Imagem de fundo do header
Tela grande para pequenos espaços
Home  >  Review
REVIEW

Tela grande para pequenos espaços

Novo monitor de cristal líquido da LG tem 19 polegadas e custa menos de 2 mil reais

Mário Nagano

Foto:

LG L1950H - 200x236Quando se fala em monitores, as telas de cristal líquido são o sonho de consumo da maioria dos usuários de computador. Afinal, são bonitas, ocupam pouco espaço e consomem menos energia elétrica. Só perdem no quesito preço. Felizmente, essa barreira começa a ser superada, com a queda acentuada nos últimos anos dos valores cobrados por esse tipo de produto. A LG Eletrônicos acaba de lançar uma linha de monitores LCD que tem como principal atrativo os preços competitivos. O pacote de novidades inclui os modelos L1550S, de 15 polegadas (899 reais); L1750S, de 17 polegadas (1.299 reais); e o L1950H, de 19 polegadas (1.999 reais), o primeiro da sua categoria a ser montado no Brasil, analisado pelo PC World Test Center.

Para oferecer preço mais competitivo, o L1950H é um equipamento enxuto, com design simples e funcional. Destinado a usuários que precisam de uma tela grande, como artistas gráficos, programadores, animadores e até mesmo profissionais da área financeira, com suas imensas planilhas eletrônicas, ele mede 41,3 centímetros de largura por 43,7 de altura e 24,3 de profundidade e pesa de 5,7 quilos. A moldura que envolve o LCD tem apenas 1,4 cm de largura, o que passa a impressão de o conjunto ser bastante compacto, não parecendo maior que um modelo de 17 polegadas.

Sua tela apóia-se sobre um pedestal com ajuste de altura, o que permite elevar a tela em até 8,5 centímetros, dispensando assim a velha prática de colocar o monitor sobre uma lista telefônica para ganhar altura. Pena que, apesar de a tela ser maior, sua resolução nativa seja a mesma dos modelos de 17 polegadas (1.280 por 1.024 pixels), a 75 Hz. O consumo de energia fica em torno de 45 W, 3 watts a mais que o L1750S, mas muito menos que um Flatron F700P (também da LG), de tubo convencional (83 W).

Nos testes realizados, o L1950H apresentou uma média de brilho de 14,3 cd/m2, índice de uniformidade de brilho de 1,28 (quanto mais próximo de um melhor) e média de contraste de 119,5 pontos, resultados dentro do padrão do mercado, mas um pouco abaixo dos oferecidos por modelos como o Flatron L1730S e o SyncMaster 710N, da Samsung. O brilho da tela é de 250 cd/m2 e a relação de contraste de 500:1 no modo padrão, com tempo de resposta da tela de 12 ms. Já a abertura do ângulo de visão fica em 160 graus, tanto na vertical quanto na horizontal. Isso garante uma boa visão da tela mesmo para quem estiver ao lado dela.

Seu painel de controle fica no canto inferior direito da tela (em uma posição bastante cômoda para destros), formado por cinco botões e funções claramente descritas, como seleção de entrada de sinal (o L1950H tem duas: SVGA e DVI), auto-ajuste de imagem e a curiosa função LightView, que ajusta o contraste e o brilho da tela de acordo com a luz ambiente (dia ou noite) e o tipo de imagem mostrada (foto, filme ou texto). Ao pressionar a tecla Menu, esses botões assumem a função de selecionar e confirmar opções no menu de tela OSD), já em
português.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site