Imagem de fundo do header
N95 é a convergência levada a sério
Home  >  Review
REVIEW

N95 é a convergência levada a sério

Celular da Nokia traz câmera de 5 megapixels, conecta-se à rede Wi-Fi e tem alto-falantes estéreo integrados. O problema é o preço

Por Melissa J. Perenson, especial para PC WORLD*

nokia_n95_70.jpg
Foto:

Celular da Nokia traz câmera de 5 megapixels, conecta-se à rede Wi-Fi e tem alto-falantes estéreo integrados. O problema é o preço

n95_interna1Que tal um único celular que fala e ainda desempenha – e muito bem - as funções de diversos outros equipamentos?

Por mais que a palavra "convergência" seja lei no mercado de tecnologia atual, é de se admirar que um telefone faça isso, e o Nokia N95 é um legítimo representante dessa classe de aparelhos versáteis. 

Para se ter uma idéia de sua desenvoltura funcional, basta olhar suas especificações: conectividades WCDMA HSDPA e quad-band GSM; GPS; Wi-Fi 802.11g; player musical; falantes integrados estéreo; e uma câmera digital com resolução de 5 megapixels. 

A fabricante informa que a bateria do telefone suporta até 210 minutos em utilização e 215 horas em stand-by. Neste review, por falta de um teste adequado com suas baterias, ele não receberá nota. Mas, acredite, se recebesse passaria bem perto de um 8, numa escala que chega a 10. 

Entre os pontos altos estão a velocidade de resposta e botões dedicados. Para receber uma nota ainda melhor, deveria ter uma tela sensível ao toque.

Com todos estes predicados, não é surpresa que seu preço seja alto. Nos Estados Unidos, custa 750 dólares, bem mais que um Apple iPhone. No Brasil, onde chegou há menos de dois meses, o aparelho GSM é vendido por 2,5 mil reais.

O design
A primeira característica que impressiona no N95 é seu desenho. Apesar de não ser exatamente pequeno, é leve (119 gramas) e, mesmo em mãos pequenas, tem ergonomia confortável com seus 5,5 centímetros de largura por 9,9 cm de altura e 2 cm de profundidade.

O visor de 2,6 polegadas, 16 milhões de cores e resolução de 240x360 pixels (QVGA) pode ser visualizado tanto na posição horizontal quanto na vertical e exibe imagens nítidas, bem contrastadas e cores vivas.

O duplo teclado deslizante auxilia o dispositivo na tarefa de acomodar funções de celular e player multimídia.

Basta deslizar a parte do teclado dedicada à função telefone para que seja revelado o teclado numérico, com teclas de tamanho generoso, fáceis de acessar. ++++
Ao deslizar o teclado para o lado oposto, a tela e os comandos tomam a posição horizontal (a tela grande do N95 é perfeita para reproduzir vídeos) e, no topo do telefone, você vê quatro botões para reprodução de mídia (os tradicionais play/pause, avanço, retrocesso e parada). O design slider impressiona: é firme e, ao mesmo tempo, conveniente para manipulação com uma só mão. 

O N95 roda o sistema operacional Symbian Series 60. Os ícones e comandos são atraentes, bem organizados e de fácil navegação.

É possível acessar funções por meio de seus menus animados usando o joystick principal e seus botões auxiliares.

Uma ressalva deve ser feita quanto à interface do software. Em inglês, a linguagem é pouco clara na hora de salvar fotografias e vídeos.

Em nenhum momento é mencionada, entre as diversas opções, a palavra "save". Em seu lugar aparece "new image" – que realiza a função de salvar a imagem ou vídeo e já volta a funcionar novamente. Se o usuário preferir salvar o arquivo diretamente no cartão de 2 GB (incluído), e não em seus 160MB de memória interna, notará a falta de uma opção de salvamento. 

Capacidade multimídia
n95_interna3Quem olha o N95 por trás, acha que ele parece uma câmera digital com flash. Para acioná-la, basta deslizar a capa protetora.

A câmera é ativada automaticamente e dá a opção de se capturar imagens com até 5 megapixels de resolução ou vídeo VGA a 30 quadros por segundo.

Ao manejar o telefone como câmera, há um botão no lado superior direito destinado a bater as fotos. Neste modo, as teclas de volume têm a função de acionar o zoom digital de 20 vezes.

As imagens capturadas tiveram mais vivacidade de cores e melhor qualidade do que as batidas por outros telefones com câmera. Mas, vale o aviso: usuários mais exigentes ainda vão preferir as fotos tiradas com suas câmeras avulsas. 

Merece destaque transferência, via Bluetooth, de fotos e filmes que também podem ser enviados por mensagens multimídia textuais, e o fato de se poder enviar a imagem diretamente para uma conta do Flickr ou do serviço Vox.

Função celular
Como telephone, o N95 não decepciona. O som das chamadas é excelente, apesar de algumas vozes terem soado levemente mais agudos do que o normal.

Não é difícil ouvir o interlocutor, mas, mesmo com o volume regulado no máximo, o som não foi tão alto quando o ideal. A função viva-voz é suficientemente alta e límpida, e é fácil de ativá-la e desativá-la durante uma chamada.++++
Extras
O N95 tem tantas funções além das já citadas que fica praticamente impossível numerá-las aqui. As funções padrão incluem envio de e-mails (SMTP, IMAP4, POP3), envio de mensagens de texto, navegação na web e suporte à visualização de anexos nos formatos .doc, .xls, .ppt e .pdf.

Além disso, o aparelho toca músicas e exibe vídeos com o aplicativo Real Player, que já vem instalado. Os sons são bem reproduzidos, mesmo quando através dos modestos falantes estéreo embutidos.

n95_interna2Já a visualização de vídeos é boa, apesar de termos observado algumas falhas durante a reprodução de vídeos de 4 MB codificados pelo RealVideo.

O telefone vem também com links para a versão beta do YouTube Mobile; mas por se tratar de uma versão de testes é impossível sabermos o quanto se poderá utilizar do site de vídeos.

O N95 suporta uma série de formatos, incluindo os musicais MP3, AAC, M4A, WMA e alguns de vídeo, como MPEG-4, H.264/AVC, H.263/3GPP e RealVideo 8/9/10. 

A transferência de conteúdo é simples: a N95 parece um pen drive quando conectado ao PC, usando sua porta mini-USB 2.0. Infelizmente, as pastas pré-configuradas do telefone não tornam clara a tarefa de onde se deve guardar os arquivos de foto e vídeo.

O telefone traz GPS integrado e que roda o aplicativo Nokia Maps, mas a função não foi testada neste review. 

Em resumo, o Nokia N95 consegue combinar estilo e função com maestria e só peca mesmo no alto preço – o único fator que deve fazer o interessado pensar duas vezes antes de adquiri-lo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site