Imagem de fundo do header
Soluções open source para BI são opção para empresas
Home  >  Review
REVIEW

Soluções open source para BI são opção para empresas

Existem muitas distribuições de pacotes para BI, inclusive aquelas de graça. Conheça algumas.

Computerworld/EUA

Foto:

Uma recente pesquisa da Forrester divulga que várias
iniciativas de BI baseadas na plataforma open source de fato cumprem o que
esperam as empresas, quase. Os analistas Boris Evelson e o colega Jeffrey
Hammond escreveram sobre o assunto: Softwares de BI open source apresentam os
mesmos benefícios que se estendem a outros programas, também de código aberto,
de investimento inicial reduzido a matrizes de suporte flexíveis e com
interfaces para integração em outros sistemas, diferente do que acontece com vários
softwares proprietários.

Liberdade

Não é só isso. As empresas têm usado softwares de código
aberto e percebem a equipe de desenvolvimento cada vez mais engajada em otimizar
os softwares para as necessidades da organização em função da liberdade que
esse tipo de plataforma lhes proporciona.

Existe uma variedade abrangente de soluços para BI
segmentadas em categorias como integração de dados, ferramentas para geração de
relatórios e busca por dados. O estudo da Forrester se baseou nos softwares
Actuate, Jaspersoft, SpagoBI e Pentaho – todos apresentam suítes com
funcionalidades de BI.

Restrições

Todas as empresas oferecem pacotes gratuitos de BI. “Contudo
essas versões gratuitas são restritas e lhes faltam os complementos incluídos nas
versões Premium, com exceção da SpagoBI”, informa o relatório.

“Não se iluda; software open source não significa software
grátis. Alguns podem até ser gratuitos, sim, mas esteja preparada para, em
alguns casos, receber exatamente o equivalente que pagou” escrevem os
analistas. Existem recursos, como segurança aprimorada, ferramentas de
escalabilidade e conexões de dados com fontes tradicionais costumam vir com uma
etiqueta de preço.

Enquanto as distribuições abertas não atendem todas as expectativas
de corporações, “existem determinados componentes individuais que podem ser
aproveitadas por TIs indecisos entre versões comerciais e open source”, informa
o estudo da Forrester.
Ainda não é possível estabelecer comparações diretas entre as quatro
distribuições open source. Na perspectiva dos analistas, por exemplo, o produto
BIRT da Actuate teve notas bastante altas, ao passo que se mantém refém de
funções tradicionais de BI a exemplo de relatórios e de painéis de controle.

Pagar ou desenvolver?

Os produtos da Jaspersoft, da Pentaho e do SpagoBI estendem
as funções às áreas de OLAP (processamento analítico online) e podem ser
comparados às soluções vendidas por fornecedores como a SAP e a Oracle. “Se,
por enquanto, esses pacotes gratuitos não vêm incrementados com todas as
funcionalidades presentes nas distribuições comerciais, cabe às empresas
avaliar se elas realmente precisam de todos os recursos extra”, diz o
relatório.

Mas há diferenças cruciais. “As soluções open source são
desenvolvidas de maneira independente e fazem pouca – ou nenhuma – questão de
conseguir se integrar aos componentes BI de outros projetos”, divulgaram os
analistas. Logo, interfaces comuns e modos de acesso aos dados são “praticamente
inexistentes nos projetos open source”.

Lenta e gradativamente

As empresas citadas no estudo estão “lenta e gradativamente
fechando essas brechas” nos pacotes Premium, mesmo assim, integração total deve
continuar faltando nas distribuições livres.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site