Imagem de fundo do header
O Office 12 é bem mais inteligente
Home  >  Review
REVIEW

O Office 12 é bem mais inteligente

Testamos o primeiro beta da grande reformulação do pacote de escritório da Microsoft — e, no geral, gostamos do que vimos

Michael S. Lasky – PCW/EUA

Foto:

Testamos o primeiro beta da grande reformulação do pacote de escritório da Microsoft — e, no geral, gostamos do que vimos

office12 - 250x234Quando a Microsoft diz que a próxima versão do Office é a revisão mais importante em mais de uma década, a empresa de Bill Gates não está brincando. Novos formatos de arquivo padrões baseados em XML e uma grande mudança na interface visam a tornar o pacote de produtividade dominante do mercado mais flexível e acessível do que nunca. Usuários veteranos talvez achem os ajustes da nova versão, de codinome Office 12, perturbadores.  Os testes com o primeiro release beta, no entanto, mostram que esses ajustes valeram a pena. A edição final está prevista para 2006.

Um novo visual
Antes da liberação limitada do beta técnico, a Microsoft havia feito um preview da nova e surpreendente interface do Office. No lugar das barras de ferramentas e menus drop-down da maioria dos aplicativos do pacote, os usuários agora recebem um conjunto de guias que a empresa chama de ribbon – uma barra de ferramentas de aproximadamente 2,54 centímetros de altura que exibe diversas funções relevantes para a guia selecionada. Se você clica na guia Write no Word, por exemplo, o ribbon fornece opções de fonte e formatação, bem como as funções familiares de recortar, colar e localizar/substituir que ocupavam o menu Editar. Diversas funções, porém, ainda residem em menus que aparecem quando você clica nas setas para baixo no ribbon ou do lado do botão File localizado à esquerda das guias.

Ao contrário do Windows XP, que permite aos usuários reverter para o menu Iniciar e o Painel de Controle de versões anteriores do Windows, o Office 12 não oferece opção de interface legada, decisão que provavelmente irritará quem se acostumou à antiga cara dos aplicativos do Office.

Novos formatos de arquivos
É nos bastidores, no entanto, que está uma mudança talvez ainda mais significativa do que a reformulação da interface – a substituição dos atuais formatos de arquivo proprietários da Microsoft por novos baseados em XML, designados pelo acréscimo da letra x às tradicionais extensões de nome de arquivo (.DOCX em vez de .DOC, .XLSX no lugar de .XLS e assim por diante).  Esses novos formatos Office Open XML aprimoram os predecessores de várias maneiras. Para começar, são mais compactos. Quando salvamos um arquivo do Word 2003 não modificado como um arquivo .docx, ele ficou com menos da metade do tamanho anterior. E, visto que os formatos Office XML se baseiam em formatos XML e ZIP, deverão ser mais acessíveis universalmente para outros aplicativos à medida que os desenvolvedores começarem a incorporar aos seus programas os esquemas XML da Microsoft. Esses esquemas fornecem os detalhes de programação necessários para a interpretação de documentos XML. A empresa já ofereceu versões de esboço desses esquemas e propôs o Office XML como um padrão aberto para o organismo Ecma International, sem pagamento de royalty.

O Office 12 permite leitura e gravação nos formatos Office 2000 e 2003 e, pela primeira vez, que arquivos sejam salvos como PDFs para leitura. A Microsoft também promete extensões que os usuários dos Offices 2000 e 2003 poderão baixar gratuitamente para criar, abrir, editar e salvar arquivos Office XML. Quando usuários das versões legadas tentarem abrir um arquivo Office XML, serão direcionados para o site de download.  Considerando-se que cada arquivo Office XML é, na verdade, uma coleção zipada de arquivos componentes (texto reside em um componente, atributos de texto estão em outro, comentários de revisores em um terceiro e assim por diante), você pode alterar facilmente estes atributos. Basta mudar a extensão do Office XML para .ZIP, abrir o arquivo com qualquer utilitário de descompactação e remover ou substituir arquivos componentes. Você pode inserir rapidamente um novo subarquivo de estilo (criado por programadores ou simplesmente copiado de outro documento Office XML) sem fazer mudanças no texto.

Confusão inicial
word12 - 250x163.Nos testes com o Word, inicialmente ficamos confusos com o reposicionamento de recursos. Em alguns casos, precisamos clicar mais para obter funções que antes poderíamos ter acessado pelas barras de ferramentas.  Felizmente, a Microsoft manteve os controles de teclado padrões (F12 para Salvar Como, por exemplo). Outros recursos novos compensam ter de aprender uma interface diferente.

O principal acréscimo é a capacidade de visualização em tempo real (Live Preview). Quando você pára o mouse sobre um formato – uma nova fonte ou um novo estilo de parágrafo, por exemplo – no ribbon, a mudança aparece em seu documento antes que você a aplique.  Este recurso, que economiza tempo, está disponível no pacote para diversas opções. Um ponto negativo: o ribbon ocupa espaço na tela e seu tamanho não é ajustável.  Então, quanto maior a tela do monitor, melhor. 

