Imagem de fundo do header
Ambiente controlado
Home  >  Review
REVIEW

Ambiente controlado

Câmera Live! Wireless, da Creative, permite monitorar ambientes via rede local ou pela internet

Mário Nagano

Foto:

Câmera Live! Wireless, da Creative, permite monitorar ambientes via rede local ou pela internet

O que será que está acontecendo na sua casa neste momento? Com a Live! Wireless, é possível monitorar o que se passa em um ambiente via rede local ou pela internet. O equipamento disponibiliza a imagem para o acesso remoto em uma página na web. A idéia de usar uma câmera ligada em uma rede local para monitorar ambientes não é nova, mas a maneira com que a Creative Labs explorou essa necessidade é bem interessante.

A grande sacada é o uso do módulo de comunicação VF-0180, que captura as imagens da câmera e transmite o sinal tanto para a rede local quanto para uma rede Wi-Fi compatível com o padrão 802.11g. O novo sistema de vigilância também inclui uma webcam Live! VF-0050, fonte de alimentação, cabos de comunicação, suporte de parede e um CD com drivers e utilitários. A VF-0050 é uma câmera simples, equipada com sensor CMOS de 640 por 480 pixels, que se comunica com outros equipamentos via cabo USB. Isso permite, por exemplo, que ela seja ligada diretamente ao PC e usada como uma webcam comum.

Apesar do esforço da Creative em manter o processo de instalação simples, não dá para dizer que para um usuário iniciante seja fácil. Para começar, a empresa pressupõe que a câmera será utilizada numa rede doméstica simples, equipada com um roteador wireless, com portas Ethernet livres e ligado à internet via conexão ADSL ou TV a cabo. Isso dificulta o uso do produto em empresas com uma infra-estrutura de rede mais complexa.

O processo de instalação via rede cabeada é relativamente simples: basta ligar a câmera no módulo, conectar o dispositivo à rede local e seguir com os passos descritos no programa de instalação. No caso da conexão sem fio, o roteador wireless precisa localizar o módulo de comunicação/câmera e esperar que tudo funcione de acordo com o esperado. Com a câmera localizada e identificada, é necessário configurar seu nome, a senha de acesso e o endereço IP na rede.

A parte mais crítica desse processo habilita justamente o recurso mais interessante: permite que a câmera seja monitorada externamente via internet. Para isso, o roteador precisa colocar o endereço da câmera em uma DMZ (demilitarized zone), ou seja, uma parte da rede (interna) que possa ser acessada externamente sem expor os outros componentes.

Se tal recurso não estiver em uso, precisará ser configurado. O instalador da Creative até tenta ativá-lo, mas se isso não for possível o programa pedirá que o passo seja feito manualmente. Supondo que esse recurso tenha sido configurado corretamente, o instalador imediatamente entrará em contato com o site da Creative Labs, que solicitará um nome fantasia para a câmera (pcworld, por exemplo). Caso a palavra escolhida não tiver sido registrada, a câmera será incluída nesse domínio, que passará a estar disponível no endereço pcworld. creativeddns.com.

É preciso inserir nome de usuário e senha para que a transmissão das imagens seja feita. No modo web, a câmera apresenta uma imagem razoável (típica de webcam), com uma taxa de atualização que varia de lenta a sofrível, de acordo com o tráfego da rede. O equipamento também tem a capacidade de transferir arquivos pelo mesmo canal de comunicação da câmera. Para isso, basta ligar um dispositivo de  armazenamento numa porta USB livre do módulo VF-0180 que seu conteúdo estará disponível via FTP, como em um disco virtual.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site