Imagem de fundo do header
Dê vida nova a suas velhas fotografias
Home  >  Review
REVIEW

Dê vida nova a suas velhas fotografias

Filtro do scanner Perfection 2480 Photo deixa fotografias antigas com a aparência de recém-tiradas

Mário Nagano

Foto:

perection2480Scanner já foi objeto de desejo. Com o fenômeno das câmeras digitais e a disseminação dos equipamentos multifuncionais, esse item praticamente sumiu das listas de compra de informática. Os fabricantes de scanners de mesa tiveram então de repensar seus produtos para ir além da simples digitalização de materiais impressos. Um bom trabalho nesse sentido foi feito pela Epson. O Perfection 2480 Photo é um equipamento de uso geral, mas com talento especial para a conversão para o meio digital de fotos que estão tanto em papel quanto em filme.

O equipamento possui três modos de operação: Automático, Casa e Profissional.  No primeiro, ele faz praticamente tudo – identifica o tipo e o formato da mídia e trabalha na melhor resolução possível. No modo Casa, procura definir o tipo de digitalização por meio de exemplos (como foto de jornal para web), enquanto no Profissional o usuário pode controlar praticamente todos os parâmetros. Nesse modo ele conta com ferramentas sofisticadas de tratamento de imagem, que podem ser aplicadas antes mesmo do processo de conversão.

Perfection_exemplosO scanner da Epson oferece alguns filtros bastante úteis, como o eliminador de sujeira para filmes empoeirados e a opção de restauração de cores de fotos desbotadas pelo tempo (veja figura ao lado).  Nos testes com algumas fotografias coloridas da década de 70 totalmente amareladas, os resultados foram muito satisfatórios para um procedimento automático. O desempenho com filme positivo (cromo) foi melhor do que com negativos, apesar de uma leve falta de saturação nas cores. Infelizmente, o Perfection 2480 Photo aceita apenas filmes de 35 milímetros.  Além dos tradicionais modos de digitalização em cores de 24 e 48 bits, escala de cinza de 8 bits e preto e branco, o scanner ainda oferece escala de cinza de 16 bits e suavizador de cores. Com sua resolução óptica de 2.400 por 4.800 ppp (pontos por polegada), é capaz de capturar quadros de filme a 1.290 por 1.799 ppp, suficiente para a impressão de uma foto no formato de 20 por 25 centímetros sem perda de qualidade. Outra aplicação que merece destaque é o Presto! BizCard, programa que digitaliza imagens de cartões de visita e as converte em arquivos de contatos.

O Perfection 2480 Photo foi muito bem nos testes de velocidade graças à interface USB 2.0: digitalizou uma imagem no tamanho A4 com resolução de 72 ppp em 7,93 segundos, e levou 30,17 segundos no mesmo trabalho com resolução de 600 ppp. Esses resultados representam quase um quinto do tempo utilizado pelo multifuncional Stylus CX4500, da Epson, e a metade do tempo do Photosmart 2610, da HP. É preciso observar, porém, que os tempos podem aumentar muito nos trabalhos com imagens grandes em resoluções altas. Foram necessários, por exemplo, mais de 20 minutos para a digitalização de meia página no formato carta com a resolução máxima – e a imagem final em BMP ocupou nada menos do que 892 MB de espaço no disco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site