Imagem de fundo do header
Gigabytes a mais na sua rede
Home  >  Review
REVIEW

Gigabytes a mais na sua rede

Falta espaço para arquivos? O NetCenter oferece 320 GB e ainda funciona como servidor de arquivos

Mário Nagano

Foto:

NetCenter-150x129A palavra da moda é storage. Nunca se viu tanta novidade nessa área como nos últimos tempos. Se a capacidade de armazenamento da sua rede chegou ao limite, por exemplo, você pode acrescentar facilmente uma boa quantidade de gigabytes se partir para uma solução como o novo disco externo NetCenter. A exemplo dos equipamentos 160 GB Networkd Hard Drive, da Iomega, e Shared Storage Driver, da Maxtor, o produto da Western Digital funciona como servidor de arquivos, alem de atuar como servidor de impressão.

O PC World Test Center avaliou o modelo de 320 GB do NetCenter.  Sua instalação não impõe dificuldade aos usuários. Basta ligá-lo à tomada e conectá-lo à rede local pelo cabo Ethernet incluído no pacote.  Uma vez pressionado o botão Liga, o NetCenter acende uma luz laranja e entra em processo de iniciação, procurando um endereço IP válido no servidor DHCP (ou cria um na falta deste) para que seus recursos fiquem disponíveis na rede local.

Quando a luz fica azul, é hora de instalar o EasyLink em uma estação.  O utilitário procura o disco na rede e orienta o administrador na criação de senhas de acesso e de pastas, tanto públicas quanto particulares (protegidas por senhas). Essas pastas podem ser mapeadas pelo programa como discos de rede e aparecem na forma de ícones na área de trabalho de cada usuário.

Um dos atrativos do equipamento NetCenter, por sinal, é a maneira como gerencia os recursos de rede. Ao contrário do Shared Storage Drive, que cria ambientes isolados para cada usuário, o disco da Western Digital comporta-se como um computador. Após sua instalação e configuração, qualquer usuário pode ver a unidade e acessar os dados nela armazenados como se usasse qualquer outro disco compartilhado, mesmo sem ter o programa EasyLink instalado em sua estação. Esse modo de operação facilita, por exemplo, a conexão e o uso de uma impressora ao NetCenter – o procedimento de localização e instalação dos drivers é semelhante ao adotado na configuração de uma impressora ligada a um computador.

O gerenciador de recursos do produto – o chamado NetCenter Manager – pode ser acessado via navegador HTML. Por falar em NetCenter Manager, esse utilitário reúne os vários recursos do sistema, como compartilhamento de pastas e impressoras, endereços de rede, atualização de firmware e a possibilidade de adicionar, formatar ou excluir novos discos.

Performance? Em condições favoráveis, com uma conexão ponto-aponto entre o disco e um computador via switch Fast Ethernet, o Net-Center manteve uma taxa de transferência média de 7,4 MBps (leitura) e 5,7 MBps (gravação). Para transferir 100 MB de dados diversos, o disco levou 94,8 segundos no trajeto do PC para o disco e 76,46 segundos no caminho inverso.

A mesma rotina, mas com os dados agrupados em um arquivo ZIP não compactado, consumiu menos tempo: 18,72 segundos para seguir para a unidade de disco e 14,38 segundos para retornar. No geral, o NetCenter teve um desempenho superior ao 160 GB Network Hard Drive e ao Shared Storage Driver, avaliados no comparativo de discos externos publicado na edição de setembro de 2005. Perdeu apenas para o segundo dispositivo na transferência de dados do disco rígido para o computador.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site