Outra modificação de interface significativa no Word está na barra de ferramentas Status, na parte de baixo da janela. Esta barra de ferramentas, que mostra o número de páginas e a página corrente de um documento, agora também exibe contagem contínua de palavras e uma barra de zoom deslizante para ajustes a partir da visão padrão de 100%.  Um acréscimo igualmente bem-vindo no Word, no Excel e no PowerPoint é o Document Inspector (sob File/Finish). Este recurso busca texto oculto que você não quer que outros vejam – comentários, o nome do dono do documento e coisas do gênero – e se oferece para remover parte desse material ou todo ele.

Excel excelente
excel12 - 250x162Os aperfeiçoamentos na planilha eletrônica Excel 12 incluem ajuda aprimorada para usuários iniciantes, capacidade expandida (as planilhas agora lidam com até 1 milhão de linhas e 16 mil colunas) e designs de células de mais fácil aplicação.

A função de formatação condicional do Excel permite que você embeleze sua planilha com cores e efeitos baseados no conteúdo das células. Você pode, por exemplo, criar dégradés de cores tipo termômetro de acordo com os valores numéricos contidos em um grupo de células.

Gostamos particularmente da ajuda para escrever fórmulas do Excel 12. Em versões anteriores, você tinha de digitar o nome exato de uma fórmula. Agora, quando começa a digitação, um menu pop-up mostra todas as fórmulas que iniciam com as letras que você digitou e cada fórmula tem sua própria definição de dica de tela. À medida que você continua a digitar, o programa estreita as opções.

O ribbon Sheet Tab do Excel oferece uma galeria de visualizações que você pode aplicar com apenas dois cliques. Como no Word, a visualização em tempo real possibilita que você veja como suas escolhas vão ficar no documento verdadeiro antes de aplicá-las.  A visão Page Layout, até que enfim, permite que você veja com facilidade exatamente como cada página de uma planilha será impressa e onde estão as quebras de página. Se você acrescenta uma coluna ou linha a uma planilha, o Excel agora aplica os elementos de estilo do documento a este acréscimo (tarefa manual nas versões existentes).

PowerPoint mais potente
powerpoint12 - 250x207A mágica de encolher arquivo do Office XML é particularmente admirável no PowerPoint 12. Um único slide contendo uma foto e imagens que ocupava pesados 5 MB no formato de arquivo padrão do PowerPoint 2003 encolheu para modestos 610 KB (cerca de 0,6 MB) no novo formato .PPTX.

O uso do ribbon pelo PowerPoint 12 proporciona uma sensação de controle ausente em versões anteriores.  Clicando em Effects no ribbon Design, por exemplo, você transforma uma lista com marcadores rudimentar em um diagrama lógico — e depois, rapidamente, embeleza o diagrama com um efeito 3D ou de brilho usando outras opções no mesmo ribbon. Em versões anteriores do PowerPoint, essas opções estavam enterradas em um labirinto de múltiplos menus.

Update do Outlook
outlook12 - 249x180A consistência da interface do Office 12, entretanto, é quebrada no Outlook. Não há ribbons aqui – há apenas os mesmos velhos menus drop-down. A novidade é a útil barra To-Do. Similar ao painel de tarefas do Word ou Excel 2003, aparece na tela e mostra todas as tarefas pendentes e reuniões futuras.  A Microsoft diz que, quando usada em uma rede corporativa, a barra To-Do vai mostrar reuniões marcadas por meio de outros aplicativos Office em rede, como o Access e OneNote. Você pode ajustar o tamanho do painel, mas não achamos que a tela tenha ficado entulhada.

Até você marcar uma tarefa como executada, o Outlook vai mantê-la na barra To-Do. Para reservar tempo para concluir uma tarefa na barra To-Do, basta arrastá-la até sua agenda (por padrão, o programa agenda um compromisso de 30 minutos).

O Outlook 12 também permite que você troque informações da agenda com outro usuário por e-mail.  Você pode até sobrepor compromissos de vários usuários na sua agenda (os eventos de cada pessoa são codificados com cor para fácil identificação).  Em resumo, a capacidade de busca do aplicativo Outlook parece muito aprimorada em relação a versões anteriores. Porém, sentimos falta da conveniência dos novos ribbons.

Access mais fácil
Para muitos usuários, um componente do Office – o Access, poderoso programa de banco de dados da Microsoft – sempre pareceu impenetrável, principalmente quando comparado ao mais amigável FileMaker Pro. O Access 12 acrescenta recursos que tornam o software mais acessível.

Exibidos no ribbon, modelos orientam novos usuários na criação de bancos de dados para fins específicos — por exemplo, organizar um caderno de endereços. Com a nova versão também fica fácil reformatar relatórios de bancos de dados dinamicamente – agora você pode editar cada campo de banco de dados a partir da visão de relatório, o que representa um grande avanço. E ferramentas de consulta simplificadas ajudam você a extrair os dados de que precisa sem ter de aprender nenhum jargão especial.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site