Imagem de fundo do header
Todas as redes sob o NetWare 6
Home  >  Review
REVIEW

Todas as redes sob o NetWare 6

Nova versão ilustra mudanças estratégicas assumidas pela Novell.

Kelli Gonçalves

Foto:

A primeira demonstração de que o trabalho em rede pode trazer bons resultados e otimizar os custos surgiu com as redes locais, quando as empresas então acordaram para as vantagens dos recursos compartilhados. Com a Internet, esses horizontes se ampliaram e o que acontecia dentro de uma companhia pôde ser estendido a parceiros e clientes.

Com o NetWare 6, a Novell tenta correr atrás do tempo perdido e coloca o produto como um sistema operacional de todas as redes, incluindo-se aí a Internet. "O NetWare 6 faz parte de nossa estratégia one Net, que unifica e integra os diversos tipos de rede. Agora esse posicionamento está ainda mais evidente e incorpora a Internet", afirma Richard Cameron Anderson, gerente de marketing da Novell Brasil.

O produto marca ainda uma nova mudança estratégica da Novell, que deixa de ser uma empresa apenas de produtos de rede e passa a se declarar oficialmente uma provedora de software, serviços e soluções de rede.

Novidades
As mudanças no NetWare 6 não dizem respeito apenas às estratégias da Novell. O software traz realmente algumas novidades interessantes relacionadas à versão anterior.

O NetWare 6 estará disponível para o mercado brasileiro em novembro deste ano. Clientes com proteção de atualização para o NetWare 5.1 podem optar por utilizar apenas alguns componentes da versão 6.

A impressão foi democratizada no NetWare 6. Por meio de uma página na Internet, ou na intranet da empresa, o usuário pode selecionar uma impressora e solicitar a impressão do arquivo, mesmo que não tenha os drivers do equipamento instalados em sua máquina. Ao selecionar a impressora, o programa perguntará ao usuário se quer instalá-la e o processo é imediato, permitindo inclusive o acompanhamento do trabalho de impressão.

E se as impressoras podem ser acessadas de qualquer lugar, o mesmo acontece com os arquivos. Com o novo sistema operacional, o usuário tem seus arquivos disponíveis em qualquer lugar onde estiver. Os arquivos são armazenados na unidade local da máquina do usuário e replicados, criptografados, para o servidor.

Batizado de iFolder, o recurso permite ainda que o usuário acesse esses arquivos pela Web, ou seja, se um funcionário da empresa estiver viajando e seu notebook com o material de trabalho quebrar, basta que ele se conecte à Internet, acesse sua pasta iFolder e faça o download do arquivo desejado. Além disso, o recurso garante o sincronismo das informações. Uma vez modificado o arquivo em uma máquina, automaticamente a alteração acontecerá nas demais também. Em poucas palavras, o NetWare 6 não exige mais a presença de nenhum software especial do lado cliente da rede, resumindo-se à interface do navegador; o programa-cliente, contudo, continua acompanhando o sistema para compatibildiade com os servidores NetWare 3.x/4.x/5.x ou uso com outras ferramentas da Novell como o ZENworks for Desktops.

Atualmente, é praticamente inviável para uma empresa trabalhar apenas com uma plataforma ou um tipo de arquivo. Costumeiramente, os usuários são obrigados a conviver com Macs, PCs, trabalhar com Linux, Solaris e por aí afora. O NetWare 6 ajuda a arrumar a casa sem complicar a tarefa dos administradores, assumindo um único sistema de arquivos e sistema operacional para acesso à SAN (Storage Area Network) para armazenamento. Para o usuário, o recurso chamado de Novell Native File Access, significa que, com a mesma senha, poderá trabalhar e acessar arquivos e máquinas de plataformas diferentes.

Mesmo aqueles sem experiência prévia com o NetWare serão capazes de instalar e configurar a nova versão do sistema operacional da Novell. As ferramentas de gerenciamento baseadas em Java e na interface do navegador do NetWare 6 também vão facilitar a vida dos administradores.

Além disso, o NetWare 6 pode endereçar 64 GB de memória, trabalhar com dois nós de cluster (expansíveis para até 32), multiprocessamento simétrico (SMP) de até 32 processadores, fornecer gerenciamento remoto do servidor a partir de dispositivos portáteis, manutenção e ampliação de infra-estrutura sem interrupção de serviços, possibilidade de crescimento da capacidade de armazenamento e criação de um portal que permite que os usuários tenham acesso a e-mail, arquivos, impressoras e demais serviços da empresa de qualquer navegador, indicado sobretudo para profissionais que viajam e precisam manter a sinergia com a companhia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site