Imagem de fundo do header
Notebook popular movido a Linux e AMD
Home  >  Review
REVIEW

Notebook popular movido a Linux e AMD

Portátil V6210BR, da HP, custa 1.799 reais, utiliza o sistema operacional de código aberto e chip Sempron

Por René Ribeiro, da PC WORLD

HP-note-linux-V6210_70.jpg
Foto:

Portátil V6210BR, da HP, custa 1.799 reais, utiliza o sistema operacional de código aberto e chip Sempron

hp_note_linux_v6210_200Primeiro foram os notebooks abaixo de 5 mil reais. Depois, os modelos populares chegaram à faixa de 3 mil. E, para a alegria de quem pensa em comprar um portátil, já é possível adquirir um bom laptop por menos de 2 mil reais. É o caso do V6210BR, fabricado pela HP, equipamento que tem preço sugerido de 1.799 reais.

O equipamento, avaliado por PC WORLD Test Center, tem dois motivos para esse custo: vem com sistema operacional de código aberto e tem apenas 256 MB de RAM.

Leia também:

A distribuição Linux é a Mandriva, considerada uma das mais fáceis de ser usada. E inclui um bom pacote de softwares instalados, o que garante que o notebook tenha todas as ferramentas para se transformar numa máquina para o escritório.

hp_note_linux_v6210_tabSua configuração inclui processador Sempron 3500+ de 1,83 GHz (da AMD), disco rígido de 60 GB, tela de 15,4 polegadas wide, com resolução de 1280 por 800.

Quer ver DVD? Sem problemas. Ele inclui driver para isso. Traz ainda duas interfaces USB 2.0, saída para fone de ouvido e para monitor externo (VGA), porta S-Video, conector RJ-45 para rede e conexão sem fio padrão 802.11g.

Quanto ao pacote de software, vem com o Kaffeine, que é um player de multimídia; Star Office (semelhante ao Office, da Microsoft); GhostView, para visualizar documentos PDF; KlamAV, um antivírus para Linux; Gimp, que é um editor de imagens; e assistente de wireless do Linux.

Se é difícil usar o Linux? Não há motivo para isso, pois a interface também é gráfica, com ícones intuitivos e janelas.

Acessar a internet também foi tarefa fácil. Rapidamente o sistema encontrou a rede wireless, sem sequer precisar configurar algo manualmente.++++
hp_note_linux_v6210_150Apesar da pouca memória, o portátil apresentou ótimo desempenho nos testes e boa parte disso se deve ao sistema operacional, que tem como característica exigir pouca memória para rodar bem.

Vários aplicativos foram abertos, como editor de imagens, planilha de cálculo, editor de textos e os trabalhos foram sendo executados, sem nenhum travamento ou perda de performance.

Apesar de ser direcionado para o trabalho, o 6210 traz também algo para o entretenimento. A diversão fica por conta do Kaffeine, um player de filmes em DVD.

Nesse teste aproveitamos para verificar a duração da bateria. Apesar de ser uma unidade comum de seis células, presente em grande parte dos portáteis, o filme foi executado em sua totalidade sem ter a necessidade de ligar o portátil na tomada. A bateria suportou as duas horas acessando o disco óptico, exibindo imagem e som.

O 6210 demonstrou que é possível ter um notebook com preço acessível e que dá conta do recado no trabalho. E com direito a filmes nas horas vagas. Só é um pouco pesado: 3,1 quilos.

Vale lembrar que, tecnicamente, nada impede que o Windows seja instalado. Porém, será preciso pelo menos mais 256 MB de RAM para trabalhar de maneira razoável com versões como XP ou mesmo o Vista.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site