Imagem de fundo do header
Transmissão profissional
Home  >  Review
REVIEW

Transmissão profissional

Soluções tudo em um da Sony para videoconferência englobam monitor de cristal líquido, câmera, alto-falante, controle remoto...

Por Mário Nagano

Foto:

Soluções tudo em um da Sony para videoconferência englobam monitor de cristal líquido, câmera, alto-falante, controle remoto...

Sony IpelaApesar de ser tecnicamente possível realizar uma teleconferência até com softwares de comunicação instantânea e uma webcam, situações como reuniões de negócios exigem melhor qualidade de áudio e vídeo, obtida apenas com equipamentos dedicados e conexões rápidas.

Bom exemplo disso é a linha de monitores para videoconferência da série Ipela, da Sony, que traz recursos criativos e controles fáceis de serem utilizados. Ambos os modelos possuem ótima apresentação, com visual elegante e sóbrio em tons de prata e preto.

Enquanto o TL-30 usa tela LCD de 17 polegadas wide (com resolução de 1.280 por 768 pixels) e acabamento anti-reflexivo, o TL-50 vem equipado com uma tela de 20 polegadas (também wide e com a mesma resolução) com corpo brilhante, o que realça o contraste das imagens, principalmente em aplicações de vídeo.  Os modelos são equipados com microfone, alto-falante estéreo e câmera de vídeo com ajuste de tilt (movimento vertical e horizontal) e zoom.

As câmeras podem ser “desativadas” por meio de uma cortina deslizante que tampa a frente da objetiva. Já os monitores possuem entrada para microfone e saída para fone de ouvido, o que permite conversas mais reservadas. A operação do TL-30 é feita com o uso de um mouse USB (incluso no pacote), enquanto o TL-50 possui controle remoto infravermelho.

As estações conectam-se por meio de redes IP e portas de comunicação Ethernet. Cada monitor pode ser configurado para ter seu endereço próprio, formando assim uma pequena comunidade. Os usuários são contatados com a mesma facilidade com que discamos para um ramal de telefone. Todos os comandos são apresentados por meio de menus na tela, comandados tanto pelo mouse quanto pelo controle remoto. Segundo a Sony, até seis pessoas (ou mais exatamente estações) podem participar de uma seção de videoconferência.

Para garantir boa qualidade de som e imagem, o sistema depende de uma conexão de rede capaz de manter alta taxa de transferência tanto para a entrada quanto para a saída de dados. Essa é a maior limitação do produto, já que não funciona bem em conexões ADSL, que oferecem velocidade de upload de dados (a mais comum é 128 Kbps) bem menor que de download (256 a 2.048 Kbps).

Nos testes realizados numa rede interna de 10/100 mbps, a experiência de uso tanto do TL-30 quanto do TL-50 foi muito agradável, com reprodução de imagem de boa qualidade e som sincronizado. Observamos, porém, um pequeno atraso entre a imagem captada num monitor e a recebida pelo outro.

De maneira geral, ficamos bem impressionados com o produto como sistema de videoconferência. Mas o mesmo não pode ser dito do preço de cada estação (a partir de 12 mil reais), o que mostra que essa solução é realmente voltada para um público seleto. A redução de custos com viagens para reuniões e o melhor uso do tempo, porém, podem justificar o investimento.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site