Imagem de fundo do header
iPod Shuffle: pequeno e robusto
Home  >  Review
REVIEW

iPod Shuffle: pequeno e robusto

Segunda geração do iPod Shuffle é menor e mais resistente - mas continua sem visor

Por PC World EUA

Foto:

Segunda geração do iPod Shuffle é menor e mais resistente - mas continua sem visor

iPod_Nano_100x120.jpgO novo iPod Shuffle é menor do que uma caixa de fósforos, mais fino do que uma minifita cassete (daquelas utilizadas em secretárias eletrônicas antigas) e tão leve (pesa 15,5 gramas) que pode ser usado preso a uma camiseta de algodão sem esticar o tecido da roupa.

Testamos um exemplar do MP3 player da Apple, que se mostrou uma boa aquisição (principalmente nos Estados Unidos), apesar de a capacidade de armazenamento não ser das maiores e da ausência de um display.

Nas lojas norte-americanas, o iPod Shuffle de 1 GB (que armazena cerca de 240 músicas) é vendido por 79 dólares, bem menos do que era cobrado pela versão anterior do player (149 dólares).

No Brasil, o preço sugerido pela Apple é 549 reais – valor pouco menor do que os 599 reais cobrados anteriormente.

Em sua nova versão, o equipamento traz um resistente acabamento de alumínio, abandonando o material plástico e frágil de seu antecessor. Um pequeno clipe localizado em sua parte traseira responde por grande parte de seu peso.

O novo Shuffl e vem com uma base (dock) USB 2.0 que permite a recarga de sua bateria e a sincronização com o PC. O equipamento cabe perfeitamente no acessório, plugando, ao mesmo
tempo, fone de ouvido e conector.

Apesar de pequeno, o dock tem revestimento antiderrapante em sua base e peso que o ajudam a manter-se a salvo na mesa (um adaptador USB opcional, vendido por 185 reais, permite que o player seja carregado sem a base).

Da mesma forma que seu antecessor, o Shuffle carece de um display que mostre os nomes das faixas. O iTunes 7.0.2 e as versões posteriores reconhecem o Shuffl e e carregam no player as faixas mais tocadas recentemente pelo software.

Nos testes, o áudio reproduzido pelos fones de ouvido foi regular. O equipamento foi um dos players com maior índice de ruídos que já testamos.

Saldo final: gostamos do tamanho diminuto e da versatilidade do novo produto. E, levando-se em conta as dimensões do Shuffle, não ter um display é uma falta menos grave do que era na antiga versão.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site