Imagem de fundo do header
Multifuncional a jato de tinta com jeito de laser e cartucho colorido a 38 reais
Home  >  Review
REVIEW

Multifuncional a jato de tinta com jeito de laser e cartucho colorido a 38 reais

Modelo da HP pode imprimir até 7,5 mil páginas por mês a um custo de 6 centavos de real por página

Por René Ribeiro, da PC WORLD

jato_tintalaser_70.jpg
Foto:

jato_tintalaser_200Impressora a jato de tinta é uma opção viável para o escritório? Bom, se você tiver que compartilhar o equipamento, apresentar um volume mensal de impressão acima de 5 mil cópias e precisar imprimir frente e verso para economizar papel, provavelmente será aconselhado a comprar uma máquina a laser. Essa tecnologia é realmente uma boa opção. Mas também há outros produtos a considerar.

A HP lançou no Brasil um modelo a jato de tinta que executa essas funções e muitas outras. O multifuncional Officejet Pro L7680 traz as funções de scanner, copiadora, impressora e fax. Pode ser ligada em rede (wireless opcional), aceita impressões de periféricos Bluetooth e imprime imagens diretamente do pendrive, pois tem interface USB, além de leitor de cartões.

Leia também:

Outra vantagem é imprimir em cores sem ter o mesmo custo de uma impressão em cores a laser (que pode chegar a 20 centavos) . Os cartuchos são independentes para cada cor: preto, amarelo, magenta e ciano. Cada um deles tem autonomia para cerca de 2 mil páginas, segundo a HP. É claro que essa duração vai depender da área utilizada do papel. Seu fluxo de trabalho mensal é projetado para até 7,5 mil páginas. Apesar do volume, os cartuchos não são tão caros: o preto tem o preço sugerido pela HP de 53 reais e os coloridos custam menos ainda: 38 reais. O que dá custo por página de 6 centavos para impressão em cor.

A impressão em frente e verso automática é ideal para o escritório, pois o usuário não perde tempo tendo que virar todas as folhas e não há o risco de errar no posicionamento. Para as funções de fax e scanner, um alimentador automático com capacidade para até 50 folhas facilita digitalizar vários originais, inclusive no modo frente e verso.

A L7680 alcançou 24 páginas por minuto (ppm) quando utilizada na qualidade normal de impressão, com um documento apenas com texto, em papel A4. No modo rascunho, chegou a 30 ppm. Simulando um relatório com texto e gráfico em Excel (em preto), a marca foi de 27 ppm em rascunho e 23 em modo normal. Esse mesmo relatório impresso em cores atingiu 17 ppm no modo normal e 23 ppm em rascunho. As impressões PB frente e verso alcançaram 17 ppm no modo normal e 26 ppm em rascunho. Em cores, o índice foi de 15 ppm em modo normal e 23 em modo rascunho. O desempenho no modo rascunho impressiona, com qualidade da impressão bem parecida com a do modo normal.

O sistema de alimentação automática para cópias e digitalização também foi eficaz. Na digitalização em várias páginas, os originais não atolaram nenhuma vez dos 100 originais passados pelo scanner. E o software foi excelente no reconhecimento de caracteres. Mesmo o original tendo formatações, a digitalização as manteve, tendo que fazer poucas correções.

A L7680 imprimiu fotos com qualidade, mas em papel fotográfi co. Em papel comum as cores são bem vivas, entretanto um pouco mais de definição a deixaria perfeita para fotos. Apesar disso, as suas funções mostraram agilidade e facilidade de uso e, mesmo abusando da sua capacidade (imprimimos e copiamos mais de 300 páginas em único dia), a L7680 suportou a carga sem perda de qualidade.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site