Imagem de fundo do header
Gravadores de DVD ficam mais baratos
Home  >  Review
REVIEW

Gravadores de DVD ficam mais baratos

Drives de DVD evoluem e preço dos modelos capazes de gravar discos de alta capacidade despenca. Confrontamos quatros modelos

Por Mário Nagano, da PC WORLD

Foto:

Drives de DVD evoluem e preço dos modelos capazes de gravar discos de alta capacidade despenca. Confrontamos quatros modelos


Leia também:

Comparativos entre os modelos de gravadores
Samsung e LG disputam o mercado com drives cheios de recursos

DVD1

Nos últimos anos, os preços das unidades de CD-RW e DVD-ROM baixaram consideravelmente e tornaram-se bastante acessíveis ao usuário. Agora, chegou a vez dos gravadores de DVD, que utilizam mídia com maior capacidade de armazenamento, repetir o processo. Em março do ano passado, quando fizemos um comparativo de drives de DVDRW, o modelo mais em conta não saia por menos de 600 reais. Hoje, você pode levar um equipamento desse tipo por menos de 200 reais. É hora de voltar ao tema e ajudá-lo a escolher o modelo ideal para seu computador.

Convidamos os principais fabricantes e distribuidores de gravadores de DVD do mercado brasileiro e reunimos quatro modelos, todos internos e com porta IDE, para o teste comparativo. A Sony enviou o DVD/CD Rewritable Drive DRU-820A, a LG, o Internal 16x Super Multi DVD/CD Writer GSA-H10A, a Samsung, o Super Writemaster SH-S182D, e a Lenovo, o Multigravador Super 41N5581. Pioneer, BenQ e Iomega não participaram por não terem produtos disponíveis ou por estarem em fase de renovação de sua linha de produtos.

Entre os modelos analisados, aquele que apresentou a melhor relação custo-benefício foi o Super Writemaster SH-S182D, da Samsung. Embora não tenha apresentado o melhor desempenho, a unidade tem preço bastante atrativo (165 reais) e oferece o luxo extra do recurso LightScribe, tecnologia para impressão de textos e imagens diretamente sobre o disco. A função é interessante, mas exige o uso de mídia especial, compatível com ela.

DVDVDLGPara quem o apelo do LightScribe não parece interessante, a melhor sugestão é o Internal 16x Super Multi DVD/CD Writer GSA-H10A, da LG (169 reais). De aparência simples, o modelo cumpre bem suas tarefas e apresenta desempenho superior ao do produto da Samsung, principalmente nos testes de gravação de DVD+R DL.

DVD4Por último, quem estiver disposto a investir um pouco mais terá boas opções no Sony DRU-820A (249 reais) e no modelo da Lenovo (389 reais). O DRU-820A vem com o pacote de software mais completo, pois é o único que traz o Nero Burning ROM SE. Os demais, apenas o Nero Express 6. Além disso, ele sai de fábrica com duas opções de painel frontal, que podem ser trocados pelo próprio usuário, para combinar com o gabinete onde a unidade será instalada: o tradicional painel branco e um outro na cor preta.

O Multigravador Super 41N5581, da Lenovo, foi concebido como um acessório para desktops ThinkCentre, mas pode ser adquirido por qualquer pessoa no site da empresa (www.lenovo.com/br) e posteriormente instalado em qualquer PC. Como todo produto da IBM/Lenovo, vem com uma rica documentação e um pacote de software diferenciado. Porém, não há utilitário de backup. Isso acontece porque tal recurso é padrão nos computadores da empresa. Além disso, o gravador vem com suporte para LightScribe e está disponível apenas na cor preta.

++++
Ditadura da mídia

Há um aspecto importante no que diz respeito aos gravadores ópticos: o desempenho de cada unidade está diretamente relacionado ao tipo de mídia utilizada. Isso acontece porque não é aconselhável gravar um CD ou DVD em uma velocidade acima da especificada pelo fabricante da mídia, informação normalmente impressa em destaque na embalagem do produto ou mesmo na própria mídia. Tais especificações baseiam-se nas características físicas do substrato de gravação.

Gravar as trilhas do disco numa velocidade acima da ideal pode resultar em marcações não muito bem feitas. Tais discos podem até ser lidos posteriormente,ao aumentar-se a potência do feixe do laser da leitora, mas, com o passar do tempo, o uso desse recurso pode fazer com que a mídia se aqueça mais que o normal e provoque alterações físicas (como deformações ou fragilização da mídia) na base de plástico.

Estas mudanças estariam ligadas ao mito, bastante popular há alguns anos, de que mídias fragilizadas poderiam explodir e se estilhaçar dentro do gravador. Por causa disso, alguns programas, como o Nero Burning ROM, verificam as características da mídia e ajustam a velocidade de gravação para padrões seguros.

Como as mídias mais comuns do mercado nem sempre acompanham o desempenho dos gravadores mais recentes, utilizamos a mídias 8x da Imation nos testes comparativos, embora os produtos analisados sejam capazes de gravar DVD-R a 16x ou 18x. Assim, por causa da limitação da velocidade de gravação imposta pelos discos, não vimos muita diferença de desempenho entre os modelos analisados.

Outra questão levantada durante a realização dos testes foi avaliar a real utilidade de novos recursos presentes em alguns gravadores, como LightScribe e Dual Layer. Embora sejam inovações tecnológicas, elas também exigem mídias específicas, muitas vezes caras e difíceis de encontrar. No caso do Dual Layer, cujos discos custam cerca de 25 reais (cada), contra 1,87 reais de um DVD-R de boa procedência, há ainda o fato de seu futuro como opção de mídia de alta capacidade de armazenamento parecer incerto, por causa da iminente chegada dos novos padrões HD-DVD e Blu-Ray.

Em razão desses fatores, embora os modelos testados sejam compatíveis com mais de uma dezena de formatos diferentes, limitamos nossa avaliação a formatos mais populares, como gravação de CD-R, DVD-R, DVD-RW e DVD+R DL.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site