções básicas de uma multifuncional
  • Contra:

  • Não funciona se o PC não estiver ligado
  • Resumo:

  • Impressora multifuncional a jato de tinta com scanner acoplado
  • Preço:

  • R$ 749
  • Depois de estrear no mercado local de multifuncionais com o ótimo modelo X83, a Lexmark repete a dose com uma versão mais simples, a X75, voltada para o usuário doméstico. Com seu visual limpo e agradável – característico dos modelos da empresa –, a X75 é na sua essência uma impressora com scanner acoplado em cima.


    X75: compatibilidade com Macintosh e PCs


    Seu mecanismo de impressão é o mesmo utilizado no modelo Z35, também da empresa, com resolução máxima de 1.200 por 2.400 pontos por polegada (ppp) e velocidade máxima de até 11 páginas por minuto (ppm) na impressão em preto e 6 ppm em cores, ambos no modo rascunho. O scanner com resolução óptica de 600 por 1.200 ppp (ou 9.600 por 9.600 ppp no modo interpolado) utiliza a tecnologia Lide, muito usada pela Canon em seus scanners slims, como o modelo n1220u. A grande vantagem do Lide nesse caso está na simplicidade de seu mecanismo de captura de imagem que dispensa o uso de sistemas ópticos complexos e lâmpadas fluorescentes, o que ajuda a reduzir seu custo de produção.

    Equipada com apenas uma porta USB, a X75 também pode ser ligada a um Macintosh com Mac OS 9.2.2, Mac OS X (10.1.5), além de a PCs com Windows 98SE, Me, 2000 e XP, tudo disponível no CD de drivers e utilitários já acompanha o produto.
    Como era de se esperar, a X75 utiliza os mesmos cartuchos da Z35: o 10N0026 (R$ 145) e o 10N0016 (R$ 133) preto, ambos com autonomia estimada em 275 e 410 páginas, respectivamente, com 5% de cobertura no modo normal, autonomia bem abaixo dos cartuchos usados na X83, cuja autonomia do cartucho preto, por exemplo, gira em torno de 800 páginas no modo normal e que nem por isso custa muito mais caro (R$ 168).

    GERENCIAMENTO NO PC

    O processo de instalação da X75 é relativamente simples, limitando-se a retirar os adesivos que prendem algumas partes móveis, encaixar o módulo da fonte de alimentação numa abertura na parte de trás – uma solução também adotada no Nintendo 64 –, ligar o equipamento na tomada e no PC, instalar os drivers e o sistema estava pronto para uso.

    Aparentemente, a grande idéia que a Lexmark teve para criar uma multifuncional mais simples e barata, foi exatamente de passar para o PC a capacidade de realizar algumas tarefas que outras multifuncionais conseguem fazer por conta própria. O exemplo mais óbvio é a função de cópia. Ao inserir um documento e pressionar o botão de copiar documento, ela envia uma informação para o gerenciador de documentos instalado no PC, que o digitaliza e depois envia de volta para a impressora. Ou seja, sob um certo ponto de vista, não há muita diferença entre usar a X75 ou um scanner com função de cópia mais uma impressora.

    Fora esse pequeno detalhe, a Lexmark fez um bom trabalho no seu esforço de implementar por software todas as facilidades normalmente associadas às multifuncionais, como digitalizar imagens, convertê-las em texto por OCR (sistema de reconhecimento óptico de caracteres), editá-las, imprimi-las e até transmiti-las via fax, caso exista um modem instalado no PC.

    Nos testes realizados, o desempenho da X75 foi muito bom na impressão em preto, mas o mesmo não pode ser dito do modo em cores: ela imprimiu a 3,3 ppm em preto no modo normal, 5,5 ppm em preto no modo rascunho e 0,6 ppm no modo em cores, além de ter levado 349,4 segundos para imprimir nossa folha de testes no Corel Draw. De modo geral, a qualidade das impressões é boa, mesmo no modo rascunho cujas letras são perfeitamente legíveis.

    Nos testes de impressão de fotos, a qualidade das imagens também não decepcionam, mesmo com o uso de papel comum de copiadora (75 gr/m+), cujas cores saíram levemente claras, efeito que não se repetiu com o uso de papel brilhante de qualidade fotográfica. (MN)

    Lexmark do Brasil: 0800-554555 - http://www.lexmark.com.br

    Tags

    Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
    Vai um cookie?

    A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

    Este anúncio desaparecerá em:

    Ir para o site