Imagem de fundo do header
Pronto para o escritório
Home  >  Review
REVIEW

Pronto para o escritório

ThinkCentre E50, da Lenovo, é uma máquina de estrutura sólida, destinada ao dia-a-dia das empresas

Por Mário Nagano

Foto:

ThinkCentre E50, da Lenovo, é uma máquina de estrutura sólida, destinada ao dia-a-dia das empresas

ThinkCentrePara realizar as tarefas do dia-adia de uma pequena empresa, não é necessário ter um equipamento com configuração topo de linha. Um desktop de baixo custo para uso geral dá conta do recado. É o caso da nova linha ThinkCentre série E, da Lenovo, que traz modelos mais simples, destinados a atender às necessidades básicas do trabalho no escritório.

O PC World Test Center avaliou a versão com Pentium 4 de 2,8 GHz, equipada com 256 MB de SDRAM DDR 400 (expansível até 2 GB), disco rígido Sata de 80 GB, CD-ROM de 48x e porta de comunicação Fast Ethernet.

Como todos os PCs com a chancela da IBM (de quem a Lenovo adquiriu a área de computadores), o E50 é montado em um gabinete reforçado que pode ser parcialmente desmontado sem o uso de ferramentas. Seu desenho compacto lembra muito o ThinkCentre M52, tanto na disposição dos componentes internos quanto na inexistência de espaço livre para periféricos adicionais, como um segundo disco rígido.

A Lenovo foi capaz de acomodar em uma área restrita a placa- mãe Gigabyte GA-8S661FXM mini-ATX (produzida no Brasil pela Digitron), que incorpora algumas tecnologias interessantes, como portas Sata com suporte para Raid 0, 1.

Baseado no chipset SiS661FX, da SIS, a GA-8S661FXM possui um slot AGP 8x, três PCI, seis portas USB disponíveis, além de uma porta serial e uma paralela. O sistema de vídeo integrado é impulsionado pela aceleradora gráfica SIS Mirage 2D/3D, que compartilha até 64 MB da memória principal para vídeo.

A exemplo do que fez a HP com os chamados desktops de entrada (baixo custo), a Lenovo também permite a adição de componentes em qualquer Think-Centre sem a perda da garantia dos componentes originais, apesar de o equipamento sair de fábrica com um lacre. Sua função é garantir a troca imediata em caso de defeito durante a primeira instalação. Ou seja, se o usuário colocar o PC para trabalhar e nenhum problema for detectado, o lacre poderá ser removido a qualquer momento.

Assim como seus irmãos maiores, o E50 já vem com o pacote de ferramentas ThinkVantage pré-instalado. Ele inclui recursos como o Rescue and Recovery, que permite recuperar o conteúdo do disco rígido após algum desastre no sistema, mesmo se o PC não conseguir carregar o sistema operacional. Além disso, esse utilitário pode ser configurado para realizar backups periódicos automaticamente em um outro computador da rede ou mesmo em sistemas de armazenamento externo.

Nos testes realizados, o E50 obteve 88 pontos no PC WorldBench 5, 151 pontos no Sysmark 2004, 3.342 pontos no PCMark 2004 e 1.517 pontos no 3DMark 2001 SE. Como a placa aceleradora não suporta os recursos avançados do DirectX 9.0, não foi possível rodar os testes com o 3Dmark’05.

Esses resultados foram ligeiramente melhores que os apresentados pelo Lenovo 3000 J105, analisado na edição de maio de 2006, equipado com um processador Sempron 2800+ de 1,6 GHz. Ou seja, desempenho adequado para quem busca um equipamento simples e confiável.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site