Imagem de fundo do header
Nem parece tão compacto
Home  >  Review
REVIEW

Nem parece tão compacto

Com tela larga de 12 polegadas e bateria de longa duração, LW20 não faz feio no escritório nem no trabalho em trânsito

Mário Nagano

Foto:

LW20Redução de tamanho normalmente não combina com conforto. No caso do notebook LW20 Express, no entanto, o casamento deu muito certo. Apesar das dimensões e do peso reduzidos (33,5 centímetros de largura por 3 de altura e 27,4 de profundidade e 1,85 quilo), o novo portátil da LG apresenta tela wide de 12 polegadas, teclado nas mesmas proporções do de um equipamento com tela de 14 polegadas ou mais e bateria de longa duração. A variedade de recursos também é digna de nota. É um equipamento para agradar tanto ao consumidor doméstico como o profissional que requeira mobilidade.

O LW20 tem como base a plataforma Centrino de segunda geração, com processador Pentium M 740 de 1,73 GHz e 2 MB de cache L2, 512 MB de memória DDR2 e disco rígido de 60 GB. Mas o que chama a atenção – além do gravador de DVD removível – é sua tela LCD de alto contraste, com resolução nativa de 1.280 por 800 pontos (SXGA). Se comparada com o padrão XGA (1.024 por 768 pontos), a tela larga do LW20 oferece 30% a mais de imagem. É o que basta para se ver, por exemplo, quatro colunas a mais no Microsoft Excel, no seu modo padrão, sem ter de deslizar a barra de rolagem. O tamanho de tela implica mudança na aparência final do produto – ou seja, sai de cena o desenho mais para o quadrado e ganha destaque a forma retangular. Esse novo formato acomoda o teclado maior, garantindo assim maior conforto na digitação do que produtos concorrentes da mesma categoria. Para melhorar, o teclado do LW20 já segue o padrão nacional ABNT 2.

Como nos equipamentos ThinkPad, o LW20 traz antenas Wi-Fi dual hexa band nas laterais da tela, característica que melhora bem a qualidade de recepção do sinal tanto no padrão 802.11b quanto no 802.11g. Outra característica tirada dos portáteis da Lenovo é o serviço de atualização de sistema, que localiza, baixa e instala os novos drivers de dispositivos diretamente da internet.

O chipset Intel 915PM traz alguns recursos presentes na atual plataforma Grantsdale, como a aceleradora gráfica GMA 900 e o sistema de som de alta definição HDA. Isso mostra que o produto utiliza plataforma bastante avançada, embora abra mão das possibilidades de expansão oferecidas pelos cartões PCMCIA. O portátil dispõe de slot para cartões de memória, além de saída de som com sistema SRS Wow, que acentua os efeitos de grave.

O quesito autonomia é outro destaque do equipamento. O LW20 trabalhou a todo vapor por 268 minutos (4 horas e 28 minutos) nos testes com o Mobile Mark 2002, um desempenho excepcional. No PC WorldBench 5, atingiu 77 pontos, praticamente o mesmo resultado do Infoway Note W7210, portátil da Itautec analisado na edição de novembro e uma dos poucas opções com tela de 12 polegadas wide no mercado. A performance nos testes sintéticos como o PCMark 04 foi ligeiramente melhor (3.081 pontos contra 2.706 do modelo da Itautec). O desempenho gráfico não saltou aos olhos (211 pontos no 3DMark’05 e 4.883 pontos no 3DMark 2001SE), mas, mesmo assim, superou a aceleradora Extreme
Graphics 2 do W7210.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site