Imagem de fundo do header
Mais cor por muito menos
Home  >  Review
REVIEW

Mais cor por muito menos

Com preços atraentes, as impressoras a laser coloridas aproximam-se dos pequenos negócios e até mesmo do usuário final. Testamos cinco modelos

Por Mário Nagano

Foto:

Com preços atraentes, as impressoras a laser coloridas aproximam-se dos pequenos negócios e até mesmo do usuário final. Testamos cinco modelos

C5500n, da OkiAssim como aconteceu com os jornais, o cinema e os monitores de PC, as impressoras a laser seguem o processo natural da migração para o mundo das cores. Se ainda não ameaçam os modelos com tecnologia a jato de tinta, esses equipamentos pelo menos estão mais acessíveis àqueles que desejam tirar proveito da qualidade de impressão e volume de trabalho, tanto em casa quanto em pequenos negócios.

Há dois anos, realizamos um comparativo com quatro impressoras com essa tecnologia, e a mais barata delas ficava na faixa dos 4 mil reais. Hoje, é possível comprar uma laser colorida por menos de 2 mil reais. Mais do que um capricho estético, as cores em documentos têm a capacidade comprovada de prender mais a atenção do leitor, o que significa uma velocidade de assimilação 60% maior e uma capacidade de aprendizado 70% melhor do que com o uso de um documento em preto-e-branco, segundo estudos.

As cores também podem ser usadas para enfatizar partes do texto de modo bem mais eficiente que certos efeitos, como sublinhado ou negrito, além da possibilidade de criar padrões para certos grupos ou até mesmo usuários, facilitando assim a seleção e o fluxo de documentos em uma empresa.

No comparativo desta edição, o PC World Test Center reúne modelos de uso departamental com suporte de rede, para que seus recursos possam ser compartilhados por grupos de trabalho – embora também sejam adequados às necessidades de apenas um usuário, como um consultor, engenheiro ou advogado.

Confrontamos os produtos de cinco empresas: HP, com sua Color LaserJet 3600n (2.499 reais); Oki Printing Solutions, que enviou o modelo C5500n (1.999 reais); Konica Minolta, que oferece a MagiColor 5430DL (2.812 reais); Lexmark, com a nova C522n (1.999 reais); e a Samsung, fabricante do equipamento CLP600N (3.999 reais).

Pela primeira vez tivemos um empate técnico entre dois modelos analisados, o que nos leva a conceder o prêmio Best Buy em dose dupla. A impressora da Oki Printing Solutions e o equipamento da Lexmark apresentaram os melhores resultados. Além do mesmo preço sugerido, eles compartilham a mesma nota técnica final.

O melhor, neste caso, é que cada um possui características que atendem a públicos diferenciados e que podem ver grandes vantagens em um modelo, mas nem tanto no outro.

++++

A C5500n, por exemplo, é uma impressora mais interessante para aplicações de escritório, com um padrão de construção sólido, ciclo de trabalho de 60 mil páginas/mês e ótimo desempenho geral, perdendo apenas para a MagiColor 5430DL em termos de velocidade de impressão. Seu custo por página impressa é bom para a opção monocromática (0,09 real) e razoável para cores (0,56 real).

Ela já vem com software de controle de acesso e tarifador incluso, um item que soa como música para os ouvidos dos administradores de empresas, principalmente quando é oferecido de graça pelo fabricante.

Já a C522n, da Lexmark, é uma impressora com carga menor de trabalho (45 mil páginas/mês), mas um dos poucos equipamentos na sua faixa de preço (se não o único) a vir com suporte para PCL e PostScript, item muito apreciado por diagramadores e profissionais de artes gráficas. Para completar, a qualidade de reprodução fotográfica da C522n foi uma das melhores vistas neste comparativo.

Seu ponto fraco é o custo por página impressa, relativamente alto (0,11 real em preto e 0,58 real em cores) se comparado com o de seus concorrentes.

ColorLaserJet, da HPCorrendo por fora em nosso comparativo aparecem os modelos da HP e da Konica Minolta, que apresentaram avaliações técnicas até melhores do que as dos equipamentos da Oki e da Lexmark, mas que exigem que o usuário desembolse um pouco a mais para ter acesso a eles.

Em ambos os casos, o maior atrativo fica por conta do custo de impressão bem acessível, principalmente no modo em cores, o que pode ser um atrativo para quem produz grandes quantidades de documentos com imagens. A Color LaserJet 3600n apresenta melhor qualidade de imagem, enquanto a Konica Minolta oferece desempenho superior (por sinal, o melhor desse comparativo).

Estreante no segmento de lasers coloridas, a Samsung tem como proposta, com a CLP 600N, oferecer um produto simples e prático para as impressões do dia-a-dia. Seu desempenho geral não a destacou da concorrência. Conta a seu favor o funcionamento silencioso, custo de impressão em cores ligeiramente abaixo do oferecido pelos modelos da Oki e da Lexmark e suporte para redes Wi-Fi por meio de um acessório opcional.

Confira aqui uma tabela com as impressoras avaliadas

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site