Imagem de fundo do header
De olho no patrimônio
Home  >  Review
REVIEW

De olho no patrimônio

Câmera web SNC-RX550N, da Sony, identifica e analisa movimentos para evitar alarmes falsos e apontar invasores

Por Mário Nagano

Foto:

Câmera web SNC-RX550N, da Sony, identifica e analisa movimentos para evitar alarmes falsos e apontar invasores

sonyipela120x104Equipamentos para monitorar ambientes são uma ferramenta importante para a proteção de empresas ou residências. Porém, problemas como alarmes falsos ou mesmo armazenamento de um grande volume de cenas sem nenhum movimento suspeito comprometem sua eficiência. O equipamento Ipela SNCRX550N, câmera IP de vigilância da Sony, evita esses problemas com o uso de tecnologias de reconhecimento e análise de movimentos.

Sua câmera de zoom óptico de 26x pode se mover automaticamente tanto na vertical (180°) quanto na horizontal (360°, sem limite de giro, ou seja, ela pode dar quantas voltas quiser ao redor de seu eixo), o que permite enquadrar rapidamente qualquer cenário dentro do seu  campo de visão.

Outro recurso interessante desse produto é a existência de um conector de I/O de 12 pinos que pode ser usado tanto como porta serial (via adaptador opcional) como para ligar até dois sensores e dois atuadores externos. Desse modo é possível identificar a presença de algo mesmo que ele não esteja no campo de visão da câmera e disparar algum tipo de ação.

O sensor montado na porta do imóvel, por exemplo, pode avisar a câmera de que alguém entrou e fazer com que ela “olhe” para a direção do suspeito. A SNC-RX550N também pode “sentir” a presença ou mesmo a falta de algum objeto na cena. Seu sistema analisa os últimos 15 frames capturados para avaliar o efeito de movimento, evitando assim falsos  alarmes produzidos por folhagens se movendo ao vento, por exemplo.

A câmera também pode identificar objetos abandonados no cenário depois de algum tempo. Essa é uma das  características mais interessantes dos sistemas digitais. Em vez de registrar tudo o que ocorre no ambiente em intermináveis arquivos de vídeo, a SNC-RX550N analisa o que vê, disparando alertas apenas quando há algum evento fora da rotina.

Seu sensor CCD é do tipo HAD de ¼ de polegada, que permite capturar imagens em ambientes escuros (de até 1 lux de iluminação em cores ou 0,15 lux em preto-e-branco). Também conta com estabilizador, que permite obter uma imagem nítida mesmo se sua base de fixação sofrer vibrações constantes, como acontece ao lado de estradas e rodovias.

A câmera trabalha com três resoluções (640 por 480, 320 por 240 e 160 por 120 pixels, selecionáveis pelo usuário) em modos de compressão de vídeo MPEG-4, H.264 e JPEG.

Sua principal interface de comunicação é uma porta Fast Ethernet e uma saída de vídeo analógico. A SNC-RX550N também possui entradas e saídas de som (permitindo que a câmera capture/ transmita áudio e até mensagens de voz) e uma entrada de força (12V DC ou 24V AC). Conta, ainda, com um compartimento interno que aceita cartão Memory Stick Pro (que aumenta seu buffer de vídeo) e slot PCMCIA, para instalar um cartão para conexão Wi-Fi 802.11b.

Seu modo de operação é simples. Basta ligá-la à rede elétrica (via adaptador opcional) e à rede de dados. Feito isso, é preciso executar um utilitário em um computador ligado à mesma rede para localizar a câmera e fazer o login no equipamento, para ter acesso aos recursos. Quase toda sua configuração e operação pode ser feita por meio de uma interface HTML.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site