Imagem de fundo do header
Sua rede pelo fio elétrico
Home  >  Review
REVIEW

Sua rede pelo fio elétrico

Linha de produtos da TrendNet conecta computadores por meio de tomadas

Mário Nagano

Foto:

A idéia de trafegar dados pela rede elétrica – também conhecida como HomePlug Powerline – não é nova. Soluções desse tipo existem desde o final da década passada, mas nunca decolaram, em grande parte por conta da popularização das redes sem fio. Não é para menos. A velocidade de transmissão por rede elétrica permanece em 14 Mbps, enquanto o padrão Wi-Fi 802.11g atinge 54 Mbps. E quem não se importar com rede cabeadas pode chegar a até 100 Mbps (Fast Ethernet) ou 1.000 Mbps (Gigabit Ethernet).

Entre as vantagens da tecnologia de rede por eletricidade sobre o padrão Wi-Fi está a confiabilidade, já que o tráfego de informações não flutua ao sabor das ondas de rádio, e a segurança, uma vez que o padrão inclui criptografia DES (Data Encription Standard), que trabalha no endereço MAC de cada nó da rede. Fora isso, não sofre interferências de obstáculos como paredes, divisórias e portas de metal.

Acha a solução interessante? A TrendNet acaba de lançar uma linha de acessórios compatível com o padrão HomePlug 1.0.1. Entre as novidades estão os adaptadores TPL-102E e TPL-101U, que convertem o sinal de rede elétrica para os padrões Fast Ethernet ou USB, respectivamente. Dúvidas entre um padrão com ou sem fio? Que tal ficar com os dois? Essa é a proposta do TPL-111BR, um dispositivo que combina roteador de acesso à internet, quatro portas de rede Fast Ethernet, ponto de acesso de rede sem fio padrão 802.11g de 125 Mbps e uma interface Powerline de 14 Mbps no mesmo gabinete. Um produto mais simples, mas não menos interessante, é o TPL-110AP, um pequeno ponto de acesso Wi-Fi 802.11g com tomada para conexão a uma rede elétrica.

TrendNet Powerline - 400x

O processo de instalação é simples. Basta implementar um utilitário para identificar os adaptadores no computador. No caso do roteador, a configuração é feita por meio de uma interface HTML localizada pelo endereço IP pré-configurado. Complicado é lidar com algumas excentricidades da tecnologia. Não adianta, por exemplo, ligar o TPL-102E à tomada e seu cabo Ethernet a um switch de rede que a conexão não funciona. O melhor jeito é usar o roteador TPL-111BR devidamente configurado. Como os adaptadores conectam-se diretamente à rede elétrica, você deve ter pelo menos uma tomada livre para colocar a rede em funcionamento. Mais importante: como o sinal de rede não passa por disjuntores, é praticamente impossível conectar dois computadores ligados a tomadas pertencentes a circuitos diferentes.

PC WORLD testou os produtos em uma conexão ponto-a-ponto entre dois PCs, cada um equipado com o TPL-102E ou o TPL-101U. Foi possível manter uma taxa de transmissão de 656,6 KBps (leitura) e 493,3 KBps (gravação). Para enviar um único arquivo de 100 MB não compactado de um computador para outro foram necessários 204 segundos e 170 segundos para fazer o caminho contrário. A mesma operação feita por meio de uma conexão Fast Ethernet teve tempo médio, em ambos os sentidos, de apenas 11 segundos. Em outras palavras, a tecnologia Powerline pode funcionar em algumas situações, mas é lenta na hora de transferir grandes massas de dados. Se esses dados forem coleções de música ou vídeo, esqueça.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site