Imagem de fundo do header
Direto na fonte
Home  >  Review
REVIEW

Direto na fonte

FontLab Studio 5 oferece um grande leque de recursos para criar e personalizar fontes

Daniel dos Santos e Dênis Rodrigues

Foto:

FontLab Studio 5 a - 200xSua fonte preferida é muito criativa, mas alguns caracteres deixam a desejar? Com o FontLab Studio 5, da FontLab, profissionais como tipógrafos e designers podem alterar ou criar letras e números e incorporá-los a uma fonte já existente – ou mesmo desenvolver novas famílias.

FontLab Studio 5 b - 200xA nova versão do software traz recursos que possibilitam a personalização dos caracteres de forma muito mais efetiva. A opção Outline, que já fazia parte da edição anterior do produto, foi reformulada e ampliada, e agora conta com um item específico na barra de ferramentas, batizado como Contour. Entre os recursos dessa opção está o Sketch Mode, que permite transformar os traços de um caractere com maior liberdade. Na versão 5 há ainda mais opções de nó de âncora (pontos utilizados no desenho vetorial para a criação de curvas), o que facilita muito a criação e a customização das fontes.

Como se fosse uma tecla de atalho ou uma macro do Word, por exemplo, a nova ferramenta Action permite automatizar ações repetitivas no desenho de novas famílias. O resultado é uma considerável economia de tempo na execução de projetos. Terminou o processo de criação? Com o novo recurso Quick Test As é possível verificar como ficarão as fontes em um texto sem a necessidade de gerar e instalar o arquivo no sistema operacional. Ficou do jeito que você queria? Na hora de gerar os arquivos, o software oferece vários formatos, como TTF (True Type Font), OpenType, Type 1 e Multiple Master.

Quem quiser ter sua própria caligrafia nos textos digitados pode utilizar a opção Brush, que ganhou novos pincéis de traço livre. A exemplo do Microsoft Paint, essa ferramenta permite o desenho direto na tela. Basta escrever cada letra, salvar o arquivo e incorporar ao sistema para uso em programas como processadores de texto e planilhas.

FontLab Studio 5 c - 200xOutro recurso interessante do produto é a possibilidade de importar desenhos vetoriais criados em programas como o Ilustrator, da Adobe, ou qualquer outro programa que gere arquivos em EPS. Assim, é possível contornar um de seus principais pontos fracos: a dificuldade de uso. Apesar de incorporar inúmeros recursos, o FontLab tem interface pouco intuitiva e exige bons conhecimentos de desenho vetorial e de tipografia, como o kerning (relação de espaço entre duas letras).

Pena também que o produto não esteja disponível para usuários de Mac OS, plataforma que certamente concentra o maior número de profissionais do design gráfico. Por enquanto, a versão 5 (1.700 reais) pode ser encontrada apenas para Windows. Para quem trabalha com equipamentos da Apple, a Eng, distribuidora do produto no Brasil, oferece a versão 4.7 do FontLab (pelo mesmo preço da versão 5), além da última versão do Fontographer (4.1.4, cotada a 771 reais), também destinado à criação e edição de fontes.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site